Sábado , 16 Dezembro 2017

 

Dezenove estabelecimentos — entre restaurantes, sorveterias e cafés —, do Pelourinho e do Largo do São Francisco abrirão as portas neste domingo (08), a partir das 11h, para a primeira edição do Domingo Gastronômico - Culinária Baiana Original com Arte. A ação compõe o Pelourinho Dia e Noite, promovido pela Prefeitura e coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), por meio da Diretoria de Gestão do Centro Histórico.

A iniciativa promove a criação de cardápios a partir de receitas descritas no livro “Arte Culinária na Bahia”, de 1916, de Manuel Querino, e visa reafirmar aspectos marcantes da culinária baiana. “Associamos a tradição da culinária baiana às expressões artísticas da nossa cultura para entreter e oferecer uma nova experiência aos soteropolitanos e turistas que visitarem o Centro Histórico”, afirma o gestor da Secult, Claudio Tinoco.

Os cardápios — entrada, prato principal e sobremesa — possuem preços de, no máximo R$ 50,00. Entre os pratos oferecidos estarão galinha ao molho pardo e sarapatel de carneiro; caldinho de feijão e feijoada completa; bolas de inhame com feijão de leite e xinxim de galinha; angú encubado; polenta de milho e peixe com pirão e legumes; moqueca de peixe e de ovos; bolinho de aipim com queijo coalho; mini acarajés e moqueca de camarão.

Arte - A partir das 12h30, as experiências gastronômicas vão ser harmonizadas com cenas de dramaturgia, criadas pela escritora e dramaturga Aninha Franco. As encenações vão ser realizadas em diversos restaurantes participantes da ação e terão à frente da direção Rita Assemany.

Os atores Carlos Betão, Amos Heber, Bruno Roma, Dino Brasil, Diogo Teixeira e Zé Carlos interpretarão, em cenas curtas, diversos personagens da cultura baiana, a exemplo do poeta Gregório de Mattos, o babalorixá Joãozinho da Goméia, o político Cosme de Farias ou os rebeldes Lucas Dantas e Manuel Faustino, da Sedição dos Alfaiates.

A intérprete Wil Carvalho cantará, no Cuco Bistrô, “Composições Receitas”, um gênero criado pelo sambista Batatinha para a Feijoada, e repetido por muitos compositores.

No mesmo dia, também serão realizadas atrações para o público infantil e a Feira de Artes e Encantos do Sagrado, no Montepio do Artistas, no Largo do São Francisco. Serão expostas obras originais de 25 artesãos baianos.

Além disso, haverá a abertura à visitação do sobrado que abriga, desde 1883, a Sociedade Protetora dos Desvalidos, fundada em 1827 por um grupo de 19 homens negros livres e que tinha como propósito angariar e poupar recursos financeiros de seus associados para comprar alforrias.

Os estabelecimentos participantes são: CGC Café Gourmet, Cuco Bistrô, Villa Bahia, Axégo, Dona Chika-Ká, Odoyá, Cantina da Lua, Ponto do Vital, Café Conosco, Uauá, Maria Mata Mouro, Romã, Sorriso de Dadá, Alaíde do Feijão, Coliseu, La Porte, Marrom Marfim, Cravinho, Pão Pelô, A Cubana.

 

 

O investimento financeiro, aliado à habilidade técnica e à capacidade de gestão, integra a lista principal de incentivos para alavancar um projeto de sucesso, em especial no setor de inovação. E é justamente em busca de novos investidores que a plataforma Mosquito Zero participa, a partir das 13h30 deste sábado (7), do Baanko Challenge, um programa de pré-aceleração de negócios para empreendedores voltados para a área de inovação. O evento integra o Startup Day do Sebrae, e visa fomentar ações de impacto para populações com problemas socioambientais. A atividade acontece no Hotel Fiesta, na Avenida Antônio Carlos Magalhães.

A etapa final do Baanko Challenge contará com a participação de dezesseis equipes, cujos projetos de impacto social atendem os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU). Destes, os três melhores trabalhos serão contemplados. A equipe do Mosquito Zero leva como trunfo um sistema que conta com tecnologia virtual e física, através de aeronaves não tripuladas, também conhecidas como drones, atuando na identificação, catalogação e controle dos focos de infestações dos mosquitos aedes aegypti e aedes albopictus, responsáveis por arboviroses como dengue, zika vírus, chikungunya e a síndrome de Guillain-Barré.

"Estes programas de incentivo auxiliam nosso processo de sensibilização de entidades e da população sobre a necessidade de que haja uma colaboração coletiva em torno da causa. O processo de aceleração desses projetos é de extrema importância na elaboração de estratégias de contingência e erradicação dos focos de mosquitos, em especial nos domicílios, que são responsáveis pela maioria das infestações detectadas pelo sistema diariamente, alcançando algo como 80% da geração do Aedes", destaca o servidor da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Alex Sandro Correia, desenvolvedor do programa.

Mosquito Zero - O Mosquito Zero foi implantado oficialmente em 2016 e pode ser baixado nas plataformas iOS e Android. Com uma plataforma digital de fácil operação, o sistema é composto por um App, que auxilia o cidadão a identificar, registrar por meio de fotografia e notificar focos do mosquito em tempo real, além do portal mosquitozero.com.br. O projeto conta ainda com um drone dinâmico que, além da identificação dos depósitos de ovos e larvas do mosquito aedes aegypti, auxilia no tratamento dos focos.

 

A Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel) está com inscrições abertas para 211 vagas em diversas modalidades esportivas em parceria com 10 clubes sociais de Salvador. As atividades são destinadas a crianças e adolescentes de 6 a 17 anos, que podem participar de aulas gratuitas de basquete, futebol, voleibol, tênis, dança, ginástica olímpica, capoeira, natação, entre outros esportes, em clubes sociais da capital baiana. 

Os interessados devem se dirigir, das 8h às 12h e das 13h às 17h, à sede da Semtel, localizada na Ladeira do Boqueirão, nº 1, Santo Antônio Além do Carmo, ao lado da Igreja do Boqueirão. É necessário levar certidão de nascimento ou RG, comprovantes de matrícula em escola da rede pública de ensino e de residência e atestado médico. Os documentos deverão ser apresentados em vias originais e em duas (02) cópias, no ato da inscrição.

“É importante ressaltar que os alunos participantes recebem o cartão de passagem, lanche e uniforme como suporte para permanência nas atividades”, afirma o secretário Geraldo Júnior.

São parceiros dessa iniciativa a Associação Cultural e Esportiva Braskem (Aceb), Centro Espanhol, Clube Bahiano de Tênis, Clube dos Empregados da Petrobras (CEPE), Clube Recreativo Campomar, Associação Atlética da Bahia (AAB), Costa Verde Tênis Clube, Esporte Clube Vitória, Esporte Clube Ypiranga e Yatch Clube da Bahia. Os clubes sociais de caráter desportivo e cultural que incentivam a prática esportiva têm desconto no IPTU. Em contrapartida, as entidades devem disponibilizar vagas e permitir acesso às aulas e equipamentos.

A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) informa que as atividades do Plano Inclinado Gonçalves, que faz a ligação entre as cidades Alta e Baixa, serão interrompidas a partir da próxima segunda-feira (09) até sábado (14), para a realização de manutenção preventiva. Durante os dias de manutenção, os usuários do ascensor terão como opção de transporte o Elevador Lacerda. Com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 6h às 19h, e aos sábados, das 7h às 13h, e com tarifa a R$ 0,15, o equipamento transporta cerca de 10 mil pessoas diariamente.

