Sábado , 23 Março 2019
0
0
0
s2sdefault

Foto: Bruno Concha - SECOM

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), e o Consórcio BRT, responsável pelas obras de implantação dos corredores do novo modal de transporte, estão distribuindo panfletos para orientar a população sobre a mudança no ponto de ônibus localizado em frente ao Empresarial WN, na Avenida ACM, que será remanejado para a entrada que dá acesso à pista marginal, logo após o viaduto Raul Seixas.

A mudança, necessária para a colocação de pilares de um dos elevados do BRT, começa a valer a partir desta segunda-feira (18). Com intuito de atender às necessidades dos pacientes do Centro de Prevenção e Reabilitação da Pessoa com Deficiência (Cepred), a nova parada fica apenas a 200 m da unidade. Panfletos foram, inclusive, distribuídos hoje a pacientes do Cepred, em uma ação que vai continuar ao longo dos próximos dias.

Durante a primeira semana de alteração, técnicos da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) estarão trabalhando no local para orientar pedestres e motoristas sobre a nova parada. Além disso e da distribuição dos panfletos informativos, placas sinalizadoras serão instaladas com objetivo de orientar motoristas de ônibus e os usuários do transporte público municipal.

Para facilitar o deslocamento dos pacientes, a Prefeitura finaliza a construção de uma calçada adaptada e totalmente acessível que fará a ligação com o novo ponto. Além disso, a nova parada também contará com o abrigo. O reforço na concretagem da via, onde os ônibus vão parar, também está em curso. A baia permitirá a parada de dois ônibus por vez.

Linhas - De acordo com a Semob, 12 linhas terão paradas no ponto provisório após o viaduto Raul Seixas. São elas: 0102 – Barbalho x Iguatemi, 0422-01 - Pero Vaz x Itaigara (via Avenida Luís Eduardo Magalhães), 0813 – Pituba x Vila 2 de Julho/Trobogy, 0813-01 -Pituba x Vila 2 de Julho/Trobogy, 0914 - Vale dos Rios/STIEP R3, 0915 - Vale dos Rios/STIEP R4, 1052- Estação Mussurunga x Barra2 , 1129 – Cabula 6 x Pituba, 1231 – Sussuarana x Barra R2, 1231-01 - Sussuarana x Barra R2, 1386 – Nova Brasília/Jardim Nova Esperança/7 de Abril x Barra, 1386-01 - Nova Brasília/Jardim Nova Esperança/7 de Abril x Barra, 1538-02 - Conjunto Pirajá I x Pituba (via Avenida Luís Eduardo Magalhães).

As demais vão parar no ponto de ônibus em frente à Catedral da Fé. As linhas são 0207 - Massaranduba x Itaigara, 0218 - Ribeira x Pituba, 0342 - Vales dos Rios/Circular A, 0344- Vale dos Rios/Circular B, 0422 - Pero Vaz x Itaigara, 0426- Santa Mônica x Pituba, 0518- Sussuarana/CAB x Engenho Velho de Brotas, 0713- Santa Cruz x Calçada/Bonfim, 0907 - Boca do Rio x Ribeira, 1220- Mata Escura x Pituba, 1301- Estação Pirajá x Brotas, 1320- Pau da Lima x Nordeste, 1341- Estação Pirajá x Barra 2, 1538- Conjunto Pirajá I x Pituba, 1538- 01 - Conjunto Pirajá I x Pituba, 1622 - Alto do Cabrito / Boa Vista do Lobato x Pituba, 1643 - Fazenda Coutos x Pituba, 1645- Alto de Santa Terezinha/Rio Sena x Pituba, 1645- 01 - Alto de Santa Terezinha/Rio Sena x Pituba, 1645-02 - Alto de Santa Terezinha/Rio Sena x Pituba, 1652 - São João do Cabrito x Pituba, 5017- Imbuí x Praça da Sé.

Intervenções – As intervenções da primeira etapa do BRT estão previstas para serem concluídas no final de 2020 e fazem parte do eixo Investe, do programa Salvador 360. As obras são executadas pelo Consórcio BRT Salvador, formado pela Camargo Correa Infraestrutura S.A., Construções e Comércio Camargo Correa S. A. e Geométrica Engenharia de Projetos Ltda. O valor para execução da primeira etapa é de R$ 212.781.070,50, oriundos de financiamento junto à Caixa Econômica Federal.

A implantação do novo modal vai possibilitar a criação de linhas exclusivas, em corredores de tráfego próprios e segregado das demais vias, que vão reduzir o tempo do soteropolitano no trânsito e melhorar a mobilidade em regiões críticas. O sistema será integrado ao metrô. Este primeiro trecho terá 2,9km de extensão e vai ligar o Loteamento Cidade Jardim (Parque da Cidade) à região do Shopping da Bahia (Estação de Integração BRT/Metrô). A obra prevê ainda a construção de viadutos e elevados paralelos para implantação das estações.

0
0
0
s2sdefault