Segunda-Feira , 16 Setembro 2019
0
0
0
s2sdefault

Os sentimentos de gratidão e alegria dos moradores predominaram as entregas de quatro equipamentos em duas ilhas de Salvador, nesta sexta-feira (28). Uma delas foi a requalificação da Escola Municipal de Bom Jesus e duas novas quadras poliesportivas, em Bom Jesus dos Passos. Em seguida, foi a vez da Unidade de Saúde da Família (USF) de Paramana completamente reformada, na Ilha dos Frades. As cerimônias contaram com a presença do prefeito ACM Neto, do vice, Bruno Reis, e do titular da Secretaria Municipal da Educação (Smed), Bruno Barral; demais gestores e autoridades municipais; convidados como o governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado, e o presidente da Fundação Baía Viva, Carlos Suarez; e população.

Em Bom Jesus, a festa contou com a apresentação da Filarmônica Beneficente Musical União dos Artistas. Em discurso, o prefeito relembrou os avanços da administração municipal na área da Educação nas ilhas, a exemplo da implementação do transporte gratuito para professores que trabalham nesses locais; a abertura da oferta de Ensino Médio na Escola Municipal Antônio Carlos Magalhães; a implantação da Casa do Estudante Quilombola em Salvador, destinado a estudantes de comunidades quilombolas das ilhas; e a construção de unidades de alto padrão como a Escola Municipal de Bom Jesus dos Passos.

“Era um sonho antigo a construção de uma escola como essa, que não deixa nada a desejar a uma escola particular de Salvador. Esta é uma unidade de ensino em tempo integral que oferece apoio pedagógico e um ambiente seguro como extensão das próprias casas, além de refeição adequada para a necessidade nutricional diária”, afirmou ACM Neto.

A unidade tem capacidade para receber 244 alunos nos segmentos da Educação Infantil (Grupos 2 a 5) e Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano). Com dois pavimentos, sendo 826,69 m² de área construída, a estrutura da Escola Municipal de Bom Jesus conta com pátio coberto, dez salas de aula, três salas de descanso, diretoria, secretaria, sanitários administrativo e de funcionários, para alunos e PNE; além de solário, playgound, cozinha, despensa, sala de freezers, lavanderia e área de serviço. O investimento foi de R$2,1 milhões.

A diretora da instituição, Aline Ferreira, ressaltou a importância dessa ação para os moradores das áreas insulares do município. “Por muito tempo, as ilhas foram esquecidas. Tudo aqui ficava para depois, eram destinados apenas restos para cá. A situação começou a mudar com essa gestão, pois passaram a nos olhar e ouvir. Somos realmente diferentes: as ilhas abrigam dez escolas – quatro delas quilombolas – e, mesmo com as dificuldades, nos empenhamos muito para oferecer o melhor. Com essa nova estrutura, queremos que essa escola seja a melhor da rede. Estamos muito felizes, mesmo”, relatou.

Quadras e calçamento – Além da escola, a ilha também ganhou duas quadras esportivas. Para a construção dos equipamentos foram colocados alambrados, piso, pintura, traves, tabelas de basquete, rede de proteção, drenagem e iluminação. Além disso, uma boa notícia foi anunciada pelo prefeito: a autorização para que a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) realize as obras da segunda etapa do calçamento da localidade, em mais 4km. Na primeira etapa, foram feitos 4,5km de calçamento.

Atendimento médico – Em seguida, foi a vez da vizinha Paramana, na Ilha dos Frades, ganhar uma Unidade de Saúde da Família completamente reconstruída pela Prefeitura. Ao lado do secretário municipal da Saúde (SMS), Luiz Galvão, o prefeito ressaltou que a localidade merecia um posto de saúde que oferecesse condições dignas para a população, já que a antiga estrutura era tímida e mal atendia às demandas dos moradores. “Colocamos no chão a unidade antiga e construímos esse novo posto. Estaremos vigilantes para garantir que não faltem profissionais para fazer atendimento médico na estrutura, com profissionais que estejam integrados com a comunidade”, salientou ACM Neto.

O posto tem capacidade para atender cerca de 650 pessoas por dia através da atuação de uma equipe de Saúde da Família e com uma equipe de Saúde Bucal. A unidade prestará assistência, prioritariamente, à população da área adstrita de Paramana, Costa e Ponta de Nossa Senhora, tendo aproximadamente 3 mil pessoas cadastradas na estratégia de Saúde da Família.

Serão ofertados serviços de atenção integral, considerando as áreas prioritárias da Atenção Primária à Saúde nos programas de hipertensão, diabetes, controle da tuberculose, hanseníase e doença falciforme. Além disso, a USF Paramana também disponibilizará atendimentos para curativo, vacinação, marcação de consulta e exames, além de realização de visita domiciliar, dispensação de medicamentos básicos e confecção do Cartão SUS (2ª via).

Em 2012, o Distrito Sanitário Subúrbio/Ilhas tinha apenas 30% de cobertura da atenção básica de saúde. Até o fim de 2020, esse índice deverá chegar a 70%. De acordo com o prefeito, a intenção é de universalizar o acesso da população das ilhas aos serviços básicos de saúde, evitando assim os constantes deslocamentos para locais mais distantes, como o município vizinho de Madre de Deus.

“Há muito tempo a gente precisava deste posto em Paramana, pois não tínhamos atendimento à saúde aqui. Até havia médicos, mas não atendiam todos os dias e o posto tinha uma estrutura péssima para atender. Agora estou muito feliz com essa unidade”, afirmou a marisqueira Maria José Monteiro, de 56 anos.

Demais novidades – Paramana também deverá ganhar novas estruturas construídas pela Prefeitura até 2020. Uma delas é a reforma da sede da associação local. Outra iniciativa, que depende apenas da obra de esgotamento sanitário da Embasa no local, é o início da implantação de novo calçamento da localidade. Também deverá ser feito um projeto para construção de equipamentos de convivência e lazer, como uma quadra poliesportiva, Academia da Saúde, quadra de futevôlei e parque infantil, a serem implantados após as obras de requalificação do terminal náutico de Paramana.

0
0
0
s2sdefault