Terça-Feira , 23 Maio 2017

Espaços promovidos pela Semps visam promover inclusão de pessoas idosas ou com deficiência nos circuitos da folia.

Para promover a participação e a diversão de idosos e pessoas com deficiência na folia carnavalesca, o Camarote Social, promovido pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), vai contar com três unidades localizadas em pontos estratégicos da festa para atender estes públicos. No Campo Grande, o espaço será destinado ao acolhimento dos idosos. Já na Piedade e em Ondina, os espaços serão dedicados para pessoas com deficiência. No Carnaval de 2016, os equipamentos foram utilizados por mais de 2.328 pessoas.

Todas as três unidades dos camarotes sociais serão abertas a partir da sexta-feira (24) e seguem acolhendo o público até a terça-feira (28), último dia da folia baiana. O Camarote do Idoso vai receber em sua unidade até 80 idosos por dia. O espaço estará aberto sempre das 12h às 20h.

As unidades do Camarote Acessível, localizadas na Praça da Piedade e em Ondina, possuem capacidade de público maior, beneficiando respectivamente 130 e 100 pessoas por dia. Estes espaços destinados a pessoas com deficiência funcionarão com horários diferenciados. Na Piedade o espaço ficará aberto das 13h às 21h. Já em Ondina, o funcionamento será das 17h às 3h.

As inscrições para ter acesso aos espaços foram realizadas na primeira quinzena deste mês, no Centro Unificado de Inclusão, Desenvolvimento, Assistência e Referência social (Cuidar), no Comércio. Cada inscrito tem direito a curtir um dia de folia da própria preferência junto com um acompanhante.

Além de curtir a festa com tranquilidade em uma vista privilegiada da folia, todos os presentes vão poder participar ainda de uma programação especial de atividades lúdicas que serão realizadas pelos profissionais da Semps durante a festa. Agentes da secretaria estarão disponíveis para dar assistência e suporte aos usuários na folia. Serão distribuídos nos espaços lanches e água mineral. 

Fiscais estarão de prontidão para verificar possíveis irregularidades nas estruturas durante a folia. 

 

Treze camarotes foram notificados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), nesta quarta-feira (22), no Circuito Barra/Ondina. As estruturas não possuíam plano de emergência. Esta foi a última fiscalização com caráter preventivo realizada antes do início oficial do Carnaval. 

 

As vistorias continuam durante os dias de folia, com atuação de 30 engenheiros em postos localizados estrategicamente em quatro pontos da cidade. São eles: Circuito Osmar (Campo Grande/Avenida Sete), Praça Castro Alves, Circuito Dodô (Barra-Ondina) e nos bairros onde haverá apresentações, com um posto móvel. 

 

Desde o último dia 18, os 28 camarotes privados licenciados pela Prefeitura passam por ações preventivas. O objetivo é de sanar dúvidas dos proprietários, corrigir possíveis equívocos na montagem das estruturas e garantir que foliões e trabalhadores possam utilizar os espaços sem que haja risco à integridade física.

 

 Durante as vistorias, são verificados ainda a segurança do aterramento da rede elétrica instalada na estrutura, a tensão das coberturas e o dimensionamento dos calços e escadas. Além disso, os fiscais observam o cumprimento das regras de acessibilidade, a colocação do tablado, a possível invasão do espaço público e a implantação de itens e sinalização de segurança, bem como a disponibilidade de equipamentos contra incêndio e pânico.

Homenageado deste ano será Cristóvão Rodrigues, radialista acompanhou de perto o surgimento da chamada “axé-music”.   

A Sala de Imprensa Oficial do Carnaval de Salvador será oficialmente aberta nesta quinta-feira (23), às 18h30, com presença do prefeito ACM Neto e do homenageado deste ano, o radialista Cristóvão Rodrigues. O espaço, localizado no coração do Circuito Osmar, na Praça Dois de Julho, Campo Grande, será a base de apoio para os jornalistas que trabalharão na cobertura do evento. De lá também partirá toda a produção jornalística da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom), com matérias, flashes, fotos e informações diversas sobre os serviços públicos envolvidos no evento.  

 

Neste ano, a estrutura montada será uma homenagem ao radialista Cristóvão Rodrigues, profissional que, além de completar 50 anos de cobertura da folia momesca, também é um dos personagens que ajudaram a divulgar novos artistas baianos, antes mesmo de surgir o termo axé music. “Sinto-me muito gratificado com a homenagem, principalmente em nome dos meus colegas radialistas e a Manoel Canário, que foi quem me levou para o rádio”, pontuou. 

 

Cristóvão Rodrigues iniciou a transmissão da folia momesca no ano de 1967, na Rádio Sociedade da Bahia. Nessa época, a festa ainda acontecia apenas na Avenida Sete de Setembro. No início dos anos 1980, ele começou a fazer o programa de rádio “Em dia com a noite” na então 97,5 FM, hoje Itapoan FM, época em que ele iniciou o contato mais forte com a música feita na Bahia. 

 

O radialista viu de perto o novo ritmo musical conquistar as rádios do mundo. Rodrigues revelou artistas como Sarajane, Daniela Mercury, Márcia Freire, Márcia Short, Carla Cristina, Cátia Guimma, Gilmelândia, Margareth Menezes, Ivete Sangalo e Cláudia Leite.  

 

Funcionamento – A Sala de Imprensa Oficial do Carnaval funcionará diariamente, das 9h às 21h, na Praça 2 de Julho (Campo Grande), próximo aos praticáveis de rádio e TV e camarotes oficiais. O espaço vai dar suporte à imprensa local, nacional e internacional e contará com computadores, telefones e internet sem fio. A sala também vai funcionar base para a realização de coletivas diárias. 

 

Serviço

O que: Inauguração da Sala de Impresa Oficial do Carnaval  

Onde: Praça Dois de Julho, Campo Grande  

Quando: Quinta-feira (23), às 18h30

Serviços da Prefeitura funcionam bem e Barra amanhece limpa para primeiro dia oficial de folia

Os serviços da Prefeitura atuaram de forma ostensiva em mais uma prévia do Carnaval 2017. A Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb) coletou 56,4 toneladas de resíduos sólidos durante o Pipoco, novo evento do calendário pré-carnavalesco da capital baiana, realizado na terça-feira (21), na Barra, que também contou com shows no Palco Skol. Para a limpeza das vias foram utilizados 700 litros de detergente e 350 litros de água. Os agentes do órgão atuaram entre 2h e 8h desta quarta-feira (22), com nove equipes compostas de 198 colaboradores, nove caminhões compactadores e oito carros-pipa. Além disso, a festa ocorreu sem registro de ocorrências graves.

Confira o balanço dos demais serviços que operaram durante a folia pré-carnavalesca na Barra:

Saúde - No decorrer do evento, o módulo especial montado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) no Farol da Barra contabilizou 41 ocorrências, sendo 30 registros clínicos, sete de traumas ortopédicos e três procedimentos cirúrgicos - inclusive um folião com trauma na face que foi atendido pela equipe de cirurgiões bucomaxilofaciais. Do total, apenas três pacientes necessitaram de remoção para unidades de saúde externas, como a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) dos Barris e para o Hospital Geral do Estado (HGE), para realização de exames complementares e continuidade ao tratamento. A partir desta quinta-feira (23), às 19h, todos os 10 módulos instalados pela Prefeitura nos principais circuitos da folia funcionam ininterruptamente até a Quarta-feira de Cinzas.

