Sábado , 23 Março 2019
0
0
0
s2sdefault

Foto: Valter Pontes - SECOM

Quem deseja se tornar servidor efetivo municipal deve ficar atento ao concurso público que será realizado pela Prefeitura de Salvador neste ano de 2019. Com 368 vagas, distribuídas em 17 cargos e 12 áreas, os detalhes da seleção foram apresentados pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário municipal de Gestão (Semge), Thiago Dantas, nesta sexta-feira (25), no Hub Salvador, no Comércio. Também estiveram presentes na ocasião o vice-prefeito Bruno Reis, demais secretários e gestores municipais, autoridades e imprensa.

De acordo com o prefeito, havia uma expectativa enorme da gestão para a realização desse concurso. O objetivo é de reforçar ainda mais o trabalho da administração municipal, tornando mais eficiente e produtivo o serviço que a Prefeitura oferece à cidade e ao cidadão.

Além disso, a capital baiana demonstra ter um posicionamento diferente diante do cenário econômico nacional. “No Brasil, vemos a crise afetando as principais administrações do país, com prefeitos e governadores tendo que fazer cortes ou até mesmo tendo atraso de pagamento ao servidor. Salvador vai na contramão positiva da história, exatamente para garantir novas vagas e reforçar ainda mais o quadro de servidores efetivos da capital”, completou.

Distribuição – O concurso público para a Prefeitura de Salvador está dividido em três editais. O primeiro deles é para professor, com 150 vagas imediatas e 1,5 mil de cadastro reserva. O segundo edital é para os cargos de Guarda Civil Municipal, Agente de Trânsito, Agente de Fiscalização e Agente de Salvamento Aquático (salva-vidas).

Por fim, o terceiro edital é destinado aos seguintes cargos: médico, engenheiro civil, fiscal de serviços municipais, engenheiro eletricista, engenheiro/arquiteto e – pela primeira vez na administração municipal – para as funções de psicólogo, gestor público, médico perito, médico do trabalho, técnico de enfermagem do trabalho e técnico em segurança do trabalho.

As vagas oferecidas são para níveis médio, técnico e superior, carga horária entre 20h e 40h semanais e vencimentos iniciais de R$2.147,85 até R$11.484,19 – a depender do cargo pretendido. Os novos postos de trabalho vão representar um investimento de R$23,3 milhões para reforçar as áreas estratégicas e prioritárias do serviço público municipal.

Os profissionais vão atuar nas secretarias municipais de Saúde, Educação, Mobilidade, Desenvolvimento Urbano, Gestão, Infraestrutura, Manutenção, Ordem Pública e Promoção Social e Combate à Pobreza, além da Guarda Civil Municipal (GCM) e das superintendências de Trânsito de Salvador (Transalvador) e de Obras Públicas (Sucop).

Etapas – De acordo com o secretário Thiago Dantas, o edital será publicado no fim de fevereiro, com inscrições a serem realizadas em março e as provas em abril. Vencedora da licitação, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a empresa organizadora da seleção. Além das vagas imediatas, também haverá vagas em cadastro reserva, que poderá chegar até 15 vezes o número inicial para cada cargo.

Do total de vagas, 30% serão destinadas para candidatos negros e 5% para pessoas com deficiência, conforme previsto em legislação municipal. A validade do concurso é de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois anos. “A gente espera que esse concurso seja bastante disputado por pessoas que desejam ser colaboradoras da Prefeitura. É um trabalho que devolve para a cidade, de maneira direta, o esforço em melhorar a vida da população”, pontuou o titular da Semge.

Dantas, que também é servidor municipal concursado, aproveitou para dar dicas aos candidatos interessados no certame. “Naturalmente, uma seleção com esse nível de competição exige esforço, disciplina método, dedicação além do normal e sorte, para que, na hora de responder a prova, o candidato esteja com a cabeça mais tranquila e que caia o conteúdo estudado”, finalizou.

 

0
0
0
s2sdefault