 

 

Saborear uma moqueca deliciosa de frutos do mar, que inclui lagostas, polvo e camarões, com arroz, pirão, farofa e feijão fradinho como acompanhamentos, ou um salmão grelhado na chapa, ao molho de camarão, rodeado de bananas caramelizadas, com purê de aipim e arroz com brócolis. Tudo isso, enquanto aprecia o pôr do sol mais bonito de Salvador. Essa experiência prazerosa poderá ser realizada a partir das 11h desta sexta-feira (06), durante o 1º Festival Gastronômico da Ribeira.

 

Ao todo, 23 bares e restaurantes reunidos na Orla do bairro, entre a Penha e o Porto da Lenha, oferecerão o melhor da culinária litorânea da cidade em quatro dias de evento. O festival ocorre até a segunda-feira (9), durante o horário de funcionamento dos estabelecimentos. A iniciativa é uma realização do Programa Empreender, desenvolvido pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia (Faceb), e conta com o apoio da Prefeitura, por meio da disponibilização de serviços como iluminação e limpeza, e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas da Bahia (Sebrae).

 

Segundo o consultor do programa Empreender (Núcleo Ribeira), Adriano Câmera, o bairro tem, talvez, a maior concentração de bares e restaurantes de comidas típicas litorâneas da Bahia, mas nem todo mundo conhece. “Moradores de outros bairros não têm o costume de vir para cá para desfrutar da nossa culinária. O evento, portanto, tem como mote convidar as pessoas, mostrar que estamos prontos para recebê-las e que não é preciso sair da capital para comer bem”, afirma.

 

A abertura do evento contará com a presença do vice-prefeito, Bruno Reis, e do chefe de gabinete da Prefeitura, João Roma. Além de poder passear pela diversidade de pratos e petiscos, o público vai desfrutar de uma Ribeira totalmente reformada e aconchegante com mirantes, praças, piso compartilhado e iluminação em LED, equipamentos que foram entregues pela Prefeitura em dezembro de 2015.

 

Diretora da Faceb e empresária da Península Itapagipana, Rosemma Maluf, acredita que a região tem potencial para se tornar um polo turístico. “Nosso objetivo, com esse evento, é transformar a região no principal destino gastronômico de comida baiana do Estado. Essa é a maior extensão de bares e restaurantes que preparam comida típica litorânea na Bahia. É um produto turístico que tanto pode ser usado pelos soteropolitanos, como pode se tornar um destino para turistas de fora”, diz.

 

Sobre a Faceb – A Faceb atua com o programa Empreender na Bahia desde 2001. O lema do Empreender é cooperar para competir. O presidente da Faceb, Clóves Cedraz, explica que o programa busca unir os micro e pequenos empresários para que juntos se tornem mais fortes. "À medida em que eles começam a desenvolver programas em conjunto, eles se fortalecem, adquirem vantagens, como poder de barganha, redução de impostos e melhoria da infraestrutura", explica.

 

O Empreender tem diversos casos de sucesso na Bahia, como a Rede Erguer, a maior de lojas de construção em Feira de Santana, e que já foi expandida para o Ceará, e a Quero Bahia, rede de móveis e eletrodomésticos, que surgiu em Nazaré e Cruz das Almas. Em Salvador, o programa conta, atualmente, com seis setores de atividade.

 

Em todo o Brasil, o programa é desenvolvido pela Confederação das Associações Comerciais do Brasil (Cacb), há 20 anos, e já conquistou um prêmio internacional como um dos melhores projetos para o desenvolvimento de micro e pequenas empresas pelo ICC (International Chambers of Commerce), em Paris.

Trabalho é efetuado após demandas apresentadas pelos canais de comunicação com a Prefeitura

Possibilitar subsídios para que os soteropolitanos transitem nas vias públicas em segurança é uma preocupação constante da gestão municipal. Para isso, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) monitora a sinalização das vias públicas e realiza a manutenção das mesmas, para que o condutor não tenha dificuldade em identificar, por exemplo, faixas de pedestres e indicativos para redução de velocidade, favorecendo tanto a motoristas quanto pedestres. 

De acordo com a Gerência de Sinalização (Gesin), a manutenção da sinalização é priorizada nas bases de tráfego e principais vias, a exemplo das avenidas Afrânio Peixoto (Suburbana) e Luiz Viana (Paralela). O cronograma de ações da autarquia é planejado com base em um banco de dados que compila as solicitações da população através do Fala Salvador (156), das dez unidades administrativas das Prefeituras-Bairro, de informações do Núcleo de Operações Assistidas (NOA) e de reuniões de profissionais da Transalvador nas comunidades, além de visitas técnicas.   

 Para aplicação da tinta, que pode servir para a demarcação de redução de velocidade, faixa de pedestre, eixo e borda, os técnicos do órgão realizam uma análise criteriosa da área de aplicação da tinta para que o material seja bem fixado no solo e tenha alta durabilidade. São avaliados critérios como velocidade média dos veículos que trafegam, largura das vias e a temperatura adequada para aplicação, que é recomendada em torno de 23º a 25º. 

 As tintas usadas para demarcação das vias públicas também são itens criteriosamente analisados. A depender do serviço e do asfalto, são utilizadas a tinta a frio, que tem durabilidade média de três meses, e a tinta quente, material aquecido em uma caldeira e que pode durar até dois anos. Esta última, se aplicada em condições não favoráveis, pode descolar totalmente do asfalto logo após a aplicação. Foram contempladas recentemente com as melhorias vias da Cidade Baixa até a Ribeira, além da Avenida ACM. 

 

Projeto é ampliado pela Prefeitura e integra o programa Salvador 360

 

Um novo programa Pelourinho Dia e Noite começa a movimentar as ruas do Centro Histórico de Salvador de domingo a domingo. A programação, totalmente gratuita, foi aberta pelo prefeito ACM Neto nesta quinta-feira (05), em evento realizado no Terreiro de Jesus, com apresentações de percussionistas, orquestra e encenação teatral. Serão, no total, nove ações calendarizadas que promoverão 11 intervenções culturais semanais gratuitas, em logradouros públicos e com múltiplas linguagens. A programação, que segue até 31 de dezembro, integra o eixo Centro Histórico do programa Salvador 360.

 

Nesta nova edição, o Pelourinho Dia e Noite traz como diferenciais características estruturantes. Mais do que realizar eventos, o projeto proporciona, por exemplo, a residência das orquestras do Popelô nas igrejas do Centro Histórico, com seus ensaios abertos, missas orquestradas e apresentações públicas. Ao realizar a Maratona Clic, coloca jovens para fotografar depois de uma aula sobre a história do Pelourinho. Por ser calendarizado, o Pelourinho Dia e Noite permite a continuidade do trabalho de grupos nativos da área, como os que integram as ações “República do Pelô” e “Viradão do Samba”.

 

“Um dos focos desse segundo momento de nossa gestão será o Centro Histórico. A Prefeitura está preparando uma série de intervenções, muitas já anunciadas quando lançamos o eixo Centro Histórico do programa Salvador 360, que irão transformar essa parte antiga da cidade. Uma dessas ações é a criação de uma agenda permanente de eventos culturais para que essa região receba cada vez mais turistas e soteropolitanos, gerando emprego e renda e movimentando a economia de nossa cidade”, afirma o prefeito ACM Neto.

 

Ainda de acordo com Neto, a agenda apresentada fortalece o calendário de eventos de Salvador. “Até o ano passado, o Pelourinho Dia e Noite estava concentrado no período do verão, e nossa ideia é que isso possa acontecer o ano inteiro. Estamos agora com uma agenda muito mais diversificada, para todas as idades, reunindo música, teatro, dança, aproveitando o que há de mais importante no patrimônio histórico do Pelourinho, numa programação voltada para o baiano e para o turista. Esperamos, portanto, movimentar os dias e noites, a semana e os finais de semana no Centro Histórico de Salvador”, acrescenta.