Trânsito e transporte - Seis veículos foram removidos por estacionamento irregular pela Transalvador, na noite de terça-feira. O entorno do circuito foi interditado totalmente por 11 barreiras de trânsito, sendo fiscalizado por 25 agentes e monitorado ainda por meio do Núcleo de Operação Assistida (NOA).

Durante a festa, 164 condutores foram abordados na blitz de alcoolemia. Destes, 18 foram notificados com base na Lei Seca por consumo de até 0,29 mg de sangue por litro de ar expelido, gerando seis remoções de veículos ao pátio e 17 habilitações retidas. No período, uma pessoa foi encaminhada a uma delegacia por consumo de álcool além de 0,34 mg/L, o que é considerado crime de trânsito.

Em mais um teste da operação de transporte - que durante a folia distribuirá 2,6 mil ônibus - a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) informa que, até 2h desta quarta-feira (22), cerca de 200 mil pessoas foram transportadas pelo sistema público de transporte.

Fiscalização - Em vistoria realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), 32 estabelecimentos foram fiscalizados, resultando na emissão de 17 notificações e 28 advertências verbais. Durante a ação, foram removidos 38 artefatos publicitários que estavam em desacordo com o patrocinador oficial da festa - seis banners, oito placas, seis faixas, 12 sombreiros, um cavalete, três engradados de bebidas, um freezer e três engenhos luminosos irregulares.

Atuando em apoio às operações dos demais órgãos da Prefeitura, a Guarda Civil Municipal ainda realizou diversas intervenções em brigas e prestou apoio à população, atendendo a denúncias sobre suspeitos de praticarem furtos e roubos no perímetro da festa. No trabalho em conjunto com a Semop, por exemplo, foram retiradas de circulação cervejas em embalagens de vidro, entre outras bebidas em recipientes não permitidos.

Foram realizadas ainda ações conjuntas para aferição sonora no trio elétrico da Timbalada e no Palco Skol, onde se apresentaram os cantores Saulo Fernandes e Léo Santana. Em nenhum dos casos houve necessidade de condução de indivíduos para delegacias ou postos avançados da Polícia Militar.

A Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), informa que hoje (22) serão instaladas placas de sinalização nas zonas de silêncio, locais onde não será permitida a passagem de som dos trios, nem utilização de aparelhos de som ligados em bares ou veículos nas áreas residenciais dos circuitos do Carnaval. A medida atende a uma antiga reivindicação dos moradores que residem em trechos que integram os circuitos da folia e segue até a Quarta-feira de Cinzas.

 

O monitoramento das zonas de silêncio ocorre nas proximidades do Hospital Espanhol e entre Porto da Barra e Hotel Vila Velha, no Corredor da Vitória. Segundo o secretário de Ordem Pública, Marcus Passos, uma equipe de fiscalização estará disponível nos locais munida com o decibelímetro, aparelho utilizado para realizar o monitoramento sonoro.

 

A Prefeitura lembra que, para os trios, numa distância de cinco metros, são permitidos até 110 decibéis. No caso de palcos e camarotes, os índices determinados são entre 85 e 100 decibéis.

Centros de convivência e campanhas educativas serão promovidos para atender ao público considerado mais vulnerável em eventos de massa

 

Crianças e mulheres geralmente são as maiores vítimas em locais de grande concentração de pessoas: seja por violência, por trabalho infantil ou por exploração sexual. Com a missão de unificar os esforços na luta em defesa desse público, a Secretaria de Política para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), em parceria com a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), vão oferecer abrigos para os filhos dos ambulantes que vão trabalhar todos os dias na folia.

 

Os espaços vão funcionar 24h e estão instalados nas imediações dos circuitos. A intenção é dar mais comodidade aos pais e responsáveis, que podem visitar os filhos a qualquer instante. Nestes locais, meninos e meninas vão contar com apoio de uma equipe multidisciplinar formada por psicológicos, pedagogos e assistentes sociais, além de seis refeições por dia. São mais de 200 profissionais contratados e capacitados pela Prefeitura para dar total segurança, estrutura e apoio aos menores acolhidos.

 

Através de parcerias firmadas com a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Superintendência Regional do Trabalho na Bahia e a ONU Mulher, serão oferecidos 400 conjuntos de roupas e calçados e kit escolar. A medida é um incentivo a mais para que as crianças possam estudar.

 

Dentre as atividades lúdicas que integram o projeto dos centros de acolhimento está a oficina supervisionada de brinquedos, em que a própria criança vai construir as peças com madeiras, tecidos e tintas. Também será promovido o Cirandando Brasil, desenvolvido pela pesquisadora Nairzinha. O programa resgata, atualiza e devolve a cultura da brincadeira brasileira, promove a integração entre as crianças, fortalece a identidade cultural, oportuniza a troca de saberes interclasses e reforça a autoestima, de forma a contribuir para uma cultura de paz pela brincadeira.

 

Defesa da mulher – Para o Carnaval de Salvador 2017, a SPMJ lançou a campanha “No Carnaval não vale tudo. Violência contra a Mulher não é fantasia”. Este ano serão dois temas envolvidos: o primeiro é de combate à violência contra a mulher e o outro é para coibir o turismo sexual.

 

Serão distribuídos materiais de divulgação alertando sobre os dois assuntos e destacando que praticá-los é crime. Folhetos, ventarolas, adesivos e cartazes também serão entregues em pontos turísticos, locais de embarque e desembarque, além de hospedarias situadas na região da maior festa de rua do planeta. Outra é a ação virtual, disparando cards nas redes sociais, para atingir um maior número de pessoas.

 

“A ideia é justamente levar o conhecimento de que tanto a violência quanto o turismo sexual são passiveis de processo e punição. Isto mostra à mulher que ela não está sozinha, muito menos desamparada”, afirma a secretária Taissa Gama.

 

Aliado a esta ação, o Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência Loreta Valadares, nos Barris, vai funcionar em esquema especial para atender vítimas. Será oferecido acompanhamento multidisciplinar nas áreas psicológica, social e jurídica, além do pedagógico dispensado às crianças que acompanham as mães.

 

A Prefeitura disponibiliza, também, a Casa de Acolhimento Provisório de Curta Duração Irmã Dulce, que atende mulheres em situação de violência que registraram boletim de ocorrência e manifestaram a necessidade de se afastar do agressor. O espaço tem capacidade para abrigar até 30 mulheres por 15 dias. Como se trata de um local sigiloso, o encaminhamento é feito através da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), com unidades localizadas nos bairros de Brotas e Periperi.

