Domingo , 21 Abril 2019
0
0
0
s2sdefault

Com o objetivo de democratizar o uso das vagas Zona Azul nos bairro do Comércio e Calçada, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) reorganizou os estacionamentos de ruas dessas localidades de longa ou média duração para curta duração (2 horas). A ideia é dar maior rotatividade em locais onde há muita demanda por estacionamento e pouca oferta de vagas.

Segundo a pasta, a alteração se justifica porque ao longo dos anos houve mudanças no perfil de utilização desses espaços e na quantidade de vagas. As pessoas que buscam estacionamentos de média e longa duração (multi-hora) no Comércio, por exemplo, podem deixar os veículos nos espaços Zona Azul que ficam na Av. da França, próximo à Igreja da Conceição da Praia, do Moinho da Bahia, ou da Praça Marechal Deodoro.

Não há alteração nos preços já cobrados, de R$3 por 2h, R$6 por 6h e R$9 por 12h. Em eventos, a cobrança pode variar entre R$10 e R$20, dependendo da sinalização. São, ao todo, 88 localidades que, juntas, oferecem 1503 vagas para os motoristas.

Novas vagas - Em 2018, a Transalvador criou 1.021 vagas de estacionamentos Zona Azul na capital baiana em vias do bairro de Nazaré, nas Avenidas Jequitaia (Comércio) e Octávio Mangabeira (Jardim dos Namorados), no Loteamento Aquarius (Pituba) e no Largo de Roma. No total, são disponibilizadas 12.380 vagas do estacionamento rotativos por diversas vias da cidade.

O órgão de trânsito também começou a reorganização de áreas e horários dos estacionamentos públicos rotativos. Gradativamente, as vagas de Zona Azul estão sendo divididas apenas em dois tipos: a de curta duração e multi-hora. Nas vagas de curta duração, onde é preciso maior rotatividade, o motorista pode deixar os veículos estacionados por até 2 horas, como é feito tradicionalmente. Nos espaços multi-hora, será possível deixar os veículos por até 2, 6 ou 12 horas.

Inovação - Desde outubro do ano passado, funciona em Salvador o aplicativo Zona Azul Digital. Com o novo sistema, os motoristas podem administrar, pelo celular, o uso de uma das mais de 12 mil vagas rotativas disponíveis na cidade. Além disso, os condutores têm a opção de pagar o valor cobrado pelo estacionamento por meio dos cartões de crédito e débito e de boleto bancário. O aplicativo está disponível para download nas lojas virtuais Apple Store e Google Play.

Ao adquirir o serviço, o condutor ganha uma tolerância de 15 minutos. Os créditos podem ser comprados com antecedência ou apenas no momento em que se for estacionar o veículo. Pelo aplicativo, os créditos ativados e encerrados com saldo de horas podem ser reutilizados em outra ocasião, desde que a regra de uso seja a mesma. Por exemplo: se o crédito inicial for para 6h, o saldo de horas não poderá ser utilizado em locais com regra de 2h.

0
0
0
s2sdefault