Sexta-Feira , 06 Maio 2016

Inscrições para contrato Reda prosseguem até o dia 28 e edital pode ser conferido no site da Semge ou da Funcab

Leia mais:Prefeitura abre 32 vagas para Codesal

 

O prefeito ACM Neto lamentou nesta segunda-feira (15) a morte da escritora, poetisa e diretora da Fundação Casa de Jorge Amado, Myriam Fraga. “Poucas pessoas contribuíram tanto nas últimas décadas para o desenvolvimento e divulgação da cultura baiana como Myriam Fraga”, afirmou o prefeito. ACM Neto disse, também, que Myriam Fraga foi fundamental para organizar e catalogar todo o acervo de Jorge Amado, que está à disposição de pesquisadores, estudantes e de todas as pessoas na fundação que leva o nome de um dos mais conhecidos escritores do mundo. “Aos amigos e familiares de Myriam Fraga, os meus sentimentos”, concluiu o prefeito.

Termina nesta quarta-feira (17) o prazo para os estabelecimentos comerciais do ramo alimentício localizados na região do Centro Histórico de Salvador se inscreverem no 1º festival gastronômico do Pelourinho. O Festival Comer e Beber foi desenvolvido pela Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Emprego (Sedes). O evento faz parte das ações do projeto Pelourinho Dia e Noite e será realizado entre os dias 20 de fevereiro e 13 de abril. As inscrições seriam encerradas na última sexta-feira (12), mas foram prorrogadas até o dia 17, e podem ser feitas exclusivamente pelo site http://www.festivalcomerebeber.salvador.ba.gov.br/.

O festival é uma oportunidade para os apreciadores da boa gastronomia provarem menus diferenciados e de qualidade preparados por grandes e renomados chefs que atuam no local e que irão valorizar toda a questão da história dos pratos que serão servidos. Cada estabelecimento - entre eles bares, restaurantes, cafés e sorveterias (não ambulantes) - participará com um prato e o festival será dividido em duas categorias: “Prato principal” e “Quitute”.

A categoria “Prato principal”, como o nome diz, representa o prato principal de uma refeição, enquanto a categoria “Quitute” pode ser uma entrada, sobremesa, torta, um salgado, ou afins. O valor dos pratos será estipulado por cada estabelecimento no ato da inscrição. A participação no festival é gratuita e o único pré-requisito é que os estabelecimentos estejam em dia com as licenças para funcionamento.

 

Procedimento pode ser feito em qualquer das Prefeituras-Bairro e candidatos devem ser indicados por associações e entidades comunitárias

Leia mais:​Inscrições para conselheiros comunitários terminam segunda (15)

Objetivo é conscientizar pais motoristas para evitar congestionamentos no entorno das escolas

A Transalvador realiza de segunda-feira (15) ao dia 26 a Operação Volta às Aulas 2016. O objetivo é inibir ações que possam congestionar o trânsito, além de conscientizar os pais e condutores de veículos sobre algumas normas de segurança. A ação recebe o apoio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e da Guarda Municipal de Salvador, e terá o patrocínio da Porto Seguro, através do programa Trânsito+Gentil.

A operação será realizada no período de grande fluxo de veículos, que vai das 11h às 14hs. A intervenção será feita no entorno dos colégios Sartre COC, Girassol, Integral, Salesiano, Gurilândia, Maristas, Dom Bosco, Anchieta, Antônio Vieira e Módulo, localizados em áreas de intenção geração e fluxo de tráfego.

A equipe será composta por dez educadores para trânsito da Transalvador, que abordarão os pais para a entrega de uma cartilha contendo recomendações de segurança, orientação da forma correta de realizar o embarque e desembarque dos filhos e os cuidados ao contratar o transporte escolar. Além disso, estarão presentes os agentes da Guarda Municipal e técnicos da Semob qu, ficarão responsáveis pela fiscalização, tanto para inibir a atuação de veículos escolares clandestinos quanto para garantir uma maior fluidez do trânsito.

Segundo Mirim Bastos, gerente de Educação para o Trânsito da Transalvador, a Operação Volta às Aulas é apenas a primeira etapa do programa criado pela Prefeitura que, na segunda fase, pretende inserir o tema mobilidade dentro das salas de aula, por meio de palestras, debates, seminários e eventos educativos. As escolas interessadas em receber os agentes educadores da Transalvador nas suas unidades devem ligar, a partir da segunda-feira (15), para os números 3202-9139, 3202-9063 ou 3202-9163 para agendar a visita.