 

Toda a programação está disponível no site www.pelourinhodiaenoite.com.br. O projeto é desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), através da Diretoria de Gestão do Centro Histórico. O Pelourinho Dia e Noite conta com o apoio entusiasmado daqueles que vivem, trabalham ou visitam o Centro Histórico, que começa a passar por uma verdadeira transformação que vai muito além do projeto. Através do Salvador 360, a Prefeitura vai investir cerca de R$200 milhões em intervenções, programas de habitação, mobilidade, incentivos fiscais e equipamentos âncoras de transformação.

 

“Promete ser uma iniciativa positiva para todos que vivem o Pelourinho, seja comerciante ou morador, gente que sente falta da infraestrutura e dos grandes shows promovidos pelo projeto Pelourinho Dia e Noite na década de 1990, entre outras ações, que possam trazer o turista de volta para que o local retome sua história após um longo período de abandono”, diz o produtor cultural e coordenador da Praça Quincas Berro D’Água, Abnaldo Santana.

 

"Estou bastante atento às ações que tratam da revitalização da cidade, sobretudo quando diz respeito ao Pelourinho, assim como todo o Centro de Salvador. Esta iniciativa me alegra e aumenta minha expectativa de que melhores dias virão. Salvador, como primeira capital do Brasil, precisa sempre dar exemplo. Hoje, a cidade está bem cuidada, bem movimentada, mas deve estar cada dia mais preparada para agradar tanto a soteropolitanos quanto turistas", ressalta Clarindo Silva, proprietário do bar e restaurante Cantina da Lua, um dos espaços que vai receber as apresentações teatrais do Circuito Jorge Amado.

 

Gestão - Lançada este ano pelo prefeito ACM Neto, a Diretoria de Gestão do Centro Histórico de Salvador, que cuida da programação do Pelourinho Dia e Noite, já promove diversas ações que, aos poucos, estão dando cara nova à região mais procurada da cidade. As ações envolvem desde a promoção da comunicação entre os diversos setores que fazem parte do Centro Antigo da cidade até a divulgação do local e ordenamento do trânsito.

 

Uma das ações realizadas pelo órgão foi a parceria com a Universidade Salvador (Unifacs) para a confecção de fardamentos para os vendedores do comércio informal da região, por alunos do curso de Moda da instituição. Além disso, a diretoria reforçou a comunicação digital da região por meio da criação de redes sociais (Whatsapp e Instagram) e da inclusão de acervo e mapeamento do Centro Histórico ao site Pelourinho Dia e Noite. Trata-se de um órgão que está em permanente diálogo com comerciantes formais e informais, moradores e representantes de entidades ligadas ao Centro Histórico.

 

“Nós temos quatro meses trabalhando e acho que já conseguimos avançar bastante, graças ao apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e do prefeito ACM Neto, que elegeu o essa região da cidade, nessa segunda gestão, como uma das prioridades do seu governo. Uma dessas conquistas é a ampliação do projeto Pelourinho Dia e Noite, que ganhou uma nova roupagem”, explica Eliana Pedroso, diretora de Gestão do Centro Histórico.

 

Gestor da Secult, Claudio Tinoco avalia que o calendário de atividades está diversificado para atender a todos os públicos. “As ações foram avaliadas em conjunto com os próprios atores sociais do Centro Histórico e isso deixa ainda mais em evidência a nossa identidade cultural, encantando a todos”, declara.

Os primeiros colocados em todas as modalidades disputadas durante a Maratona Cidade de Salvador terão premiações garantidas. Os maratonistas receberão prêmios em dinheiro, somando ao todo R$20 mil distribuídos para os cinco primeiros colocados nas categorias masculina e feminina. Os primeiros colocados receberão R$3 mil cada, os segundos R$2,5 mil, os terceiros R$2 mil, os quartos R$1,5 mil e para quem ficar em quinto R$1 mil. 

O primeiro colocado das demais modalidades (5k, 10k, 21k e 40k Equipe) também não ficarão de fora da premiação. Eles levarão um relógio TomTom Runner com GPS. E tem mais: os cinco melhores tempos de todas as modalidades, tanto na categoria masculina como na feminina, levarão para casa um par de tênis especial da marca 361°.

A Maratona Cidade de Salvador acontece no dia 22 de outubro, com largadas às 5h30 e 6h30 do Farol da Barra. Em sua primeira edição o evento alcançou seu limite máximo de inscritos com 20 dias de antecedência da disputa da prova. A Empresa Salvador Turismo (Saltur) e a Federação Baiana de Atletismo (FBA) conseguiu viabilizar um lote extra com 500 inscrições, disponibilizadas na noite desta quarta-feira (4) e encerradas rapidamente.

Meta e estrutura - O mais novo produto da capital baiana chega para fortalecer a plataforma de eventos da cidade como estratégia de desenvolvimento econômico. A expectativa da Prefeitura é introduzir a capita baiana no circuito nacional de competições de rua. O lançamento do projeto acontece em um momento onde o turismo esportivo se torna um importante alternativa no país. Dados atuais do Ministério do Turismo apontam que o desenvolvimento do turismo de esportes gera oportunidades e contribui para a diminuição dos efeitos da sazonalidade.

Para garantir a segurança dos atletas durante as competições, a Maratona Cidade de Salvador contará com a instalação de três pontos de atendimento médicos, cinco ambulâncias estacionadas em locais estratégicos das provas, 10 pontos de hidratação – um a cada 2km, com 120 mil unidades de água - e mais de 300 profissionais envolvidos na organização.

Após as premiações, os atletas poderão confraternizar com amigos e familiares. Isso porque, para deixar todo o circuito animado e convidar a população para interagir com os competidores, será montado um palco antes do ponto de largada. Apresentações do grupo FitDance animarão o espaço, que contará também com um super show do Alavontê. Ao longo do trajeto, mais música anima os atletas e o público que prestigia a corrida. Isso porque três cabines de DJ’s serão instalados ao longo das provas

 

Faltando uma semana para o Dia das Crianças, comemorado no próximo dia 12, diversos estabelecimentos e lojas de brinquedos estão sendo vistoriados por equipes da Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), como forma de garantir a segurança e qualidade dos produtos oferecidos à garotada. Denominada de Operação Criança Segura, a ação atingiu lojas de brinquedos na Avenida Sete de Setembro e em Nazaré, no Centro, nesta quarta-feira (4).

 

De 33 estabelecimentos vistoriados, os fiscais lavraram cinco autos de infração, sendo três por ausência do selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e dois por ausência de informações claras à respeito do produto (itens que estavam em língua estrangeira, sem tradução). Os estabelecimentos que foram advertidos têm prazo de 10 dias para apresentar defesa, podendo se sujeitar às penalidades previstas na Lei Federal 8.078/90, que podem variar de multa de R$ 300 a R$ 6 milhões. 

 

“A ação, dentre umas das atividades a serem desenvolvidas para a Semana da Criança Segura, tem o objetivo de evitar acidentes com brinquedos. Foram verificados se os produtos detinham o selo do Inmetro. A ausência do certificado de segurança implica na apreensão do produto e na lavratura de auto de infração”, explica o diretor-geral da Codecon, Alexandre Lopes.

 

Pela legislação, todo brinquedo comercializado no país deve ser certificado pelo Inmetro, independente do produto ser nacional ou importado. A certificação é obrigatória para brinquedos utilizados por crianças até 14 anos. A ideia da norma é evitar possíveis riscos que, mesmo não identificados pelo público, podem surgir no uso normal ou por consequência de uso indevido. O selo só é concedido se o brinquedo for aprovado pelos critérios aos quais for submetido pelo Instituto. 