A Prefeitura vai disponibilizar 6.113 vagas durante o Carnaval, próximas aos circuitos das festas. São 2.890 vagas de zona azul e três mil de estacionamento remoto nos shoppings (Salvador e Norte Shopping). Haverá ainda 100 vagas no estacionamento de São Raimundo, 52 na Barroquinha, 46 na Praça Cayru e 25 na Av. Almirante Marques de Leão (ao lado do Barra Center). O valor cobrado será de R$ 20, a cada 12 horas. Os estacionamentos vão funcionar a partir desta quinta (23) até 1º de março.

 

As vagas de zona azul estão localizadas na marginal da Av. Anita Garibaldi, acesso à Federação; Avenida Anita Garibaldi, sentido Centro, trecho entre o Hospital Jorge Valente e o Monumento a Clériston Andrade, incluindo as marginais; Avenida Anita Garibaldi, sentido Rio Vermelho, trecho a partir da Alameda Guedevile; Av. EUA; Av. da França; Rua Portugal; Rua da Conceição da Praia; Rua da Mouraria; Av. Joana Angélica/UCSAL, entre o IPS e a Rua Nova do Paraíso; Rua da Salete; Ladeira do Salete; Vale dos Baris.

 

Estacionamentos também serão permitidos na Rua Comendador José Alves Ferreira; Rua Professor Paulo Almeida (atrás da GTRAN); Ladeira da Fonte (Concha Acústica); Rua Professor Aristides Novis, São Lázaro - Federação; Av. Reitor Miguel Calmon (Vale do Canela), trecho entre Colégio Odorico Tavares e a Concessionária Marvel; Rua Juiz Rosalvo Torres, Marginal da Av. Centenário, sentido Barris; Rua Sabino Silva, em ambos os sentidos, a partir do primeiro retorno sentido Ondina; Av. J. J. Seabra, trecho entre o Terminal Aquidabã e o Mercado São Miguel.

 

Mas se o folião não quiser estacionar próximo aos circuitos, a Prefeitura disponibiliza o Expresso Carnaval, que conta com 50 ônibus, partindo a cada 15 minutos dos shoppings Salvador e Norte Shopping. O objetivo é reduzir o fluxo de veículos no entorno dos circuitos da festa, facilitando o acesso dos foliões. Adquirindo o ingresso para o veículo, os motoristas ganham o direito de estacionar os carros nesses shoppings.

 

O Expresso Carnaval só pode ser adquirido com o traslado dos usuários no valor de R$ 25 pelo bilhete, sendo R$5 do cartão que pode ser recarregado e utilizado por uma família inteira. A partir da segunda viagem, o trecho ida e volta passa a custar R$ 20, já que não há mais o custo do cartão. O bilhete já está disponível nos postos de venda instalados no Salvador Shopping (Piso L1) e no Salvador Norte Shopping (Espaço Cliente – Piso L1).

 

O Expresso Carnaval possui quatro linhas e seis pontos de paradas. A primeira linha ligará o Salvador Shopping ao bairro de Ondina, com parada no Instituto Social da Bahia (Isba). A segunda linha liga o Salvador Shopping à Barra, com paradas na sede da Transalvador (Barris) e na Avenida Centenário (atrás do Vitória Center). O terceiro itinerário conecta o Salvador Norte Shopping ao Shopping Barra, com paradas na sede da Transalvador (Barris) e na Avenida Centenário (atrás do Vitória Center). A conexão restante liga o Salvador Norte Shopping à Avenida Garibaldi, com parada no Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia (Ufba/Campus Garibaldi).

 

Cantor comanda grande baile na Praça Municipal após entrega das chaves ao Rei Momo

 

Um grande baile de Carnaval à moda antiga está sendo preparado pela Prefeitura para dar início a maior festa de participação popular do planeta nesta quarta-feira (22), a partir das 18h. A abertura do Carnaval, que será realizada na Praça Municipal, terá o comando do cantor e compositor Bell Marques, que há aproximadamente quatro décadas embala trios elétricos na folia de Salvador. Para a abertura, o cantor prepara um repertório especial composto por novos e antigos sucessos de carreira.

 

Sua seleção de hits também incluirá sua aposta para a folia de 2017, "Vou te amar o ano inteiro", música que faz alusão a relacionamentos amorosos que dão uma "pausa" durante o período carnavalesco. “Vai ser uma festa muito bacana. Quero trazer um ritmo mais brando para fazer parte deste cenário de baile. Vai ser uma noite grandiosa que a Bahia vai receber de presente”, afirmou o artista, que junto a outras 14 atrações farão a festa da abertura do Carnaval, na Praça Municipal.

 

Questionado sobre as novidades que Marques e sua equipe preparam para o Carnaval deste ano, o cantor afirma que o folião será o verdadeiro destaque da festa. “As novidades acabam quando você faz o primeiro acorde porque quem faz acontecer de verdade é o povo. As pessoas na rua fazem com que você aprenda e se motive, além das coisas que o público te oferece e você consegue misturar isso de uma forma bacana. O Carnaval tem as suas peculiaridades e o artista só contribui”, relatou.

 

Presente em tantos carnavais arrastando multidões pelos circuitos, Bell Marques possui inúmeras histórias marcantes em sua carreira. Entre os momentos de maior emoção, ele relembra seu primeiro Carnaval, quando ainda não era reconhecido e teve o prazer de encontrar alguns dos seus ídolos – Dodô e Osmar – e receber um elogio sobre a qualidade do som que ele e a banda apresentavam.

 

Outra mudança na festa deste ano que deixou o cantor animado é o palco fixo que será montado no Farol da Barra, que terá apresentações nos intervalos das passagens dos trios. Na visão do artista, todos ganham com a novidade, seja o público presente que estará no local para curtir as atrações musicais ou os foliões que já desfilaram em seus blocos. "Um ponto positivo para este palco é que ele vai dar chance para vários artistas tocarem no Carnaval. Todo artista quer tocar no Farol da barra. Esses momentos são mágicos", comentou.

A abertura oficial da folia momesca será nesta quarta-feira (22), a partir das 18h, na Praça Municipal, com uma apresentação inédita do cantor Bell Marques e outras 14 atrações que prometem transformar o local num grande baile para relembrar os antigos carnavais. É a primeira vez que a abertura acontece com esse formato. Às 18h, 14 grupos culturais, de estilos diversos, sairão em cortejo desde o Terreiro de Jesus em direção à Praça Municipal. No palco montado em frente ao Palácio Thomé de Souza, uma orquestra formada por 40 músicos se juntará ao cordão para dar início ao Grande Baile Municipal.

 

Na sequência, a partir das 19h, o prefeito ACM Neto entrega as chaves ao Rei Momo, oficializando o início do período carnavalesco. Logo depois, a cerimônia é coroada com a apresentação do cantor Bell Marques, ex-Chiclete com Banana, que brindará o público com os grandes sucessos reunidos em mais de trinta anos de carreira.

 

Homenagem - O baile que dá início à festa no início da noite servirá ainda para render homenagens ao escritor, sacerdote e artista plástico Deoscóredes Maximiliano dos Santos, mais conhecido como Mestre Didi, cujo centenário se comemora em 2017.

