Sábado , 22 Fevereiro 2020
0
0
0
s2sdefault

Fotos: Max Haack/Secom

Os 50 dias de atrações do projeto Natal Salvador 2019, na Praça do Campo Grande, ficaram marcados na memória. O evento não só reuniu uma multidão ao local – cerca de 1,3 milhão de pessoas -, como também impactou a vida de diversas famílias. Nesta sexta-feira (14), o prefeito ACM Neto e o titular Diretoria de Iluminação Pública (Dsip), Júnior Magalhães, apresentaram números e histórias emocionantes de crianças que visitaram a decoração.

O evento aconteceu no Palácio Thomé de Souza e reuniu gestores municipais, colaboradores da Dsip, além da operadora de caixa Ariana Bispo dos Santos, 35 anos, e a filha dela, Silvana, 10 anos. Ambas saíram de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, e fizeram questão de agradecer pessoalmente ao prefeito pelo projeto. Ariana relatou o quanto a magia natalina do Campo Grande foi importante para o lazer da menina, que ficou tetraplégica após ser vítima de bala perdida.

“Ela assistiu uma reportagem na TV e pediu para ir ao Campo Grande. A empresa que dá assistência de home care providenciou a viagem. Minha filha amou e ficou encantada com tudo o que viu. Como  mãe, fiquei muito feliz,  pois, mesmo com o quadro clinico de não poder andar, ela realizou um sonho”, disse Ariana.

Outros casos tão comoventes quanto o de Silvana foram exibidos, a exemplo do pequeno Vinícius, 7 anos. O garoto possui síndrome de Loeys Dietz do tipo 4, que provoca transtorno no tecido conjuntivo, e também se divertiu com o projeto natalino.

Emocionado, o prefeito ACM Neto agradeceu aos profissionais que colaboraram para a realização da iniciativa, que proporcionou momentos inesquecíveis a um universo de gente. “Sabíamos que o que mais importava não eram os números, mas, sim, o que esse gesto da Prefeitura trouxe: de cuidado com a cidade e amor às pessoas”.

Como foi – Salvador foi uma das cidades que mais investiram em iluminação natalina no Brasil. Um dos pontos preferidos de quem visitou o Campo Grande foi a casa do Papai Noel, além do Globo de Neve, onde 15 mil crianças se divertiram com o efeito da neve artificial.

“Com certeza, a decoração natalina na capital baiana é um produto que está se consolidando e movimentando a cidade, além de permitir que muitas famílias se confraternizem”, afirmou Júnior Magalhães.

O Natal Salvador apresentou programações diárias no palco da Praça do Campo Grande. Foram 92 atrações de diferentes instituições, entre escolas municipais e bandas de igrejas, da Guarda Civil Municipal, Aeronáutica e do Exército, espetáculos em libras, teatrais, de dança ou corais, contabilizando mais de 100 horas de apresentações natalinas.

O público teve a possibilidade de visitar ainda a Vila Natalina com 18 barraquinhas de artesanatos, artigos religiosos e gastronomia, além da árvore central de luzes dançantes em LED e a Catedral de Luz e Som, composta por 22 arcos e 20 mil metros de corda luminosa.

O Natal Salvador alcançou também outros bairros, avenidas e praças da cidade. O plano da Prefeitura para 2020 é aumentar ainda mais o número de praças e avenidas iluminadas no Natal.

0
0
0
s2sdefault