 

A fiscalização em lojas de brinquedos prossegue nesta quinta (5), na Calçada, a partir das 9h. Na sexta (6), a Codecon reunirá alunos do Ensino Fundamental da Escola Municipal Soror Joana Angelica para o programa educativo Fiscal Mirim. Na ocasião, os estudantes visitarão um supermercado da região para aprenderem sobre preços e validades dos produtos comercializados. Até o dia 11, as vistorias também estão previstas para acontecer em parques infantis de shoppings centers.

 

Operação - A Operação Criança Segura teve início nesta semana. As duas primeiras ações ocorreram segunda e terça, desta vez para fiscalizar cantinas de escolas particulares na Pituba, Brotas, Itaigara e Caminho das Árvores. No total, foram visitados 18 estabelecimentos e expedidas 26 notificações (seis por falta de exemplar do Código de Defesa do Consumidor, três por prazo de validade vencido, cinco por lixeira inadequada, um por acondicionamento inadequado e 11 por falta de etiqueta de validade). As cantinas têm até 10 dias para se adequarem às normas apontadas nas notificações.

 

 

Dez estudantes de escolas municipais de Salvador passarão dez dias em Portugal, em visita a cidades como Lisboa e Cintra, e terão a oportunidade de refazer os caminhos da família real e da corte portuguesa antes da chegada ao Brasil em uma experiência incrível. O intercâmbio está programado para o próximo dia 6 de novembro e é fruto do projeto de arte-educação ‘Era uma Vez... Brasil’, patrocinado, na Bahia, pela rede Tivoli Hotels & Resorts.

Foram selecionados os alunos Ítalo dos Santos, Luís Fabiano Silva e Nataly dos Santos, da Escola Municipal Amélia Rodrigues, no Tororó; Mariene Marques e Ednei William dos Santos da Escola Municipal 2 de Julho, no Trobogy; Sabrine de Almeida, da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, no bairro de São Cristóvão; Gabriel da Silva, da Escola Hildete Lomanto, em Fazenda Garcia; Ingridy da Graça, da Escola Alfredo Amorin, na Ribeira; Herbert Santos Ramos da Escola Alexandre Leal, em Nazaré e Gabriel de França, da Escola Olga Figueiredo, em Cosme de Farias.

Antes que os alunos passassem pelo processo seletivo, as equipes pedagógicas das escolas municipais se empenharam para prepará-los a ter um bom desempenho durante as atividades avaliativas, que iniciaram em abril e tiveram duração de cinco meses. Reforço das aulas de história, debates e atividades artístico-culturais fizeram parte da dedicação dos professores.

A diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Joelice Braga, avalia o intercâmbio como uma atividade complementar importante para o desenvolvimento pessoal das crianças e adolescentes selecionados. “É um projeto fantástico de estímulo ao conhecimento e de resgate da nossa história. Foi muito emocionante ver o sucesso dos nossos alunos. É uma conquista deles, através da criatividade e dedicação, e uma conquista também dos professores envolvidos”, avaliou.

Para a seleção dos estudantes, segundo a diretora-executiva da Origem Produções, que realiza o projeto, Marici Vila, foram observados critérios como engajamento nas atividades, relacionamento coletivo e com o meio ambiente. "Agora, nessa etapa final, eles poderão vivenciar o que os livros contam nas histórias dos reis e rainhas em Lisboa, em uma conexão entre passado e presente", afirma Marici.

Etapas – Os alunos foram selecionados no dia 29 de setembro, após duas etapas do projeto, que envolveram oficinas culturais de teatro, música, audiovisual, história em quadrinhos e capoeira. A primeira etapa começou em abril e terminou em junho, período de realização de oficinas de formação e desenvolvimento de um HQ com o tema "O dilema de Dom João" e de um vídeo de até 60 segundos.

Durante a segunda etapa, os alunos passaram sete dias em sistema de alojamento, em Mata de São João, oportunidade em que receberam aula de teatro, música, capoeira e audiovisual. Ao final desse período, eles desenvolveram quatro curtas-metragens e um curta coletivo que foi exibido no dia 29 de agosto, durante evento de divulgação dos selecionados, realizado no Teatro Gregório de Matos.

O evento contou com a presença de representantes das secretarias municipais de Educação dos Municípios de Salvador e de Mata de São João e da rede Tivoli Hotels & Resorts, patrocinadora do projeto na Bahia. Na ocasião, houve o lançamento do livro de HQs ‘O Dilema de Dom João’, que reuniu as 100 melhores tirinhas feitas pelos estudantes.

Segunda edição – Essa é a segunda edição do projeto "Era uma Vez... Brasil". Em 2016, 81 estudantes brasileiros, entre eles 21 baianos de Salvador e Mata de São João (dentre os quais, 16 de escolas municipais) e dois professores de história, foram recepcionados por Laurentino Gomes, autor do livro 1808, que conta a história da chegada da família real e da corte portuguesa ao Brasil, e é utilizado como base para o projeto. 

O intercâmbio incluiu roteiros culturais que percorreram pontos relevantes para a história Portugal-Brasil como Terreiro do Paço, Palácios Nacionais de Queluz e da Ajuda, além de visita a mais de 23 museus, bibliotecas e escolas de Lisboa.  

 

 

Com a proposta de modernizar todo o parque de iluminação de Salvador e, em consequência disso, reduzir em até 55% os custos do setor na capital baiana, a Diretoria de Iluminação Pública da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) decidiu ouvir a opinião popular e passou 30 dias - entre agosto e setembro - debatendo projetos e ouvindo sugestões da população acerca da proposta de tocar as intervenções por meio de uma Parceria Público-Privada.

Esta interação resultou em 170 sugestões, das quais 30 foram acatadas de forma integral e 29 parcialmente. Estas sugestões serão discutidas em audiência pública marcada para o dia 23 de outubro, de 8h às 10h, no auditório do Parque Social, no Parque da Cidade. Das 111 sugestões restantes, 54 estão descartadas e 57 dúvidas acerca do projeto foram devidamente esclarecidas para a população.

Próximas etapas - Os próximos passos para a reestruturação do parque de iluminação municipal passam pelo lançamento de um edital de chamamento para a audiência pública marcada para o fim deste mês. Além da Diretoria de Iluminação, participarão representantes da Casa Civil e do Conselho Gestor de Parcerias (CGP), cujo presidente é o secretário municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), Guilherme Bellintani.

"Obras executadas por meio de parcerias público-privadas permitem formas mais modernas de gestão, e na área de iluminação não é diferente. O modelo pensado para Salvador já tem sido utilizado com sucesso em diversas capitais brasileiras, a exemplo de Belo Horizonte, onde bons resultados foram registrados", explica o diretor de Iluminação Pública de Salvador, Júnior Magalhães.

 

 

Secretário municipal da Fazenda, Paulo Souto rebateu hoje (04) as declarações dadas ontem (03) pelo governador Rui Costa de que o IPTU cobrado pela Prefeitura de Salvador teria "subido demais". Souto disse que, ao contrário do governo do estado, que majorou a alíquota do ICMS provocando aumento efetivo da carga tributária em 7% sobre mercadorias em geral, sendo 5% para gasolina e 62% para cerveja, o Executivo municipal não elevou impostos.

 

"O que a Prefeitura fez em 2013, sobre o IPTU, foi corrigir a Planta Genérica de Valores (PGV) dos imóveis, desatualizada havia 20 anos, provocando maior impacto nos terrenos utilizados para fins de especulação imobiliária. Ao contrário do governador Rui Costa, que de fato elevou a tributação estadual atingindo até o setor da alimentação, o que fizemos foi justiça tributária e social, pois aumentamos o número de isentos para 250 mil residências", esclareceu Paulo Souto.

