Quinta-Feira , 17 Outubro 2019
0
0
0
s2sdefault

Foto: Max Haack - SECOM

Depois de cinco dias de discussões e debates da Semana do Clima para a América Latina e Caribenha, ocorrida no Salvador Hall, na Avenida Luis Vianna (Paralela), a capital baiana se consolida como palco para reafirmação dos compromissos de governos e sociedade civil para o combate às mudanças climáticas e preservação do meio ambiente. Para o prefeito ACM Neto, que participou do encerramento do evento nesta sexta-feira (25), a intenção é de que o Brasil, através das cidades, chegue com uma mensagem forte sobre o cumprimento desses compromissos na 25ª Conferência do Clima (COP-25), a ser realizado pela ONU em dezembro, no Chile.

“Não poderíamos ter encerrado de maneira mais grandiosa essa Semana do Clima, que não fosse reunindo prefeitos de cidades importantes de todas as regiões do país para trazer um sinal claro do compromisso das cidades brasileiras com a agenda climática. A gente fica muito preocupado com certos sinais dados pelo país internacionalmente, e acho que caberá aos prefeitos assumir a liderança do movimento de mostrar que o Brasil está comprometido com a agenda ambiental. Além disso, Salvador brilhou na realização desse evento e em um momento importante para o Brasil”, afirmou ACM Neto.

 O prefeito também salientou que as cidades estão fazendo a própria parte para a redução da emissão de gases do efeito estufa. Ele acredita que a série de práticas locais podem contribuir para o cumprimento do Acordo de Paris, tão importante para assegurar o futuro do planeta. “É um desafio grandioso chegar em 2050 – no caso de Salvador, até 2049, quando a cidade completa 500 anos – neutralizando a emissão de gases do efeito estufa. Isso passa por uma mobilização do poder público, da sociedade civil e da iniciativa privada. Se houver a consciência do papel das cidades, do poder local nesse processo, a gente muda a realidade do futuro do planeta”, pontuou.

Dentre as ações concretas promovidas pela capital baiana nos últimos anos pela preservação do meio ambiente estão a renovação da frota de ônibus por modelos menos poluentes. No caso do BRT, a ideia é utilizar ônibus elétricos e, para isso, a Prefeitura já está discutindo linhas de financiamento. Além disso, está sendo promovida a renovação do parque de iluminação pública para o sistema em LED, dentre outras iniciativas.

Pacto pelos oceanos – Também no encerramento, autoridades incluindo o prefeito ACM Neto assinaram o Termo de Compromisso para o Futuro dos Oceanos, promovido pela Future Ocean Alliance e que será levada para a COP-25, com o objetivo de combater a polução nos oceanos e mares. No caso de Salvador, já foram dados passos concretos como a implantação do Parque Marinho da Barra, que protege uma parte importante do litoral da cidade, além da primeira praia com Bandeira Azul do Nordeste, localizada na Ilha dos Frades, e o projeto de lei a ser encaminhado para a Câmara de Vereadores referente à proibição da venda de sacolas e canudos plásticos nos principais estabelecimentos comerciais.

0
0
0
s2sdefault