 

Filho de uma das mais conhecidas ialorixás da Bahia, Mãe Senhora, do Ilê Axé Opô Afonjá, Mestre Didi foi um escritor de extensa obra literária - entre 1946 e 1989 -, dedicando-se a diversas forma de expressão artísticas, tendo na escultura sua vertente mais reconhecida. Nascido em 1917 e morto aos 95 anos, em 2013, a arte de Didi explorava elementos comuns à cultura ancestral africana, como contas, couro, e plantas.

 

Confira a ordem de apresentação do cortejo que marca a abertura do Carnaval 2017 em Salvador, a partir das 18h, no Terreiro de Jesus: Baianas, Olodum, Banda Didá, Ilê Aiyê, Malê Debalê, Cortejo Afro, Filhos de Ghandy, Muzenza, Os Mutantes e Afoxé Pai Burokô e o Baile das Orquestras, comandados pelos maestros Fred Dantas, Zeca Freitas, Sérgio Benuti e Paulo Primo.

 

Barra - Pelas bandas da Barra, a festa também esquenta o clima de foliões no Circuito Sérgio Bezerra que, a partir das 16h, recebe o desfile de 28 bandas de percussão e sopro. Essa será a segunda apresentação das fanfarras, que teve sua primeira edição na última sexta-feira, contando com a participação da banda Habeas Copos, liderada pelo empresário que dá nome ao circuito.

 

“Ser ícone em relação às fanfarras, ter ficado na resistência mesmo com os grandes blocos de trios e ter conseguido criar um circuito que leva meu nome me faz muito honrado. Somos o primeiro bloco acústico do Carnaval de Salvador e conseguimos trazer essa iniciativa para a Barra”, afirma Bezerra.

 

Trânsito - Quem vai de caro para o Centro da cidade deve ficar atento às alterações promovidas pela Transalvador no tráfego da região. O acesso de veículos e o estacionamento nas imediações da festa serão alterados a partir das 16h da quarta-feira e 0h da quinta-feira (23). As vias interditadas são a Praça Castro Alves, Rua Chile, Praça Thomé de Souza (Praça Municipal), Rua da Misericórdia, Praça da Sé, Largo do Terreiro de Jesus, Ladeira da Praça (trecho entre a Rua José Gonçalves e a Praça Thomé de Souza), Rua das Vassouras e Rua do Tira Chapéu.

 

O acesso ao Centro Histórico será pela Rua do Tijolo e Rua de São Francisco. Já os veículos oriundos da Avenida Sete de Setembrofarão o retorno à altura do Edifício Sulacap e seguirão pela Rua Carlos Gomes.

 

Quem quiser ir à Barra curtir as festas encontrará proibição da circulação e o estacionamento de veículos nas imediações do Circuito Sérgio Bezerra, entre 15h da quarta-feira (22) e 4h da quinta-feira (23). As vias transversais da Avenida Oceânica, trecho compreendido entre o Largo do Farol da Barra e a Rua José Sátiro de Oliveira, serão interditadas a partir das 15h. Na Avenida Sete de Setembro (entre o Porto da Barra e o Largo do Farol da Barra), no Largo do Farol da Barra e na Avenida Oceânica (do Largo do Farol da Barra à Rua José Sátiro de Oliveira), a alteração começa às 17h.

 

Também a partir das 17h, passam a funcionar em sentido duplo de tráfego, a Avenida Sete de Setembro (entre a Rua Afonso Celso e a Rua Barão de Itapuã) e a Rua Cezar Zama (a partir da interseção com a Rua Barão de Itapuã até a Alameda Antunes). No mesmo horário, a Rua Barão de Itapuã terá o sentido de tráfego alterado.

 

Apenas moradores do bairro poderão trafegar – no sentido Centro / Barra /Ondina – do Porto da Barra à Avenida Princesa Izabel, seguindo pela Rua Drª Praguer Fróes, Rua César Zama, Rua Professor Lemos de Brito (Morro do Gavazza), Rua Afonso Celso, Rua Miguel Bournier, Avenida Centenário, Rua Professor Sabino Silva, Rua Professor Oswaldo Ribeiro (via marginal à Avenida Oceânica) até a Avenida Adhemar de Barros. No sentido Ondina / Centro, os moradores seguirão pelas avenidas Oceânica, Adhemar de Barros e Anita Garibaldi.

 

Demais veículos oriundos da Ladeira da Barra retornarão no Porto da Barra. Os que seguem no sentido Ondina/Centro seguirão pela Avenida Oceânica, Rua José Sátiro de Oliveira e Avenida Centenário.

Visando garantir os direitos dos cidadãos já previstos no Código de Defesa do Consumidor (CDC), será realizada no período do Carnaval uma série de inspeções em estabelecimentos localizados nos circuitos da festa com intuito de inibir irregularidades e o descumprimento das normativas. A ação vai tentar evitar possíveis vícios de comerciantes como a venda de produtos com prazo de validade vencido ou sem etiqueta de preço afixada e itens mal acondicionados. A Operação Carnaval, que tem caráter educativo e fiscalizatório, será realizada por agentes do Setor de Fiscalização (Sefis), através da Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon). 

Para a operação, serão instalados quatro postos de atendimento ao cidadão, localizados estrategicamente na Rua Chile e no Campo Grande, abertos das 8h às 18h; na Barra e em Ondina, com funcionamento das 8h às 23h. Através destes postos, será possível esclarecer dúvidas sobre leis consumeristas e solicitar orientações. Já no Elevador Lacerda funcionará, de 23 a 28 de fevereiro, das 8h às 18h, um balcão com função educativa.

Em operação semelhante realizada no Carnaval do ano anterior, foram realizadas 704 vistorias a estabelecimentos comerciais, 478 atendimentos no balcão itinerante educativo e lavrados 11 autos de infração.

 

Depois do combate à exploração de crianças e adolescentes, a capital baiana é novamente palco de lançamento de campanha nacional para o Carnaval, desta vez de prevenção à Aids e DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) durante a folia. A cerimônia foi realizada nesta terça-feira (21), no Museu du Ritmo, no Comércio, e contou com as presenças do ministro da Saúde, Ricardo Barros; do prefeito ACM Neto; do vice-governador João Leão; dos secretários municipal e estadual da Saúde, respectivamente José Antônio Rodrigues Alves e Fábio Villas-Boas; e do artista e anfitrião Carlinhos Brown.

 

Com o slogan “No Carnaval, use camisinha e viva essa grande festa!”, a campanha visa sensibilizar principalmente jovens de 15 a 24 anos, cujos casos de HIV/Aids cresceram 85% dos últimos 10 anos. Para ajudar nessa tarefa, a ação deste ano terá personagem distribuindo camisinha em blocos de rua. Serão distribuídos em todo o país 74 milhões de preservativos durante a folia – 2 milhões apenas em Salvador.

 

“Esse início da campanha aqui em Salvador é um reconhecimento a este que é o Carnaval com o maior volume de pessoas participando da festa. Queremos proteger a todos, para que tenham apenas boas lembranças da folia”, ressaltou o ministro Ricardo Barros. Ele ainda complementou que o papel do ministério é promover a campanha e fornecer o material necessário para que estados e municípios possam fazer as ações de distribuição de preservativos, testagem e tratamento.