 

Aulas começam na próxima segunda-feira e Jornada Pedagógica contempla todas as escolas

Leia mais:Professores da rede municipal se preparam para receber alunos

Após o recesso de carnaval, a programação cultural do Pelourinho Dia e Noite volta com poesia, música e Personagens Vivos pelas ruas, praças, bares e restaurantes do Pelô. Nesta quinta (11), às 19h, Poesia no Pelô vem sussurrando poesias com as Sussurradeiras que falam “perto” do coração das pessoas. Idealizado e produzido pelo Grupo Plenus, formado inicialmente por pós graduandos em Ludicidade e desenvolvimento Criativo, depois acrescido por parceiros que têm afinidades com as artes e com o lúdico, o projeto objetiva compartilhar as experiências pessoais e profissionais de seus integrantes, a fim de confirmar que os sussurros poéticos, potencializam e afloram a sensibilidade que mora nos versos, com isso, é possível tocar mais profundamente as emoções do público.

O Música nas Esquinas traz novidades!  Dia 12, às 18h, o Grupo Cozinha.Ba,  faz show Acústico & Elétrico, com repertório instrumental de clássicos da nossa música popular e erudita; valsa,  bossa nova, baião, samba, chorinho, Ijexá, frevo,  entre outros ritmos, no Cruzeiro de São Francisco. O trio é formado por, Moisés Gabrielli (Baixo), Ricardo Marques (Bandolin) e Horacio Barros (violão). Já no sábado, 13, às 19h, continua o ensaio do Bloco Alvorada e Grupo Bambeia pelas ruas do Pelourinho. Domingo, dia 14, a partir das 18h, na Cruz do Pascoal, Duo Barros Reis oferece ao público um repertório variado, com arranjos e interpretações que prometem envolver os apreciadores da música instrumental.

Domingo, dia 14, às 11h, o Concerto nas Igrejas traz o Grupo Transcendental com estilo definido como Afro-Barroco, desenvolvido através de pesquisas com ênfase nos costumes e manifestações culturais do Recôncavo. Composto por 3 alabês, oriundos do Terreiro de Candomblé, especialistas em música Afro-Religiosa, 2 Instrumentistas de sopro, com Origem em Flilarmônica, Piano, Guitarra e Baixo, o grupo traz influências dos cantos católicos e do candomblé, na Igreja do Rosário dos Pretos.

Dando continuidade às ações de enfrentamento do mosquito transmissor da zika, dengue e febre chikungunya em Salvador, a Prefeitura, em parceria com as Forças Armadas, realiza neste sábado (13) o "Dia D contra o Aedes aegypti". Entre 8h e 13h, cerca de três mil profissionais entre militares e agentes municipais de saúde farão uma grande ação educativa com distribuição de folhetos e orientação à população sobre como evitar a proliferação do inseto, simultaneamente, em mais de 60 localidades da capital.

Já entre os dias 15 a 18 de fevereiro, cerca de dois mil militares do Exército, Marinha e Força Aérea percorrerão conjuntamente com os agentes de combate às endemias da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) todos os bairros da capital no intuito de identificar e eliminar os criadouros do vetor.

"Será uma grande ação de intensificação do controle do mosquito. Os militares, sempre sob a supervisão dos agentes de endemias, farão a visita casa a casa, entrarão em imóveis fechados e atuarão em terrenos baldios para eliminação dos possíveis focos. Iremos realizar uma grande varredura em toda cidade com o objetivo de diminuir significativamente o índice de infestação do inseto", esclareceu José Antonio Rodrigues Alves, titular da SMS.

Para viabilizar a ação, os profissionais do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) prestaram todo o suporte teórico e prático para que os militares possam realizar o trabalho de controle do mosquito, bem como prestar orientações para população sobre a prevenção de novos focos. As capacitações foram iniciadas antes do Carnaval.

 

Prefeitura fez cobertura em tempo real da festa através do uso de diversas ferramentas

Leia mais:Fora de Salvador, baianos mataram as saudades da folia pelas redes sociais

Tem início na quinta-feira (11) o processo de desmontagem dos camarotes, praticáveis, palcos, arquibancadas e demais estruturas erguidas para o período carnavalesco.  O processo segue a regulamentação do Decreto Municipal 20.505/2009. De acordo com o diretor de Fiscalização da Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom), Murilo Aguiar, o processo deverá ser iniciado imediatamente pelos proprietários após a finalização da festa de Momo para evitar penalização. “Os proprietários dos camarotes têm até dez dias úteis para fazer a desmontagem das estruturas que foram instaladas para o Carnaval. Caso este prazo seja descumprido, a Sucom emitirá uma multa para o espaço, que neste caso é diária. ”, frisou.

