Sábado , 16 Dezembro 2017

Fomentar e apoiar ações de fortalecimento e valorização da capoeira em Salvador. Esse é o objetivo do Prêmio Capoeira Viva Salvador 2017, lançado em edital pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), que vai contemplar mestres, contramestres, professores, instrutores, pesquisadores e praticantes do movimento, bem como representantes de grupos culturais não formalizados que sejam domiciliados ou sediados na capital baiana há, pelo menos, dois anos.

 

As inscrições seguem até o dia 30 junho e podem ser feitas pelo site www.capoeiravivasalvador.salvador.ba.gov.br. Serão contempladas nove propostas, em três diferentes áreas: Identidade e Memória; Intercâmbio e Formação; e Inclusão e Cidadania. Os prêmios possuem valores de R$ 15 mil e R$ 30 mil. Segundo o edital, serão priorizadas propostas que contemplem ocupação criativa de espaços não convencionais, como praças públicas, parques, ruas, museus, entre outros.

 

O documento prevê ainda que as propostas apresentadas estejam em consonância com as diretrizes de política cultural do município, com o Plano de Salvaguarda do Ofício de Mestre e da Roda de Capoeira na Bahia, com a Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais e com a Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, aprovadas pela Unesco e ratificadas pelo governo brasileiro. 

 

A FGM divulgará a relação das propostas habilitadas no Diário Oficial do Município e no site www.cultura.salvador.ba.gov.br em até 15 dias úteis, depois de decorrido o período de inscrições.