Terça-Feira , 12 Novembro 2019
0
0
0
s2sdefault

Foto: Max Haack - SECOM

Não basta apenas cuidar do presente e do futuro de uma cidade. Até porque não haveria sucesso nessa empreitada se o passado também não fosse objeto de cuidado e estímulo. O programa #vemprocentro, idealizado pela Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), tem justamente esse objetivo: unir passado, presente e futuro para valorizar a nossa riqueza cultural, urbanística e humana, diversificando a economia e incentivando a presença do soteropolitano onde a cidade do Salvador nasceu há 470 anos: o Centro Histórico.

O "vemprocentro" foi lançado pelo prefeito ACM Neto em coletiva nesta segunda-feira (09), no Teatro Gregório de Mattos, quando também foi divulgada a programação da sétima edição do Festival da Primavera. O festival, por sinal, terá o bairro do Comércio como principal palco dos acontecimentos este ano, dentro da estratégia de ocupação do #vemprocentro.

"Enquanto temos o Pelourinho Dia e Noite na parte alta do Centro Histórico, também teremos uma programação cultural intensa no Comércio, que vai ganhar mais vida também nos finais de semana. O Festival da Primavera está, na edição de 2019, inserido nesse contexto", disse ACM Neto, que participou da coletiva ao lado do vice-prefeito Bruno Reis, do titular da Sedur, Sérgio Guanabara, do secretário de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, do presidente da Saltur, Isaac Edington, e outras autoridades, além de comerciantes e representantes do Centro Histórico da cidade.

O #vemprocentro, conforme explicou o prefeito, é convite para a população e os visitantes de Salvador participarem de um movimento de transformação coletiva e criativa do espaço público no Centro Histórico, sobretudo o Comércio, neste primeiro momento. Uma das várias iniciativas do programa será o estímulo à implantação de novas moradias no bairro. "Vamos estimular que servidores públicos municipais adquiram imóveis no Comércio, oferecendo incentivos. Isso casa perfeitamente com a mudança de 80% dos órgãos públicos municipais para essa parte de Salvador até o final deste ano".

Ações integradas - Além do estímulo à ocupação e moradia e de uma programação cultural intensa e permanente, serão promovidas várias ações integradas em eixos como: patrimônio histórico, infraestrutura urbana, mobilidade urbana, centralização administrativa municipal, equipamentos estruturantes, ativação econômica, governança e gestão e ruas criativas. Ou seja, praticamente todas as secretarias e órgãos municipais estarão envolvidos no processo.

O #vemprocentro abrirá, inicialmente, as ruas do Comércio para a população com um mix de atividades gratuitas nas áreas de esporte, arte, cultura, música, dança e gastronomia. Tudo isso com o objetivo de criar no local um ambiente urbano mais atrativo e convidativo para que se torne mais um ponto de opção de entretenimento e lazer da cidade.

O programa prevê, por exemplo, a criação do Circuito de Arte Urbana no Comércio, onde serão feitas intervenções de arte urbana em praças, ruas, mobiliários urbanos e fachadas, que estarão conectadas como um caminho. A expectativa é que essa ação esteja disponível para a população a partir de dezembro, com artistas selecionados pela Fundação Gregório de Mattos (FGM).

A Avenida da França, que margeia o Porto de Salvador e o Terminal Náutico, será fechada parcialmente aos domingos, se estabelecendo como um novo espaço para lazer, cultura e prática de esportes do município. A via se tornará propícia para quem quiser praticar corrida, cooper, andar de bike, skate ou patins.

Requalificação - O #vemprocentro integra as diversas ações do Salvador 360 e da Prefeitura em andamento, executadas ou planejadas para o Centro Histórico, como: as revitalizações da Rua Miguel Calmon, a principal do Comércio, das praças Marechal Deodoro, Cairu e da Inglaterra, esta última já inaugurada, e, na parte alta, da Avenida Sete de Setembro, que está em andamento a pleno vapor, e do Terreiro de Jesus, entregue recentemente.

Com intuito de fortalecer ainda mais o Centro Histórico, a Prefeitura estabeleceu como meta estar com 80% de seus funcionários trabalhando nesta região. Algumas secretarias já contam com sedes novas nesta região, como a de Cultura e Turismo (Secult). Vale lembrar ainda que esta região já conta com um equipamentos estruturantes, a exemplo do Hub Salvador e, em breve, ganhará o Polo de Economia Criativa, os museus da Música e da História de Salvador, além do Arquivo Público Municipal. Tudo isso vai integrar o #vemprocentro.

No total, a Prefeitura está investindo cerca de R$300 milhões em todo o Centro Histórico de Salvador, contemplando também o Comércio, em mais de 60 ações, que, direta ou indiretamente, contribui para aquecer a economia do turismo. Só em 2018, Salvador recebeu, durante todo o ano, 9,3 milhões de turistas. Com o #vemprocentro, a expectativa é de atrair ainda mais visitantes, mas, ainda mais importante, atrair de vez o Soteropolitano para o viver o Centro Histórico.

0
0
0
s2sdefault