Segunda-Feira , 18 Fevereiro 2019
0
0
0
s2sdefault

A Guarda Civil Municipal (GCM) contará com o reforço de dois quadriciclos para a operação montada para o Festival Virada Salvador, que começa nesta sexta-feira (28) e segue até o dia 1º, na Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio. Os veículos completarão o patrulhamento a pé. Cada quadriciclo poderá ser utilizado por até dois guardas civis, a depender da demanda.

Para garantir que todos os participantes do festival curtam a festa com segurança, a GCM trabalhará em parceria com a Polícia Militar durante os cinco dias de evento, com revistas na entrada do festival, que impedem que armas e itens proibidos entrem no local.

É vetada a entrada de materiais perfurocortantes e que possam servir como arma branca, a exemplo de guarda-chuvas, pau de selfie e demais objetos que possam oferecer risco aos cidadãos. Assim como nas edições anteriores, são aplicadas revistas com detectores de metais por policiais militares no intuito de garantir maior fiscalização e controle do quem entra e sai do perímetro.

Serão 550 agentes da GCM por dia, atuando com a proteção dos equipamentos públicos, ações de prevenção à violência, patrulhamento preventivo e apoio aos órgãos do município. A atuação será feita de maneira preventiva, com intuito de evitar atos que atentem contra os bens públicos, servidores e cidadãos que estarão curtindo o festival.

Os agentes que atuarão nas patrulhas estarão devidamente identificados com coletes reflexivos e em posse de equipamentos de baixa letalidade, a exemplo das pistolas de condutividade elétricas, tonfas, além de capacetes, seguindo, inclusive, os moldes do Carnaval, em que, nas patrulhas, apenas os comandantes e subcomandantes estarão em posse de arma de fogo.

No que se refere às ações de prevenção à violência, a Guarda Civil atuará com a distribuição de material informativo com dicas de segurança antes do Réveillon, realizando a distribuição em diversos pontos da cidade: estações de metrô, ônibus, porto de Salvador, hotéis e pousadas, dentre outros. No evento, 60 guardas civis estarão incumbidos de realizar o trabalho de identificação de crianças e devolução de documentos e objetos encontrados na Arena.

0
0
0
s2sdefault