 

Para o prefeito ACM Neto, é uma honra para Salvador receber o lançamento nacional da campanha de prevenção às DSTs/Aids no Carnaval. “Cada quilômetro de percurso nos circuitos terá uma unidade de saúde capacitada para distribuir as camisinhas. Também teremos duas unidades do Fique Sabendo, uma na Barra e outra na Carlos Gomes, para fazer testes rápidos de HIV, sífilis e todos os tipos de hepatite. A pessoa poderá fazer esses testes e, caso o resultado seja positivo, já vamos ter de plantão duas unidades para onde essas pessoas vão ser encaminhadas para terem toda a assistência e apoio. Já é uma tradição do Carnaval aproveitar a presença de pessoas do Brasil e do mundo inteiro para fazer a conscientização sobre a importância do uso da camisinha, em apoio a essas ações do Ministério da Saúde”, comentou.

 

Dados – As peças publicitárias este ano trazem o panorama de 260 mil pessoas vivendo com HIV e que ainda não estão em tratamento, e também de 112 mil brasileiros que têm o vírus e não sabem disso. Pesquisa de Conhecimento, Atitudes e Práticas indica queda no uso regular do preservativo entre os que têm de 15 a 24 anos, tanto com parceiros eventuais – de 58,4% em 2004 para 56,6%, em 2013 – como com parceiros fixos – queda de 38,8% em 2004 para 34,2% em 2013.

 

Com relação aos ainda mais novos, os dados preocupam ainda mais. Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense), realizada nas escolas de todo o país com adolescentes de 13 a 17 anos, reforça esse cenário: 35,6% dos alunos não usaram preservativos em sua primeira relação sexual. O percentual das meninas que tiveram relação sem camisinha é de 31,3%, e dos meninos, é ainda maior: 43,02%. O mesmo estudo aponta que, quanto mais jovem, menor é o uso da camisinha. Enquanto 31,8% dos jovens de 16 e 17 anos não usaram preservativos em sua primeira relação sexual, esse índice sobe para mais de 40% entre os jovens de 13 a 15 anos.

As credenciais de imprensa do Carnaval 2017 podem ser retiradas nesta quarta-feira (22), a partir das 14h, no quarto andar do Edifício Ranulfo Alves (prédio da ABI e da Prefeitura-Bairro do Centro), na Praça da Sé. A retirada deve ser feita junto aos colaboradores Ivaldo ou Ana Virgínia, mediante apresentação de documentação de identificação. 

Nesta quinta-feira (23), as credenciais podem ser retiradas na Sala Oficial de Imprensa do Carnaval, montada na Praça Dois de Julho, no Campo Grande, a partir das 16h e até as 20h. A partir de sexta-feira (24), as credenciais podem ser retiradas no mesmo espaço entre 9h e 21h. 

 

Mais de 130 estruturas são autorizadas pela Prefeitura para funcionar durante folia

  

Vinte e oito camarotes privados foram licenciados pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), para operar no Carnaval 2017. Aproximadamente 130 estruturas serão fiscalizadas pela secretaria, entre palcos, camarotes, arquibancadas, rede de comunicação e praticáveis montados pelo município, estado e empresas de rádio e televisão. Nesta quarta (22), acontece mais uma ação de vistoria por parte da Sedur, a partir das 10h, nos camarotes do Circuito Dodô (Barra-Ondina), com concentração no Cristo

 

Para que o funcionamento ocorra sem sobressaltos durante a folia, a Sedur realiza, desde o dia 18 de janeiro, ações preventivas com o objetivo de sanar dúvidas dos proprietários, corrigir possíveis equívocos na montagem das estruturas e garantir que foliões e trabalhadores possam utilizar os espaços sem que haja risco à integridade física nem ao patrimônio.

 

Durante as vistorias, são verificados ainda a segurança do aterramento da rede elétrica instalada na estrutura, a tensão das coberturas e o dimensionamento dos calços e escadas. Além disso, os fiscais observam o cumprimento das regras de acessibilidade, a colocação do tablado, a possível invasão do espaço público e a implantação de itens e sinalização de segurança, bem como a disponibilidade de equipamentos contra incêndio e pânico.

 

Os trabalhos, em caráter preventivo, ocorrem até esta quarta-feira (22). A fiscalização, entretanto, acontece durante todos os dias da festa, com a atuação de 30 engenheiros em postos localizados estrategicamente em quatro pontos da cidade: Circuito Osmar (Campo Grande/Avenida Sete), Praça Castro Alves, Circuito Dodô (Barra-Ondina) e nos bairros, com um único posto móvel. 

 

Grande porte - Para estruturas consideradas de grande porte - cujas dimensões máximas ultrapassem 500 metros quadrados de área -, a Sedur determina que seja respeitado o limite máximo de duas pessoas por metro quadrado. Ou seja: num espaço de 500 m² devem constar, no máximo, mil pessoas.

 

"Caso esse número seja ultrapassado, o responsável pelo camarote receberá uma notificação da secretaria com a solicitação de que a quantidade de usuários do espaço seja adequada às normas vigentes. Em caso de reincidência ou desobediência das leis, o funcionamento da estrutura será embargado", alerta o coordenador de Fiscalização Urbanística e Segurança da Sedur, Everaldo Freitas.

 

Outro ponto que deve ser observado pelos proprietários e responsáveis pelos camarotes é a presença de duas duplas de brigadistas (quatro bombeiros civis) para estruturas com até 500 metros quadrados de área, de modo a garantir a segurança dos usuários e funcionários dos espaços.

 

 

Camarotes e demais espaços serão fiscalizados pela Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo

 

Para o Carnaval de Salvador 2017, 28 camarotes privados foram licenciados pela Prefeitura até agora, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). No geral, aproximadamente 130 estruturas serão fiscalizadas pelo órgão, entre palcos, camarotes, arquibancadas, rede de comunicação e praticáveis montados pelo município, estado e empresas de rádio e televisão.

 

Para que o funcionamento ocorra sem sobressaltos durante os 11 dias de folia, a Sedur realiza ações preventivas desde o dia 18 de janeiro. As atividades visam sanar dúvidas dos proprietários, corrigir possíveis equívocos na montagem das estruturas e garantir que foliões e trabalhadores possam utilizar os espaços sem que haja risco à integridade física e ao patrimônio.

 

Durante as vistorias é verificada ainda a segurança do aterramento da rede elétrica instalada na estrutura, a tensão das coberturas e o dimensionamento dos calços e escadas. Os fiscais observam também o cumprimento das regras de acessibilidade, a colocação do tablado, a possível invasão do espaço público e a implantação de itens e sinalização de segurança, bem como a disponibilidade de equipamentos contra incêndio e pânico.

 

Os trabalhos, em caráter preventivo, ocorrem até quarta-feira (22). A fiscalização, entretanto, acontece durante todos os dias da festa, com a atuação de trinta engenheiros em postos localizados estrategicamente em quatro pontos da cidade: Circuito Osmar (Centro), Praça Castro Alves, Circuito Dodô (Barra-Ondina) e nos bairros, sendo este o único posto móvel.