Além da remoção dos equipamentos dos circuitos oficiais da festa as empresas também deverão iniciar a recuperação dos espaços públicos que foram danificados pela montagem das estruturas. “O material danificado onde as estruturas foram armadas é de responsabilidade dos proprietários. Por isso, o processo de recuperação do espaço deve ser iniciado com brevidade para não prejudicar o funcionamento da cidade após a festa”.

Todos os camarotes já foram notificados pela Sucom para dar início imediato a desmontagem. A multa para quem não cumprir a determinação corresponde a R$2.242,87 por dia de atraso. Para não acarretar riscos a pedestres e não atrapalhar o fluxo do trânsito durante o serviço as empresas devem garantir que a área esteja sinalizada e que o trabalho não obstrua a via pública. Agentes da Sucom farão o monitoramento dos espaços para garantir que a desmontagem ocorra dentro do prazo estimado.

Ultimo dia tem Back to Back, Kaspa e Kamapheu Tawa, a partir das 19h30, no Terreiro de Jesus

Leia mais:Palco Multicultural reafirma diversidade musical no Carnaval de Salvador

As credenciais eram falsificadas ou estavam sendo utilizadas de forma irregular

Leia mais:Transalvador apreende 310 adesivos exclusivos de moradores

Reclamação de uma minoria não condiz com opinião compartilhada pela maioria dos trabalhadores informais

Leia mais:Ambulantes dizem que exclusividade de cervejaria trouxe benefícios

Com objetivo de garantir que o acesso aos circuitos e a volta para casa dos foliões seja com segurança e tranquilidade, a Prefeitura montou em 2016 o maior sistema de mobilidade da história do Carnaval. Ao todo, aproximadamente três mil ônibus, 7200 táxis e 69 veículos do Expresso Carnaval já transportaram mais de sete milhões de pessoas até o início da manhã desta terça-feira (09), o que demonstra também que a festa este ano é um sucesso absoluto de público. Os números foram apresentados pelo secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, durante coletiva de balanço realizada hoje na Sala de Imprensa Oficial do Carnaval, no Campo Grande. O número representa um aumento de 10% na quantidade passageiros transportados para a festa em relação a 2015. 

Para o secretário, o aumento de 30% da frota e as ações implementadas para garantir a mobilidade em todos os circuitos permitiram que, mesmo com um número maior de foliões na rua, o acesso à festa fosse mais rápido e tranquila que em anos anteriores. “Criamos pontos de estoques de ônibus, temos linhas 24 horas saindo de diversos locais da cidade, criamos 15 áreas de táxis e ampliamos a frota. Montamos o maior sistema de mobilidade de toda a história para que os foliões utilizem o transporte público com toda comodidade e segurança e os números mostram que as ações refletiram positivamente”, comemorou Mota.  

Dentre todos as ações implementadas pela Prefeitura para garantir mobilidade e conforto no Carnaval 2016, o grande destaque deste ano tem sido o Expresso Carnaval, ônibus que levam os foliões direto para os circuitos da festa. Mais de 50 mil pessoas já utilizaram o transporte até a manhã desta terça-feira (09) e a expectativa é que o número de usuários chegue a 60 mil até o final da festa. Os veículos, administrados pela Secretaria de Mobilidade (Semob) saem a cada 15 minutos dos shoppings Salvador e Salvador Norte e da Arena Fonte Nova. 

Usufruindo de toda comodidade e segurança, os usuários podem deixar seus carros estacionados nos centros comerciais e terão incluído no serviço o valor do estacionamento no shopping. “As pessoas não só estão deixando seus carros nos estacionamentos remotos, como como estão indo de táxis e pegando o Expresso para vir para o circuito. Com certeza o sistema é a grande vedete deste Carnaval”, disse o secretário. 

Táxis - Outro ponto de destaque do Carnaval 2016 tem sido o crescimento de mais 100% no número de usuários de táxis. Este ano, 250 mil pessoas já utilizaram esse tipo de transporte. Em 2015 foram realizadas 112 mil corridas.

“Esse aumento de mais de 100% se deve a implantação dos 15 pontos de táxis que montamos ao redor de todos os circuitos, com fiscalização e monitoramento 24 horas e também pelas ações de mobilidade, que permitiu que as viagens fossem feitas mais rápidas e, consequentemente, que fossem feitas mais viagens. A prova de que o atendimento está melhor é a queda de 50% no número de queixas”, ressaltou.