 

O secretário municipal da Fazenda reconheceu que houve uma diminuição do ritmo da construção civil em Salvador. Mas frisou que isso ocorreu em todo o país, fruto da crise nacional criada no governo da presidente Dilma Rousseff, do PT, partido do governador. "O buraco foi tão profundo que, apesar dos grandes esforços e sofrimento da sociedade brasileira, até hoje ainda não conseguimos sair dele completamente. Se o governador estava querendo apontar um culpado para este fato, ei-lo, pois, devidamente nominado: sua correligionária de triste memória para os brasileiros".

 

Paulo Souto afirmou que a subida do ICMS provocou um aumento da tributação de forma escalonada para todos os setores da economia. Não satisfeito, o governador Rui Costa ainda promoveu um aumento da carga efetiva de nada menos do que 75% do Imposto de Transmissão e Doação (ITD), segundo Paulo Souto. "Vê-se, assim, que o discurso do governador petista contra Salvador não tem base, parte de uma premissa falsa e é o oposto daquilo que ele mesmo pratica. Aliás, para usar as suas próprias palavras, viver na Bahia com esses inúmeros aumentos de impostos por ele realizados é que está ficando muito caro", finalizou.

 

 

Público poderá consumir os pratos produzidos pelos apresentadores

 

O Reality Show Food Truck na Estrada, exibido pelo canal GNT, chega a Salvador neste mês de outubro. A capital baiana será a sede da programação especial de verão 2018. Os apresentadores Márcio Silva e Adolpho Schaefer vão conhecer Food Trucks locais e mergulhar nos ingredientes baianos com a ajuda de chefes da região, com gravações entre 15 e 31 de outubro. A produção conta com o apoio da Prefeitura, através da Empresa Salvador Turismo (Saltur). No reality, os apresentadores e os donos dos food trucks são desafiados a criar ou adaptar receitas de verão com ingredientes locais.

 

Com uma verba limitada para as compras, eles têm de produzir pratos mais elaborados, apesar da dificuldade de cozinhar dentro do caminhão. Nessa temporada, o desafio aumenta, já que os apresentadores deverão dar o seu toque pessoal, criando uma versão original para cada receita. O público da capital baiana terá oportunidade de comprar e provar as comidas preparadas por Márcio e Adolpho, e no final o criador da receita que vender menos paga um “mico”.

 

Os pontos de venda desses pratos inusitados serão as versões pocket do Bahia Food Park, que acontecerão em lugares turísticos da cidade. O Mercado Modelo recebe o evento no dia 19 de outubro; a Praça do Sol, em Ondina, recebe dia 21; a Praça de Stella Maris no dia 22; a Igreja do Bonfim no dia 27; o estacionamento na praia de Placaford, em Piatã, no dia 28; o Farol da Barra no dia 29; e a Praça Dorival Caymmi, em Itapuã, terá a última edição no dia 31. Os eventos acontecem entre 12h e 22h. Lembrando que as porções serão limitadas.

 

 

 

 

Interessados em realizar o credenciamento para atuação como mototaxistas têm até o dia 31 de outubro para entregar a documentação exigida em edital à Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob). A apresentação deve ser feita na Coordenadoria de Táxis e Transportes Especiais (Cotae), no Vale dos Barris, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Serão selecionadas pessoas físicas para a outorga de 2.938 autorizações, que permitirão a exploração do Serviço do Transporte Individual de Passageiros com o uso de motocicletas (mototaxi).

 

Os documentos exigidos para o cadastramento são: cópia autenticada do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) em nome do interessado, cópia da Carteira de Habilitação na Categoria A, CPF, atestado médico de sanidade física e mental, emitido, no máximo, há 30 dias, Certidão Negativa Criminal, entre outros. O edital com todas as informações está disponível no site www.mobilidade.salvador.ba.gov.br. Até o momento, foram realizadas mil inscrições.

 

Regras - Os interessados deverão seguir as regras do decreto municipal 28.278, de 22 de fevereiro, que estabelece que, para transportar passageiros, o motorista precisa estar habilitado na categoria A, no mínimo, há dois anos; a motocicleta deverá ter, no máximo, cinco anos de uso, máximo de 250 cilindradas, estar em nome do mototaxista e ser da cor amarela; utilizar todos os itens de segurança estabelecidos no decreto; e o motociclista deverá ter curso de especialização sobre condução de passageiros em veículos motorizados de duas rodas.

 

 

 

 

Mudanças são fruto de estudos técnicos e irão permitir que cidadão passe mais tempo no que de fato lhe interessa

 

 A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), dá início ainda no mês de outubro à primeira fase da reestruturação do sistema de transporte de Salvador. O objetivo é facilitar a vida de quem utiliza ônibus ou metrô dentro da capital baiana, com redução dos tempos de deslocamento, maior oferta de linhas nos bairros periféricos e comodidade aos usuários, que poderão utilizar os modais de transporte de forma integrada e eficiente, como acontece nas grandes metrópoles do mundo inteiro. Isso só é possível graças a muita pesquisa e estudos técnicos detalhados feitos pela equipe da Semob e a interação com os usuários, que se queixam principalmente do tempo que perdem para se deslocar de um lugar para outro na cidade via ônibus, bem como da lotação em horários de pico.

 

A Semob já realizou consultas em todas as regiões da cidade ouvindo a população sobre as mudanças. Agora, novas reuniões acontecem, a partir desta semana, para informar aos usuários sobre os detalhes da reestruturação. No total, serão 15 reuniões. Além disso, a Prefeitura já deu início a uma ampla campanha de divulgação em massa orientando sobre as mudanças. "Claro que no início teremos um período de adaptação, mas nossa expectativa é que os impactos positivos dessa reestruturação sejam sentidos logo pela população", afirma o titular da Semob, Fábio Mota.

 

As regiões que passarão por mudança nessa primeira fase da reestruturação são Alto do Peru, Fazenda Grande do Retiro, Capelinha, Bom Juá, Pau Miúdo, IAPI, Santa Mônica, Conjunto Marback, Stiep/Centro de Convenções, Vale do Matatu, Cabula, Pernambués, Saboeiro, São Gonçalo do Retiro, Nossa Senhora do Resgate, Conjunto ACM/Arraial do Retiro, Engomadeira, Arenoso, Tancredo Neves, Mata Escura/Jardim Santo Inácio, Sussuarana/Nova Sussuarana/Novo Horizonte. Ao todo, serão quatro fases de reestruturação, e a expectativa é que todas as mudanças sejam implantadas paulatinamente até fevereiro do ano que vem. Os estudos técnicos preveem, em todos os casos, diminuição no tempo de viagem, oferecendo um sistema de transporte público integrado com mais conforto e celeridade, exigindo apenas um período de adaptação por parte dos usuários.

 

Já nesta primeira fase, a estação de ônibus do Acesso Norte passará a funcionar como transbordo – o que significa que várias linhas de bairro sairão com destino a esse equipamento, e vice-versa. Ou seja, nos mesmos moldes da Lapa ou de Pirajá. Atualmente, essa estação funciona apenas para parada pontual de algumas linhas. As linhas distribuidoras para esta fase serão Acesso Norte-Barroquinha (com frota de dez veículos e intervalo de cinco minutos) e Acesso Norte-São Joaquim/Comércio (com frota de seis veículos e intervalo de 15 minutos). Essas linhas darão cobertura aos destinos Sete Portas, Barroquinha, San Martin, Calçada, São Joaquim e Comércio. Bairros como Conjunto Marback, Vale do Matatu, Sussuarana e Nova Sussuarana, Mata Escura, Jardim Santo Inácio e Tancredo Neves levarão passageiros até a estação Acesso Norte.