 

Para estruturas consideradas de grande porte - cujas dimensões máximas ultrapassem 500 metros quadrados de área -, a Sedur determina que seja respeitado o limite máximo de duas pessoas por metro quadrado. Ou seja: num espaço de 500 m² devem constar, no máximo, mil pessoas.

 

"Caso esse número seja ultrapassado, o responsável pelo camarote receberá uma notificação da secretaria com a solicitação de que a quantidade de usuários do espaço seja adequada às normas vigentes. Em caso de reincidência ou desobediência das leis, o funcionamento da estrutura será embargado", alerta o coordenador de Fiscalização Urbanística e Segurança da Sedur, Everaldo Freitas.

 

Outro ponto que deve ser observado pelos proprietários e responsáveis pelos camarotes é a presença de duas duplas de brigadistas (quatro bombeiros civis) para estruturas com até 500 metros quadrados de área. A medida visa garantir a segurança dos usuários e funcionários dos espaços.

 

Saúde - À parte a fiscalização das estruturas, a Prefeitura verifica também nos camarotes se são respeitadas as normas básicas de saúde pública, exigidas pela Vigilância Sanitária do município (Visa) e referentes aos setores de cozinha e sanitários. São observados detalhes como acondicionamento, manuseio e preparo de alimentos, além da localização e higiene dos banheiros.

 

Durante a inspeção é verificado o cumprimento das legislações sanitárias adotadas pelas entidades carnavalescas nos trios elétricos e nas instalações físicas. Será avaliado também o sistema hidráulico, as estruturas física, sanitária e elétrica, além dos reservatórios de água potável e de dejetos de trios e camarotes, bem como a documentação dos blocos.

 

Em relação aos trios elétricos, aqueles que forem aprovados na inspeção receberão uma licença especial para atuar nos circuitos até o próximos dias 28 de fevereiro e 1º de março. Os que não estiverem em conformidade serão orientados sobre as normas exigidas. Sem a autorização dos serviços referentes a lanchonetes, banheiros, posto médico e comércio de bebidas, não será concedida autorização especial.

“Esquenta” para o Carnaval acontece nesta terça-feira (21), a partir das 17h, e contará com trio e palco no Circuito Dodô (Barra/Ondina)

 

Depois do pré-Carnaval com o Fuzuê e Furdunço, que reuniu cerca de um milhão de pessoas do Circuito Orlando Tapajós (Ondina/Barra) no último fim de semana, mais um evento gratuito servirá como “termômetro” para o Carnaval de Salvador 2017. Realizado pela Skol, uma das marcas patrocinadoras da folia soteropolitana, o Pipoco acontece nessa terça-feira (21), a partir das 17h, e conta com apoio da Prefeitura.

 

A concentração será realizada em frente ao Camarote Skol, localizado no Morro do Gato, em Ondina. A partir das 19h, a banda Timbalada assume o trio e segue até o Farol da Barra. Às 20h30, com a chegada do trio ao destino final, será aberta a programação do Palco Skol, montado em frente a um dos principais cartões-postais da cidade e que contará com as apresentações de Saulo, Léo Santanna, Dennis DJ e Alok.

 

“Neste Carnaval a Skol vai incentivar as pessoas a sair do lugar comum, a sair do quadrado e inspirá-las para que abram a cabeça para o novo, derrubando todas as barreiras. A antecipação da festa e o circuito invertido é uma motivação para isso”, ressalta Felipe Bratfisch, gerente regional de marketing da Ambev, e um dos responsáveis pela programação na Bahia.

 

Expectativa – Uma das atrações do Pipoco, a banda Timbalada vai apresentar grandes sucessos e a nova aposta para este Carnaval: “Por conta desse amor”, resultado da parceria entre Carlinhos Brown e Michael Sullivan. Ansioso pela apresentação, o cantor Denny explica que a festa terá um gosto especial por acontecer em frente a um dos monumentos históricos que mais representam a cidade.

 

Já a cantora alagoana Millane Hora, que fará a estreia na folia em Salvador ao lado de Denny, é só expectativa. “Será um Carnaval de muita alegria para os foliões e também será um momento muito especial para todo mundo. Estou me dedicando muito e o sentimento que tenho é de amor e realização por estar na Timbalada e poder participar da festa”, afirma.

 

Palco Skol – O Palco Skol vai funcionar de quinta a terça-feira (23 a 28). Todos os dias, a abertura será com o grupo FitDance, às 17h (exceto na quinta-feira, que será às 16h). A partir de 0h, duas atrações farão o “estica” para os foliões que estiverem no Circuito Dodô (Barra/Ondina). Dentre as atrações estão Thiaguinho, Daniela Mercury, Gabriel Diniz e BaianaSystem. 

 

 

A programação cultural do Pelourinho Dia e Noite, promovida pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), traz a ressaca do Carnaval com os Personagens Vivos, ampliando a folia. Os Personagens Vivos recebem baianos e turistas para um passeio cultura-histórico-político e artístico na terça-feira (07), às 11h, com ponto de concentração na Praça Municipal.

 

O cortejo começará com Zumbi acompanhado dos músicos, recebendo os turistas no Elevador Lacerda. Em seguida, o grupo encontra Carmem Miranda em frente à Igreja da Misericórdia; Castro Alves na Praça da Sé; Raul Seixas no Cruzeiro de São Francisco; Gabriela na ladeira do Pelourinho; e Michael Jackson no Largo do Pelourinho, finalizando com um pocket show.

 

Mais atrações - O Pelourinho Dia e Noite começa, no entanto, antes mesmo do passeio com os Personagens Vivos. No sábado (04), às 17h, abrindo o mês, o Clube dos Caretas promete arrastar todo mundo na ressaca de carnaval do Música nas Esquinas, começando na Rua Direita do Santo Antonio. Já às 19h, o ijexá do Afoxé Filhos do Congo inicia o cortejo pelas ruas e bares do Pelô. No domingo (05), o Grupo Patuscada toca o melhor do chorinho no Concerto nas Igrejas, às 11h, no Museu da Misericórdia.

 

A programação infantil faz a ressaquinha de carnaval para as crianças de todas as idades com o Playgrude, no Largo de Santo Antônio, domingo (05), às 16h30. À frente do grupo está a cantora e compositora Marcela Bellas, que se apresenta acompanhada de Sulivã Bispo e Ingridy Carvalho. Juntos, os três artistas apertam o play e botam todos para cantar, dançar e brincar, principalmente no “momento karaokê”, quando as crianças é que passam a comandar e fazer o show.

 

Serviço:

 

Música nas Esquinas

Quando: Sábado, 04/03 - 17h

O que: Clube dos Caretas, promove ressaca de carnaval puxando o cortejo musical saindo da Rua Direita do Santo Antonio.

Onde: Santo Antonio Além do Carmo

 

Quando: Sábado, 04/03 - 19h

O que: Afoxé Filhos do Congo arrastão pós carnaval pelas ruas, praças e bares do Pelourinho.

