Sábado , 06 Junho 2020
0
0
0
s2sdefault

Lançado pela Prefeitura nesta quinta-feira (20), o Negócio POP (Programa Popular Produtivo), já traz grande esperança por parte de um dos segmentos que fazem parte da base da economia da cidade: os ambulantes. Isso porque a iniciativa vai possibilitar o atendimento de duas das principais reivindicações desses comerciantes: a capacitação na área de negócios e acesso facilitado ao microcrédito.

De acordo com o presidente da Sindicato dos Ambulantes, Barraqueiros e Quermesseiros do Estado da Bahia, Marcos Cazuza, a expectativa com o programa é grande. “Participamos de todas as ações desenvolvidas no setor pela Prefeitura desde 2013 e esperamos que dê certo. Nosso trabalho é trazer para os ambulantes a compreensão de que eles precisam estar nesse meio, porque isso facilita muito não apenas a questão do empreendedorismo, mas também outras etapas do comércio deles”, pontua.

Cazuza também acredita que o Negócio POP vai ajudar na organização do mercado informal da capital baiana. “É a única cidade do país que está elaborando esse tipo de trabalho para equacionar esse problema entre desemprego e as pessoas que querem empreender e não conseguem resposta. O programa é justamente para dar oportunidade àqueles que querem empreender e nós estamos entre aqueles que querem essa oportunidade”.

De acordo com o sindicato, Salvador possui hoje cerca de 30 mil vendedores ambulantes. A meta é de que sete mil trabalhadores da categoria sejam beneficiados com o Negócio POP, dando uma alternativa a essas pessoas de gerar emprego e renda e, consequentemente, melhorar a própria condição de vida.

Mudança de cultura – De acordo com o gerente regional Salvador do Sebrae-BA, Rogério Cerqueira, o programa é uma grande oportunidade para as famílias de garantirem o próprio sustento através de uma atividade econômica. “Com isso, os pais também podem inspirar os filhos para mudar um pouco o cenário do país de formar apenas empregados”, afirma.

A entidade será parceira do Parque Social na realização de palestras de capacitações em negócios, uma das atividades do Agente de Empreendedorismo, integrante do Negócio POP. “O nosso objetivo é formar empreendedores, cidadãos que possam ter o próprio negócio com uma visão mais qualificada. É algo que vai melhorar a vida empreendedora e social de Salvador, pois mais oportunidades de negócios resultam em uma sociedade mais harmônica”, conclui Cerqueira.

0
0
0
s2sdefault