 

No Alto do Peru, por exemplo, o atendimento do sistema de transporte passa de um intervalo de 70 para 22 minutos. E se antes o sistema da região previa 10 viagens por dia, com as alterações serão 30. Será mantido o atendimento para Sete Portas/Barroquinha com a linha que será criada na estação Acesso Norte para a Barroquinha. Haverá, ainda, novos atendimentos: Lapa, que permitirá acesso à estação Pirajá, através da linha 1 do metrô, e às estações Iguatemi, Paralela, CAB e Mussurunga, através da linha 2 do metrô; San Martin/Calçada/São Joaquim/Comércio, com linha que será criada na estação Acesso Norte para S. Joaquim/Comércio; e região do Cabula, através das linhas de ônibus da estação Acesso Norte.

 

As mudanças também serão significativas para quem utiliza transporte público nas regiões de Sussuarana, Nova Sussuarana e Novo Horizonte. As linhas Sussuarana-Barroquinha e Novo Horizonte-Barroquinha serão substituídas pela Novo Horizonte/Sussuarana-Acesso Norte. Com isso, o atendimento do bairro passa de um intervalo médio de 85 para 20 minutos, e sai de 26 para 33 viagens por dia. Quem sair dessas regiões em direção a Sete Portas/Barroquinha deverá ir até a estação Acesso Norte e realizar a integração. Isso permitirá ainda acesso às demais estações do metrô.

 

O secretário Fábio Mota avalia que as mudanças que serão implementadas resolvem problemas históricos do sistema de transporte público de Salvador. “Nosso objetivo, com isso, é enfrentar problemas crônicos como a superlotação dos ônibus, viagens longas e espera nos pontos, o que dificultava a vida dos usuários de transporte público em Salvador. Estamos, portanto, enfrentando todos esses problemas no sentido de resolvê-los para melhorar a qualidade do serviço prestado e ampliar a quantidade de viagens realizadas pela população”, afirma o gestor.

 

Bilhete Único – O Bilhete Único ou o Metropasse são as formas válidas para que o passageiro participe da integração, que é o que garante que a viagem foi realizada num período máximo de três horas. No caso do Bilhete Único, válido nos ônibus urbanos, estão incluídos os cartões Bilhete Avulso, Vale Transporte e Meia Passagem Estudantil do Salvador Card. Hoje, Salvador dispõe de 600 mil cartões ativos, ou seja, que foram utilizados ou carregados pelo menos uma vez nos últimos seis meses. O Bilhete Avulso, que é aquele que qualquer cidadão pode obter, é gratuito e pode ser adquirido em mais de 170 postos espalhados pela cidade. 

 

Avanços – Desde 2013, uma série de ações promovidas pela Prefeitura tem facilitado cada vez mais a mobilidade da população, refletindo na qualidade de vida dos cidadãos. A primeira delas foi à implantação do programa Domingo é Meia, que permite ao passageiro pagar apenas metade da tarifa de ônibus aos domingos. Foi implantado o Bilhete Único, que possibilitou o pagamento de apenas uma tarifa para dois transportes – metrô e/ou ônibus. Além disso, foi promovida a renovação e modernização da frota, com 1.200 ônibus novos e instalação de GPS e câmeras de segurança nos veículos, que passam a ter idade média de quatro anos.

 

Também foram implantados o Centro de Controle Operacional (CCO), com monitoramento dos ônibus em tempo real; o aplicativo CittaMobi, que informa aos usuários o horário das linhas instantaneamente; e o serviço Conect Bus, executivo que percorre as principais vias da cidade com disponibilização de serviços como ar-condicionado e Wi-Fi. E depois de anos em situação precária, a Estação da Lapa foi completamente requalificada após processo de Parceria Público-Privada (PPP), com investimento de mais de R$20 milhões. Está inclusa ainda, na lista de melhorias, a instalação de mais de 800 abrigos em pontos de ônibus. 

 

Isso sem falar na integração plena dos ônibus urbanos com o metrô, que foi mais uma realização da Prefeitura e permitiu o entendimento com o governo do Estado. Graças a esse entendimento, desde domingo passado os ônibus metropolitanos também estão integrados tanto ao metrô quanto às linhas urbanas.

 

O prefeito ACM Neto esteve presente, nesta sexta-feira (29), ao sepultamento do subtenente Fabiano Fortuna, assassinado no estacionamento de um shopping da cidade no dia anterior. O velório e sepultamento foram realizados no cemitério Bosque da Paz, na presença da família, amigos e colegas de trabalho. O policial havia trabalhado, recentemente, na Assistência Militar da Prefeitura, onde construiu relações de amizade pelo seu profissionalismo e dedicação. 

 

"Gostaria de dividir um pouco desse sofrimento com sua família e seus amigos. Nós tínhamos uma relação muito boa com Fortuna, que trabalhou alguns anos com nossa equipe. Ele era um cara do bem, e assim que soubemos da notícia ficamos consternados. A dor de sua família, amigos e colegas é também a dor de todos que trabalham na Prefeitura, inclusive a minha. Era um rapaz jovem e que ainda tinha muito por fazer, por construir, inclusive pela segurança pública da Bahia", lamentou Neto.

 

O prefeito também fez questão de destacar que sua presença é uma demonstração de amizade, e que todos conhecem as críticas que tem feito à política de segurança pública que é aplicada em Salvador e no restante da Bahia. "Todos sabem como está a situação da segurança pública e essa cobrança é diária. Quando vemos esses bravos policiais unidos, percebemos que essa corporação precisa de muito mais atenção, de muito mais investimento e de uma política pública que os coloquem no seu verdadeiro papel, que é o de proteger a sociedade, e não de vítimas do crime e da violência", emendou.

 

 

 

Universitários do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unifacs - campus Tancredo Neves - participaram nesta sexta-feira (29) do Seminário Projeto de Extensão Simplifica, promovido pela instituição de ensino em parceria com a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). Os estudantes tiveram a oportunidade de tomar conhecimento do primeiro eixo do programa Salvador 360 - Simplifica, que visa reestruturar o modelo atual de licenciamento de empresas, obras e publicidade, facilitando a abertura de negócios e dando um salto de qualidade e eficiência na prestação dos serviços para o setor urbanístico.

 

Além de conhecer o programa, os alunos participarão, na próxima semana, de um projeto prático de georreferenciamento de diversos loteamentos de Salvador, após terem acesso às cópias de plantas antigas impressas, que serão disponibilizadas pela Sedur. Os alunos contarão com auxílio de professores para inserir escalas e dados técnicos no QGIS, ferramenta que provê visualização, edição e análise de dados georreferenciados.

 

Com isso, um loteamento registrado há 20 anos e que estava apenas catalogado em papel será lançado para a ferramenta digital com informações sobre a construção, áreas verdes, áreas doadas ao município, etc. Essa base gerada vai para um Setor de Cadastro Técnico da Sedur, que validará o trabalho realizado pelos alunos. Os dados serão destinados, futuramente, para o Portal Simplifica, que será lançado até o final do ano, em primeira fase. O portal conterá uma série de dados complementares atuais de como a cidade é hoje e de como ela foi licenciada no passado.

 

"Esse trabalho traz benefícios para ambas as partes envolvidas: para os alunos, que estão aprendendo a usar essa ferramenta para conhecimento da cidade, e para nós do município, que vamos ter acesso a uma base de dados que só tínhamos por meio de papel, mas que agora passará a ser digital", pontua a gerente de Licenciamento da Sedur, Jealva Fonseca. "Essa parceria entre a Prefeitura e a Unifacs amplia as ações dos alunos para além do conteúdo dado em sala de aula, possibilitando diversos campos de prática", assegurou a coordenadora de Extensão Comunitária, Patrícia Pastori.