 

Concerto nas Igrejas

Quando: Domingo, 05/03 - 11h

O que: Grupo Patuscada

Onde: Museu da Misericórdia

 

Programação Infantil

Quando: Domingo, 05/03 - 16h30

O que: Playgrude

Onde: Largo do Santo Antônio

 

Personagens Vivos

Quando: Terça-feira, 07/03 - 11h

O que: Personagens Vivos – cortejo cultura-histórico-político e artístico com personagens do cenário artístico, cultural, político e literário da Bahia

Onde: Da Praça Municipal até Largo do Pelourinho

 

 

Cerca de 86,2 toneladas de resíduos foram recolhidas pela Limpurb durante o Furdunço e Fuzuê, na Barra. As ações de limpeza começaram na madrugada após cada um dos eventos, deixando as ruas limpas às 8h do sábado e do domingo, envolvendo cerca de 350 funcionários. Foram disponibilizados oito caminhões pipas, nove compactadores e 3 carretas. Durante a festa, foram espalhados 400 sanitários químicos e 12 sanitários climatizados para uso da população.

 

Sedur - Durante o Fuzuê e o Furdunço, a Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) fez 1.546 apreensões e 52 advertências verbais para orientação sobre a venda de bebidas da marca do patrocinador e publicidade. Entre os itens apreendidos estão placas, sombreiros e panfletos. Foram realizadas ainda vistorias em estabelecimentos comercias com o objetivo de fiscalizar a venda de bebidas em vasilhames de vidro.

 

Semop - De acordo com informações da Secretaria de Municipal de Ordem Pública (Semop), durante o final de semana foram realizadas 262 apreensões de materiais irregulares entre os ambulantes. O relatório da secretaria apontou que 92 garrafas de vidro, 120 litros de príncipe maluco e 50 carrinhos de supermercado foram confiscados, além de espetos de churrasco. Os itens são irregulares por comprometerem a segurança de foliões.

 

SMS - A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou 86 atendimentos nos dois dias de festa, com 10 transferências para outras unidades. Foram 44 casos clínicos, 27 cirúrgicos e 15 ortopédicos, sendo a maioria resolvida no próprio módulo de saúde, o que comprova a qualidade e resolutividade da prestação do serviço. No mesmo evento do ano passado, foram realizados 52 atendimentos com cinco transferências.

Programação já começa neste domingo (19), no Dique do Tororó, dentro do pré-Carnaval, e prossegue em outras nove localidades durante a festa

 

A criançada tem folia garantida nos bairros durante o Carnaval de Salvador 2017. Por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel), a Prefeitura vai promover os Bailinhos de Lazer. Ao som de uma banda de fanfarra, todos vão poder curtir próximo à própria residência atividades lúdicas, recreativas e esportivas do Ruas de Lazer.

 

Cama elástica, jogos de futebol, vôlei, basquete, totó, dominó e baralho, além de oficina de pintura, são algumas das atrações. Para animar ainda mais os pequenos e fazer com que eles entrem no clima da festa, serão distribuídos kits carnavalescos com espuma, confete, serpentina, colar havaiano, máscara, mamãe sacode, apito, tinta para cabelo e bolinha de sabão.

 

O secretário municipal da Semtel, Geraldo Júnior, ressalta que a iniciativa tem o objetivo de dar acesso de forma democrática às famílias soteropolitanas, priorizando o público infantil. “É um trabalho que foi pensado e planejado para os pais, mães ou responsáveis por crianças que não podem se deslocar para os circuitos do carnaval, para que não percam um dia dessa festa.”

 

O gestor salienta ainda que está sendo disponibilizada uma estrutura adequada e de excelente qualidade, com uma equipe de profissionais capacitados. “Esta estrutura é parte importante de uma estratégia saudável e prazerosa de inclusão social. Queremos que todos possam curtir de forma agradável e segura a folia momesca - momento de muita alegria que acontece na nossa cidade”, completa.

 

Programação:

 

Dia 23/02 (quinta-feira)

Local: São Tomé de Paripe - Praça da orla, das 13h às17h

 

Dia 24/2 (sexta-feira)

- Liberdade – Plano inclinado, das 8h às 13h

- São Caetano – Praça de São Caetano, das 13h às 17h

 

Dia 25/2 (sábado)

- Ribeira – Orla, das 8h às 13h

 

Dia 26/2 (domingo)

- Itapuã – Petromar, das 13h às 17h

- Nova Esperança – Ceasa (campo de futebol, ao lado da Associação), das 8h às 13h

 

Dia 27/2 (segunda-feira)            

- Cajazeiras X – 13h às 17h

 

Dia 28/2 (terça-feira)

- Cabula - Rótula do Juliano Moreira, das 8h às 13h

- Pau da Lima - Praça de Colina de Pituaçu, das 13h às 17h

 

 

 

Operação terá ainda com uma linha gratuita ligando a Estação da Lapa ao bairro do Calabar

 

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), preparou um esquema especial de transporte para o folião que utiliza o sistema público ou aquele que vai deixar o carro em casa nos dias de Carnaval. Durante a folia, 2.600 coletivos, divididos em 140 linhas, atuarão em três faixas de horário. Das 5h às 13h, o sistema terá 50% da frota disponível. Entre 13h e 21h, a população contará com 60% da frota. Já das 21h às 5h, serão disponibilizados 70% dos veículos, de modo que ninguém perca o horário de saída dos blocos e que o retorno para casa ocorra em segurança. Ao todo, 12 mil rodoviários vão atuar nos onze dias de festa.

 

Visando garantir a tranquilidade dos usuários do transporte público, além de promover a organização do sistema, a Semob fiscalizará o serviço durante toda a festa. Por conta disso, uma operação especial acontece entre os dias 22 de fevereiro e 1º de março. Para controle e fiscalização do transporte, a secretaria contará com seis bases operacionais em pontos estratégicos, com cerca de 870 prepostos e 40 viaturas, que trabalharão nas ruas e no Centro de Controle Operacional (CCO).

 

Atuando em esquema especial, também haverá reforço da frota reguladora nas estações da Lapa, Pirajá, Mussurunga e Barroquinha, e pontos especiais nas avenidas Garibaldi, Centenário e Reitor Miguel Calmon, além da Praça Cairu.

 

Traslado gratuito - Como novidade para este ano, uma linha gratuita ligando a Estação da Lapa ao bairro do Calabar passa a operar a partir da quinta-feira (23). Pensado exclusivamente para a folia, o serviço de traslado contará com 36 veículos e funcionará durante 24h, a partir de 5h de 23 de fevereiro, seguindo até 10h da Quarta-feira de Cinzas (1º/3).

 

A Semob alerta aos foliões que esta será a única linha de ônibus que irá circular na Avenida Centenário durante a folia. Uma vez na Lapa, os usuários terão acesso às demais linhas do sistema, como também aos demais meios de transporte ofertados na capital, de forma a ordenar o deslocamento das pessoas no entorno da festa.

 

Com objetivo semelhante, também será criada uma linha conectando os bairros de Ondina e Costa Azul, com o seguinte itinerário: Ondina; Rua da Paciência; Largo da Mariquita; avenidas Amaralina e Otávio Mangabeira; Costa Azul; Retorno próximo ao Bambara; Rua Fernando Menezes Góes; Avenida Manoel Dias da Silva; Rua Visconde de Itaboraí; Rua Osvaldo Cruz; Largo da Mariquita; Rua João Gomes; Rua da Paciência; Ondina.

