Segunda-Feira , 18 Fevereiro 2019
0
0
0
s2sdefault

Durante os cinco dias do Festival Virada Salvador 2019, a Prefeitura montará um esquema especial de fiscalização de trânsito e transporte. Com intuito de assegurar a fluidez das vias, controlar as paradas de veículos em locais irregulares e garantir o cumprimento das leis de trânsito, 55 agentes da Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador) estarão em 13 pontos fixos ao longo do perímetro do evento. As paradas para embarque e desembarque de passageiros nos pontos de ônibus e horários dos coletivos também serão monitoradas por 140 agentes de fiscalização de transporte da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). Aliado ao reforço no efetivo de fiscais, a operação terá o suporte tecnológico, por meio do Centro de Controle Operacional (CCO) e do Núcleo de Operações Assistidas (NOA). 

A estimativa é que dois milhões de pessoas prestigiem os 29 shows realizados, na Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, entre os dias 28 de dezembro e 1º de janeiro. A operação começa dia 28, mas sem previsão de bloqueios e desvios no trânsito. De acordo com a Transalvador, as equipes estarão posicionadas nos 13 pontos, preparadas para fazer qualquer ação de bloqueio ou desvio, caso seja necessário. “Nós optamos por não obstruir o trânsito em nenhum ponto no entorno da operação. Avaliamos que o Réveillon tem um perfil diferente, numa avenida muito movimentada. Então, optamos em manter a mesma operação do ano passado, que foi exitosa”, explica o superintendente do órgão, Fabrizzio Muller. 

Para coibir o consumo de bebidas alcoólicas por aqueles que estarão dirigindo, as blitze da Lei Seca serão realizadas diariamente, em locais estratégicos. Condutores flagrados, sob o efeito de bebidas alcoólicas, pagarão multa no valor de R$2.934,70, além da remoção do veículo e a perda de sete pontos na CNH. A infração é considerada gravíssima. “Faremos as blitze assim como fazemos ao longo do ano. É uma das principais ferramentas no combate a acidentes e, não podemos, de forma alguma, abrir mão dela”, destaca. 

Suporte das câmeras - Além da presença dos fiscais no local, a Transalvador contará com o suporte tecnológico do Núcleo de Operações Assistidas (NOA) que funcionará durante 24 horas, na central nos Barris. As câmeras farão o monitoramento da movimentação de veículos na Avenida Octávio Mangabeira, com o objetivo de auxiliar os agentes de trânsito que estarão na região. A ação conjunta tem o intuito de solucionar com brevidade situações que possam causar algum transtorno à fluidez do trânsito no local. 

O estacionamento irregular de veículos, um dos principais agravantes na fluidez do trânsito no entorno da festa, será observado com rigidez pelos agentes in loco e também pelo sistema de videomonitoramento. “Serão realizadas rondas nas regiões do Stiep, Boca do Rio e Pituaçu, com o objetivo de coibir irregularidades, especialmente estacionamento irregular, que pode prejudicar a mobilidade no entorno do evento”, diz Muller. Estacionar em local proibido é infração média, com multa no valor de R$130,16, e sujeito a remoção. Já estacionar em área de zona azul sem a cartela é infração grave, com multa no valor de R$195,23. Durante o Festival Virada Salvador 2018, 179 condutores foram autuados e 81 veículos foram removidos por estacionamento irregular. 

Estacionamento - Este ano, serão oferecidas aproximadamente 1,2 mil vagas de Zona Azul ao longo da Avenida Octávio Mangabeira, ao valor de R$20. O condutor poderá optar por adquirir as cartelas em papel com os guardadores, ou utilizar os apps da Zona Azul Digital. Será possível estacionar na região do Jardim de Alah, nos bolsões de estacionamento em frente ao restaurante Cubanakan e do Hotel Alah Mar; Av. Octávio Mangabeira, sentido Itapuã, na faixa à direita entre o Jardim de Alah e o supermercado WalMart; nos bolsões em frente ao Parque de Pituaçu, sentido Pituba, e em frente às quadras na Boca do Rio, sentido Itapuã; e na Octávio Mangabeira, sentido Itapuã, a partir do cruzamento com a avenida Jorge Amado. Haverá ainda um estacionamento em área do antigo Aeroclube, com 500 vagas, no valor de R$30. 

Agentes nos pontos – Para atender quem depende do transporte coletivo, 140 agentes da Semob estarão espalhados nos pontos de ônibus, nas proximidades da festa, para prestar informações, auxiliar no embarque e desembarque de passageiros e fiscalizar o transporte público. O secretário de Mobilidade Urbana, Fábio Mota, ressalta que além da mão de obra humana, esquipes estarão trabalhando 24h no CCO. “De lá, conseguiremos fiscalizar os 700 ônibus e micro-ônibus. De maneira geral, esses veículos que vão transitar no Réveillon estarão sendo monitorados em tempo real”, salienta. 

A operação especial contempla 38 linhas que compõem uma frota de 400 veículos em horário de atendimento prolongado. O esquema contará ainda com mais 56 veículos extras da frota reguladora, com itinerários distribuídos pelas três áreas da cidade - Orla, Centro e Subúrbio -, de acordo com a demanda. Haverá, ainda, 43 linhas circulando com horários prolongados, das 16h até 5h da manhã do dia seguinte. “Serão 24 horas de operação com transporte público na cidade. Aumentaremos mototáxis e linhas. Ano passado, atendemos um milhão de usuários. Neste ano, queremos bater essa marca, com ainda mais qualidade”, destaca Mota. 

Neste mesmo período, 56 veículos extras da frota reguladora serão disponibilizados diariamente, entre 22h e 5h, nas imediações do evento e na Estação da Lapa. Já no dia 31, as 43 linhas irão prolongar o atendimento até as 7h da manhã. Para o festival, será criada a linha Estação Pituaçu x Boca do Rio, visando atender aos usuários que utilizam o metrô e desejam se deslocar até o evento. Nesse caso, serão 18 veículos operando das 18h até meia-noite. Já no dia 31 de dezembro, essa linha irá operar com uma frota de 36 veículos. 

As linhas de ônibus sentido Centro terão dois pontos de ônibus para embarque e desembarque: na Avenida Octavio Mangabeira, em frente ao antigo restaurante Agdá; e na mesma via, em frente ao restaurante Iemanjá. Já para as linhas sentido Itapuã, os passageiros poderão utilizar o ponto situado na Avenida Octavio Mangabeira em frente ao Iemanjá; ou o ponto provisório, na Praça Osório Vilas Boas. Outra opção para não perder a folia é optar pelos micro-ônibus do Sistema de Transporte Especial Complementar (STEC). O serviço vai contar com frota de 300 veículos, operando até as 5h da manhã.

0
0
0
s2sdefault