Segunda-Feira , 16 Setembro 2019
0
0
0
s2sdefault

Foto: Divulgação

A Prefeitura, através da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), inaugura hoje (10), às 18h30, dois contêineres semienterrados na Praça Marquês de Olinda, no fim de linha do bairro do Garcia, para o descarte de resíduos domiciliares e recicláveis. Participam da solenidade de inauguração o vice-prefeito Bruno Reis e o presidente da Limpurb, Marcus Passos.

Esses equipamentos se somam aos outros 11 subterrâneos que a Prefeitura já instalou na cidade desde a primeira gestão do prefeito ACM Neto. No total, são sete na Barra (dois no Farol, três no Forte de Santa Maria e dois no Porto), instalados em 2014; e mais quatro no Candeal, instalados em 2017.

Também já existe o projeto para instalação de contêineres do tipo subterrâneo na Avenida Sete, Curuzu e no Caminho da Fé (Avenida Dendezeiros), dentro das obras de requalificação desses locais. Esses equipamentos fazem parte dos investimentos feitos pela Prefeitura para modernizar o sistema de limpeza urbana da cidade, dentro do projeto Jogue Limpo com Salvador.

O conceito desses equipamentos, tanto o contêiner subterrâneo como este modelo semienterrado, traz como benefício a diminuição de vetores que produzem doenças, como ratos e baratas, evitam o contato de pessoas em situação de rua e animais devido ao lixo estar acondicionado no espaço fechado. Com isso, não há mau cheiro ou lixo espalhado nas vias e calçadas e não há riscos de contaminação por conta da tecnologia de vedação.

O local de instalação dos equipamentos no Garcia era ponto de descarte irregular de lixo, que deixava a rua completamente feia e suja. “Hoje, estamos vendo o local completamente transformado e ainda com uma beleza a mais: a pintura feita pelo artista plástico Gilson Cardoso. Com isso, estamos mostrando que podemos tratar os resíduos com um novo olhar, basta que cada um faça a sua parte. É uma forma de coleta limpa, que evita que os resíduos se espalhem nas vias, sem poluição visual”, destacou Marcus Passos.

Trata-se de um conceito moderno de armazenamento de resíduos que permite diminuir a frequência de viagens dos caminhões de coleta. “Quem ganha com isso são os próprios moradores, que terão uma rua mais limpa e bem cuidada, e também a Prefeitura, que vai economizar com a coleta, pois uma caixa dessas armazena grande quantidade de resíduos, o que permite a coleta alternada, gerando economia para os cofres públicos”, esclareceu o presidente.

O modelo de recipiente do tipo semienterrado, instalado no Garcia, é o primeiro na cidade. O material é galvanizado a zinco, não inflamável, e o esvaziamento é feito de forma rápida e segura por caminhões de coleta, com capacidade de armazenamento de cinco metros cúbicos.

Educação ambiental - Na semana passada, uma equipe de Educação Ambiental da Limpurb fez todo um trabalho de conscientização junto à comunidade do Garcia para explicar o funcionamento dos contêineres, como a forma de descartar, o que descartar, e reforçar a importância que cada morador tem para manter a cidade limpa.

0
0
0
s2sdefault