 

Expresso Carnaval - Para conduzir os foliões com comodidade e segurança para os circuitos da folia, será disponibilizada uma frota exclusiva, composta por 50 veículos, que sairá a cada 15 minutos do Salvador Shopping e do Salvador Norte Shopping. Adquirindo o ingresso para o veículo, os motoristas ganham o direito de estacionar os carros nesses shoppings e buscá-los após a festa.

 

Cada bilhete custa R$ 25, sendo R$ 5 do cartão, que pode ser recarregado e utilizado por uma família inteira. Ou seja, a partir da segunda viagem, o trecho ida e volta passa a custar R$ 20, já que não há mais o custo do cartão. O bilhete já está disponível nos postos de venda instalados no Salvador Shopping (Piso L1) e no Salvador Norte Shopping (Espaço Cliente – Piso L1).

 

O Expresso Carnaval possui quatro linhas e seis pontos de paradas. A primeira linha ligará o Salvador Shopping ao bairro de Ondina, com parada no Instituto Social da Bahia (Isba). A segunda linha liga o Salvador Shopping à Barra, com paradas na sede da Transalvador (Barris) e na Avenida Centenário (atrás do Vitória Center). O terceiro itinerário conecta o Salvador Norte Shopping ao Shopping Barra, com paradas na sede da Transalvador (Barris) e na Avenida Centenário (atrás do Vitória Center). A conexão restante liga o Salvador Norte Shopping à Avenida Garibaldi, com parada no Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia (Ufba/Campus Garibaldi).

 

Mais opções - Além do sistema convencional, o folião poderá contar com os veículos do Subsistema de Transporte Especial Complementar (Stec), que terá 45 linhas operando das 4h à 0h, atendendo usuários no Vale do Canela, Avenida Garibaldi e Praça Cairu. Os microônibus terão como destino as seguintes localidades: Paripe, Ceasa, São Cristóvão, Periperi, Cajazeiras, Itapuã e Brasilgás.

 

Com autorização de cobrança de Bandeira 2 a partir das 18h do dia 23 de fevereiro até 12h de 1º de março, 7,3 mil táxis estarão disponíveis aos foliões. Para garantir a fluidez no trânsito e facilitar o ir e vir da população, foram criados corredores exclusivos para este tipo de transporte. Um deles fica na Avenida Oceânica, entre a curva da Paciência e a Praça do Sol, com desvio para a Rua Senta Pua, em Ondina. O outro corredor está localizado na Avenida Centenário, entre o retorno compartilhado em frente ao Habib´s e o último retorno nas proximidades da Rua Miguel Burnier.

 

De acordo com a Semob, todos os táxis com acesso a essas vias deverão utilizar as faixas exclusivas para embarque e desembarque de passageiros. Para facilitar a vida dos usuários deste sistema, os pontos de táxi ficarão localizados no Viaduto Menininha do Gantois (Vale do Canela), no Colégio Central (Avenida Joana Angélica), em frente ao Instituto Feminino da Bahia (Politeama de Cima), na parte interna da Estação da Lapa (parte interna), ao lado do posto policial do Terminal da Barroquinha, na Rua do Tijolo (ao lado do Viaduto da Sé), na Praça do Sol, nas proximidades do Colégio Isba, em Ondina, na Rua Edgard da Mata, via perpendicular à Avenida Adhemar de Barros, na Avenida Centenário, próximo à Rua Airosa Galvão, na Praça Cairu, na Rua Gabriel Soares (perpendicular à Ladeira dos Aflitos), na Ladeira do Taboão (próximo à Praça do Pelourinho), no Porto da Barra (Rua Barão de Serigy, próximo ao Hotel Sol Barra), na Avenida Anita Garibaldi (saída da Rua Agnelo de Brito), e na Avenida da França (próximo ao Galpão 7 da Codeba).

 

Ascensores - De 0h do dia 23 de fevereiro até o meio-dia de 1º de março, o Elevador Lacerda terá funcionamento gratuito, de forma a agilizar a movimentação dos foliões entre as cidades Alta e Baixa, durante a festa. Também com acesso sem custos nos dias 23 e 24 de fevereiro, os planos inclinados Gonçalves e Pilar farão o traslado da população entre os dois patamares do centro antigo da cidade, funcionando das 7h às 19h. Já no dia 26 de fevereiro, a operação será das 7h às 13h. Depois disso, o sistema só será reaberto a partir das 12h do dia 1º de março.

O pré-Carnaval de Salvador não terminou neste domingo (19) com o Furdunço, na Barra. Na próxima terça-feira (21) tem mais um "esquenta" no Farol da Barra, com trio elétrico e Palco Skol, com várias de atrações gratuitas, entre elas Timbalada, Saulo e Léo Santana, em festa que começa a partir das 17h, no Morro do Gato, em Ondina. "Baixar as cordas é uma tendência irreversível do Carnaval de Salvador. Teremos cada vez mais eventos e atrações gratuitas", avaliou o prefeito ACM Neto, ao participar do Furdunço, na tarde de hoje. 

"O Furdunço mesmo é um movimento que surgiu há quatro anos e foi se ampliando. Hoje, mais da metade das atrações do Carnaval também já é sem cordas", complementou ACM Neto, que estava acompanhado das filhas Marcela e Lívia, do secretário de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, do presidente da Saltur, Isaac Edington, e outros dirigentes municipais. Ontem (18), ACM Neto já havia participado do Fuzuê, também na Barra, outro movimento sem cordas que levou ao pré-Carnaval tradicionais bandas de sopro, percussão e muita fantasia, inclusive com o uso de bicicletas.  

Pelo Furdunço, passaram atrações como Oficina de Frevos e Dobrados, Léo Santana, Armandinho, Luciano Calazans, Flor Serena, Alexandre Leão, Bailinho de Quinta, Alex Costa e Coreto Elétrico, Quabales, Alavontê, Batifun, Amanda Santiago, Baiana System e Rafa e Pipo Marques. "Esse pré-Carnaval ajuda a cidade na medida em que o turista vem mais cedo e fica mais tempo em Salvador. Isso é excelente para nossa economia", afirmou o prefeito. Ele lembrou que o Carnaval deve movimentar R$1,5 bilhão em Salvador e gerar cerca de 250 mil empregos temporários. 

Resgate - Para Armandinho, uma das atrações do Furdunço, o Carnaval de hoje é mais dedicado ao “povão” que curte a festa em sua essência. “Estamos resgatando aquilo que foi colocado por Dodô e Osmar nas ruas. Estamos resgatando o trio elétrico para aquele povo que não tinha clube – e hoje não tem camarote. É o povão de rua. São mais de um milhão de pessoas nas ruas, trazendo o Carnaval sem cordas, como a gente vem trazendo desde os tempos de Dodô e Osmar. Esse é objetivo: fazer a animação do povão na rua. É um grande resgate que vem só engrandecer e fazer o nosso Carnaval cada vez mais do povo”, observou, entusiasmado.