 

 

 

Buscando qualificar o atendimento e aprimorar a estrutura, a Secretaria Municipal de Gestão (Semge) e a Diretoria-Geral das Prefeituras-Bairro querem saber a opinião do cidadão sobre o desempenho dos colaboradores que atuam nas dez unidades da capital baiana. Para isso, é realizada uma pesquisa digital, por meio de um aparelho interativo, denominado "Teclado de Satisfação", no qual a qualidade do atendimento é avaliada por meio de botões coloridos e figuras animadas, com as opções "Sem Opinião", "Ruim", "Regular", "Bom" e "Ótimo".

 

"A adoção do sistema tem relação direta com a necessidade de termos uma real noção do nível de satisfação da população que utiliza os serviços das Prefeituras-Bairro. Podemos, desta forma, identificar ainda a atuação dos servidores e implementar medidas para correção de possíveis entraves ao bom funcionamento do trabalho. Também será válida para parabenizar a atuação destes trabalhadores, por conta do desempenho obtido em solucionar as demandas dos usuários. Esta é, portanto, uma ferramenta oficial e prática para medir e conhecer o andamento dos serviços e a celeridade com que são prestados", esclarece o diretor de Modernização da Semge, Luís Gaban.

 

O sistema foi gradativamente implantado nas unidades entre os meses de junho e julho. Atualmente, 145 aparelhos estão em funcionamento nos guichês das dez unidades de Salvador, contabilizando, até o momento, cerca de 246 mil usuários participantes da pesquisa de satisfação. Destes, 59,63% consideraram o atendimento “ótimo”, enquanto 17,68% acharam o serviço “bom”, 0,55% atribuíram “regular” como nota, e 0,16% qualificaram como “ruim”. Além disso, 21,98% dos entrevistados se disseram “sem opinião” para definir o atendimento.

 

"A medida é mais uma forma de modernizar as ações, democratizando os serviços e demonstrando o comprometimento da gestão com a coisa pública. Temos ótimos resultados vindo a partir desta iniciativa, comprovando o que as comunidades atendidas já tinham como certeza. Ainda assim, era preciso mensurar a proporção da aprovação popular, surgindo daí a necessidade de criar um sistema de observação interna, de modo a alcançar índices ainda melhores e corrigir possíveis entraves encontrados", destaca o coordenador da unidade Centro/Brotas, Ian Mariani.

 

Funcionamento e avaliação - A qualificação do suporte operacional é realizada de forma reservada e em poucos segundos, logo após a conclusão do atendimento, e o resultado é computado no banco de dados da unidade. A partir destas informações, são elaborados relatórios de desempenho e avaliação dos índices por atendente. Dessa forma, é possível promover a tomada de ações para fins de treinamentos, reciclagem ou até substituição do servidor em casos de recorrência de índices negativos.

 

As avaliações positivas serão utilizadas como modelos referenciais para os demais servidores. Além disso, as informações geradas agregarão valor ao programa de excelência do atendimento, onde o atendente poderá ser contemplado como "Servidor Destaque do Mês", dentre outras premiações por desempenho, ainda em análise, na avaliação gerencial das unidades de Prefeituras-Bairro.

 

 

 

O prefeito ACM Neto enviou hoje (29) à Câmara de Vereadores o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) que estima orçamento de R$ 7,3 bilhões para o exercício de 2018, o que representa crescimento de 9% em relação ao de 2017. As áreas da Saúde, da Educação e da Assistência Social somam 42% dos recursos orçamentários.

 

Na mensagem, ACM Neto ressalta que, apesar do cenário de incertezas no país desde 2014, com as crises política, econômica e fiscal, a prefeitura tem obtido êxito no enfrentamento das dificuldades com planejamento criterioso e observância dos princípios de responsabilidade fiscal.

 

A excelência na gestão pública e o compromisso com o equilíbrio e a eficiência fiscal são apontados como bases da gestão, com investimentos na modernização dos processos, na racionalização, otimização e controle dos gastos e no equilíbrio das contas públicas.

 

“A presente proposta orçamentária reflete o compromisso de persistir, com firmeza, na implementação dessas diretrizes e o propósito de continuar, com o apoio desta Casa, o processo de resgate da grandeza de nossa cidade, em benefício das melhores condições de vida de nossa população”, afirma o prefeito na mensagem.  

 

Receitas - Na categoria Receitas Correntes, a mensagem evidencia os tributos municipais (IPTU, ISS, ITIV e Impostos sobre Renda e Proventos de Qualquer Natureza), que correspondem a 33% do total, e as transferências do Estado e da União, com 38%, referentes ao Fundo de Participação (FPM) e do Imposto sobre Circulação de Mercadoria (ICMS), as transferências do SUS, Fundeb, do Fundo de Assistência Social e Convênios.

 

As receitas de Capital totalizam R$ 843,4 milhões e refletem o esforço de captação de recursos em operações de crédito junto a organismos financeiros nacionais e internacionais, operações que representam 83% do total estimado para essa categoria.  

 

Os valores de captação de recursos darão suporte à execução de programas e projetos, como o Programa de Desenvolvimento do Turismo – Prodetur/Salvador e o Programa de Saneamento e Urbanização do Subúrbio de Salvador – Novo Mané Dendê, financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); o Projeto Salvador Social, com o Banco Mundial, para ações nas áreas de Educação, Saúde e Assistência Social; o Programa de Transporte Público Eficiente e de Qualidade – BRT, que viabilizará o Corredor de Transportes Integrados nos trechos Iguatemi/Lapa/Pituba, financiado pela Caixa Econômica Federal e pelo Ministério das Cidades através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Destaca, ainda, o Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos de Salvador – PMAT, focado em ações de modernização e fortalecimento da gestão fiscal tributária, em fase de conclusão.

 

Despesas - A mensagem destaca ainda o comprometimento da gestão municipal com a área social, ao destinar para Saúde, Educação e Assistência Social 42% dos recursos orçamentários. Também são prioritários os recursos canalizados para Urbanismo e Habitação, que representam com 21% das despesas, e a área de gestão, que abriga as funções Administração, Previdência Social e Encargos Especiais, com 20%.

 

Para a Educação está destinado R$ 1,3 bilhão para assegurar, dentre outras iniciativas, a ampliação da oferta das vagas em educação integral e o funcionamento regular da Rede, com o aparelhamento das 445 unidades escolares e a reforma e adequação de 20 escolas. O foco na qualidade do ensino é prioridade. As ações de avaliação e monitoramento da gestão escolar, como o desempenho do ensino, integram a proposta reforçando as intervenções voltadas à regularização do fluxo escolar.

 

A Saúde participa com recursos da ordem de R$ 1,6 bilhão, contemplando um programa de trabalho que viabiliza a gestão regular da Secretaria, assim como novos investimentos, dentre eles a conclusão e o funcionamento do primeiro hospital municipal, com 210 leitos para atendimento exclusivo a pacientes do SUS, além da construção e implantação de 10 novas unidades de saúde da família, a ampliação do atendimento de saúde especializada em seis unidades e a implementação de dois consultórios itinerantes, que integrarão a Rede de Atenção Psicossocial (CAPS) para atendimento a pessoas em situação de rua.