Prefeitura disponibiliza toda estrutura necessária para que jornalistas do mundo inteiro façam a cobertura da folia

Leia mais:Profissionais de imprensa aprovam organização do Carnaval

Em apenas 30 minutos, cerca de 967 foliões puderam conhecer sua condição sorológica para a HIV, hepatites C e sífilis. Esse é o número de pessoas que passaram pelas duas unidades do projeto Fique Sabendo até a noite de ontem (07). A iniciativa faz parte das ações de prevenção das doenças sexualmente transmissíveis (DSTS) e Aids, e propõe a detecção precoce dessas enfermidades através do teste rápido com a coleta de apenas uma gota de sangue. Em dois dias de atuação, foram realizados 2.901 exames, resultando no registro de 31 diagnósticos positivos para HIV, 105 para sífilis e 10 reagentes para hepatite C.

O posto da Rua Marques de Leão, na Barra, foi o local que mais realizou testes (1.560), seguido da unidade da Praça Municipal, no Centro Histórico com 1.341 testes coletados. As unidades funcionam até amanhã (09), das 9h às 21h, no Centro Histórico, e das 12h às 22 horas, na Barra.

Aqueles que obtiverem sorologia positiva contam com a assistência de uma equipe multidisciplinar, que realiza a triagem e os encaminha para diagnóstico, exames e tratamento em uma das unidades de referência da Secretaria Municipal de Saúde.

Elevação é de cerca de 10% em comparação as apreensões realizadas em 2015

Leia mais:Guarda Municipal apreende mais armas brancas no Carnaval deste ano

Os Filhos de Gandhy desfilam nesse momento transformando o Circuito Dodô (Barra-Ondina) em um imenso tapete branco. Antes de sair, o presidente do afoxé, Francisco Lima, pregou a paz e o respeito às mulheres, pedindo aos associados que evitem beijos forçados e que não coloquem mulheres dentro do bloco.

Um dos diretores do bloco, João Paulo, que já desfila há 21 anos, ressaltou que a troca de colares por beijo não é uma cultura pregada pelo afoxé.  “Essa cultura foi implantada há pouco tempo. O Gandhy não foi criado com esse intuito. Na verdade, o associado tem um carinho especial pela mulher, até porque elas nos dão um suporte antes durante e depois. Elas que confeccionam nossos turbantes, elas que nos arruma para o carnaval. A mulher acompanha o companheiro ao lado da corda. Acho que a partir daí surgiu essa cultura de oferecer o colar por um beijo, mas não foi algo criado pelo Gandhy”, disse.

O tema da entidade este ano é "Ewé Oró": a comunicação entre o sagrado e o axé. Caracterizado de Gandhy, o ator Lázaro Ramos acompanha o bloco ao lado do filho, que também veste a indumentária. Lázaro disse estar emocionado por participar e entoou o "Ajayô", saudando os associados.

Com relação aos protestos de vendedores ambulantes na tarde de hoje no Farol da Barra, a secretária municipal de ordem pública, Rosemma Maluf, afirmou que as normas para exercer as atividades de comércio no Carnaval foram estabelecidas bem antes da festa, principalmente no que se diz respeito à exclusividade das marcas.

“Essa modalidade não é adotada pela primeira vez na festa. Acontece desde 2014. O Carnaval foi patrocinado e houve a exigência de venda exclusiva. Por isso, a manifestação foi só de um pequeno grupo de ambulantes, provavelmente de outras cidades. São vendedores de oportunidade, aqueles que trabalham ocasionalmente e que não são ambulantes profissionais”, explicou a gestora.

Ela afirmou que esse pequeno grupo não vai desestabilizar um trabalho de ordenamento que já foi feito com bastante antecedência e diálogo com os ambulantes. "Adotamos esse mesmo modelo não só no Carnaval, mas como em outras festas, como o Réveillon. Os ambulantes que de fato fazem um trabalho sem politicagem sabem disso e são parceiros da Prefeitura nesse ordenamento. Então essa manifestação foi um fato pontual de um grupo de manifestantes que querem tumultuar um Carnaval", ressaltou a secretária.

Rosemma Maluf disse ainda que repudia a violência e que o procedimento da Semop é o "conflito zero". "O nosso trabalho não é ir para o embate, nem para o confronto. Não aceito nenhum tipo de manifestação agressiva e violenta. A Guarda Municipal atua juntamente com os agentes de fiscalização com o intuito de proteger nosso trabalho e a nossa equipe, mas não há orientação minha como gestora da pasta que haja violência. Os ambulantes são muito respeitados na gestão de ACM Neto. Nós trabalhamos em parceria’, finalizou.

Ambulantes contam com toda estrutura para abrigar os filhos em unidades com profissionais preparados

Leia mais: Prefeitura promove ações para coibir o trabalho infantil durante o Carnaval