 

Ainda na área social, foram destinados R$ 238,2 milhões que serão aplicados, dentre outras intervenções, na reforma e aparelhamento de sete centros de convivência, implantação de duas novas unidades de atendimento a crianças, adolescentes e jovens; fortalecimento da Rede do Sistema Único de Assistência Social, racionalizando e otimizando o processo de atendimento e concessão de benefícios ao concentrar em um único cartão a integração de 80% dos serviços disponibilizados.

 

Está prevista a implantação da Casa da Sabedoria para proporcionar condições dignas de vida para a população idosa. Objetivando dar corpo, identidade e visibilidade às ações específicas às pessoas com deficiência, essa clientela é tratada diretamente no Gabinete do Prefeito, onde foi estruturado o Fundo da Pessoa com Deficiência. Dentre outras iniciativas, o Orçamento de 2018 prevê a adaptação de 30 equipamentos públicos para viabilizar as condições de acessibilidade desejáveis e a implantação de um centro de reabilitação na Prefeitura Bairro Subúrbio/Ilhas.

 

Na preservação dos direitos da cidadania, estão previstas a implantação de mais um Centro de Referência de Atenção à Mulher; oferecimento de curso preparatório para o ENEM a estudantes da rede pública inscritos no programa Bolsa-Família, o fortalecimento do respeito à cidadania da população LGBT, investindo-se em campanhas para ressignificação cultural da sociedade; combate ao racismo, inclusive institucional, além da implantação da Casa Estudantil Quilombola, beneficiando inicialmente a 150 famílias.

 

Nas propostas voltadas à Habitação foram destacados os investimentos canalizados para a regularização fundiária, que propõe conceder 5 mil títulos de propriedade e 5 mil títulos mobiliários; a realização de melhorias habitacionais em 13.333 imóveis e a viabilização de novas unidades habitacionais no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida, em parceria com o Governo Federal. Os recursos destinados para o segmento habitacional somam R$ 94,4 milhões.

 

Para as ações abrigadas na diretriz do Desenvolvimento Urbano e Econômico, foram alocados, através do Programa Estímulo aos Negócios, Emprego e Renda, recursos orçamentários da ordem de R$ 16,2 milhões, voltados para a geração de emprego e renda.

 

Cultura e o Turismo contarão com recursos financiados pelo BID da ordem de R$ 158,5 milhões, dos quais R$ 33,8 milhões (incluindo contrapartida) para aplicação em 2018, além de convênios celebrados com os Ministérios do Turismo e da Cultura, no total de R$ 24,4 milhões.

 

Neste segmento pode-se ainda destacar a requalificação da Orla Barra-Ondina; melhorias urbanas no Centro Histórico e Avenida Sete de Setembro/Praça Castro Alves; Implantação e Requalificação de Monumentos Públicos e Espaços Culturais; Criação da Casa da História de Salvador/Arquivo Público Municipal; Implantação e Melhoria da Sinalização Turística e Pelourinho Dia e Noite, dentre outras.

 

Mobilidade urbana - Ênfase especial foi conferida à mobilidade urbana, no sentido de oferecer à população transportes coletivos de qualidade que permitam deslocamentos ágeis, seguros e confortáveis, com o menor ônus possível para o usuário. O município prevê para 2018 investir R$ 295,7 milhões no Corredor Integrado de Transportes, nos trechos Iguatemi/Cidade Jardim e Cidade Jardim/Lapa.

 

Consciente da importância estratégica do estímulo ao transporte por bicicleta, tendência das principais metrópoles do mundo, está prevista a aplicação de R$1,5 milhão na ampliação da malha cicloviária. Para a segurança no trânsito serão destinados R$ 48,6 milhões, além do monitoramento e fiscalização do trânsito, implantação de semáforos inteligentes e modernização da rede semafórica.

  

Salvador integra o grupo de cidades que aderiu ao C-40, comprometidas a promover soluções urbanas decorrentes de mudanças climáticas – e foi a única cidade brasileira a ingressar na rede das 100 Cidades resilientes, iniciativa coordenada pela Fundação Rockefeller que se propõe a cooperar com cidades no mundo para se tornarem resilientes no enfrentamento aos crescentes desafios sociais, econômicos e ambientais do Século XXI.

 

Neste conjunto de projetos e iniciativas vale ainda destacar a implantação e requalificação de dois parques municipais, o plantio de 25 mil árvores, a ampliação de coleta seletiva em 25%, a modernização do Sistema de Coleta e Destinação de Resíduos Sólidos, o fortalecimento do empreendedorismo e inovações na gestão ambiental, a implantação de unidade de compostagem e a estabilização de mais de uma dezena de encostas.

 

Para ações de Estruturação de Espaços Públicos e Oferta dos Serviços com Eficiência e Qualidade estão mobilizados R$ 281,2 milhões e R$ 155,3 milhões, respectivamente, para investimento, dentre outras ações: o projeto Novo Mané Dendê, que conta com financiamento externo do BID, com o objetivo de investir na requalificação urbanística e ambiental na Bacia que leva o mesmo nome, situada no Subúrbio Ferroviário de Salvador; requalificação de 20 mil m² de praças, alcançando todas as dez Prefeituras Bairros; requalificação de 9 mil metros de escadarias; requalificação de orlas Serviços de macrodrenagem, dentre outras ações.

 

Nos serviços públicos estão previstas a ampliação e modernização da rede de iluminação pública, com a implantação de 1.698 novos pontos e a modernização de outros 6.757. Na manutenção e conservação da cidade, especialmente da rede viária e limpezas de canais, está prevista a aplicação de R$ 37,8 milhões.

 

O foco na gestão pública de excelência prevê iniciativas de modernização administrativa, otimização da receita pública e sustentação do equilíbrio fiscal; atualização e estruturação da dívida pública; implantação dos sistemas de cartografia municipal e de gestão de bens imóveis; reestruturação e expansão do sistema de indicadores municipais; fortalecimento da transparência pública; ampliação e melhoria dos serviços de atendimento ao cidadão, fortalecendo o sistema de Ouvidoria Municipal e aperfeiçoamento da atuação das Prefeituras Bairro; priorização na gestão eletrônica de processos; ampliação dos recursos tecnológicos da prefeitura; intensificação da política de valorização do servidor e fortalecimento da carteira de captação de recursos, dentre outras.

 

 

 

A Empresa Salvador Turismo (Saltur) divulgou no Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira (28) o chamamento público para o credenciamento de atrações artísticas com equipamento sonoro para participação do Furdunço 2018. Os interessados deverão entregar os documentos exigidos em edital no período de 2 de outubro a 30 de outubro de 2017. Vale destacar que todo o regulamento para participação do evento, assim como os prazos para as entregas documentais, constam no edital que pode ser acessado através do site www.compras.salvador.ba.gov.br a partir da segunda-feira (02).

 

O Furdunço é um projeto da Prefeitura que realizará a sua 4° edição no próximo ano. O evento, que em suas últimas edições foi ampliado e ocorreu em dois dias de Carnaval, um na Barra e outro no Campo Grande, promete ser ainda mais animado na próxima folia momesca. Conhecido pela tranquilidade nas apresentações e por levar famílias inteiras para as ruas da cidade, o Furdunço é composto por apresentações de artistas, duplas, trios e bandas com pequenos e médios equipamentos eletrônicos.

 

Já o Fuzuê segue com inscrições abertas até o dia 17 de outubro. Para o evento serão selecionados apenas grupos culturais com acompanhamento musical, a exemplo de charangas, fanfarras, orquestras, grupos percussivos, e afins. O edital que regula o chamamento público está disponível no mesmo site. O Fuzuê é uma ação da Prefeitura, que antecede o Carnaval com o objetivo de levar para as ruas a alegria dos antigos carnavais, atraindo pessoas de todas as classes e idades, além de turistas que visitam a cidade.