Segunda-Feira , 24 Junho 2019
0
0
0
s2sdefault

Quem vai curtir o Festival Virada Salvador 2019, realizado entre 28 de dezembro e 1º de janeiro, poderá contar com um canal de comunicação a todo momento. É que a Ouvidoria de Salvador, através do Fala Salvador 156, vai funcionar 24 horas desde o dia 26 para prestar informações, orientações e receber qualquer manifestação dos cidadãos sobre o evento. 

“Além de atender às demandas especiais do festival da virada, os demais atendimentos para serviços em outros pontos da cidade continuam sendo feitos e transmitidos para as equipes operacionais na rotina normal", garantiu o ouvidor-geral do município, Humberto Viana. 

Na edição passada do Festival Virada Salvador, a Ouvidoria registrou 2.752 demandas, sendo que apenas 3,16% foram referentes ao evento. A central 156 recebeu 76 solicitações, enquanto a equipe itinerante prestou 11 atendimentos. Informação/orientação foi o tipo de solicitação mais demandado pela população, com 35 registros no órgão, seguido por serviço emergencial, com 21, e solicitação de serviço, com 17. 

Entre as pastas, a Transalvador foi a principal causa de chamadas para a Ouvidoria, registrando 45 demandas. Em seguida, surgem a Semop, com 21; Saltur, com 11; e Semob, com cinco. 

O serviço mais demandado no ano passado foi o de estacionamento irregular – exceto Zona Azul – com 26 demandas. Em seguida, vieram fiscalização do trânsito, com 20 registros; fiscalização para poluição sonora, com 15; licença para ambulantes, com oito manifestações; e informações sobre linhas de ônibus, com quatro registros.

Balanço – Do total de registros realizados pela Ouvidoria até a primeira quinzena deste mês de dezembro de 2018, 80,19% são referentes à solicitação de serviços e 15,76% são pedidos de informação/orientação. Os demais, 4,05%, estão distribuídos entre elogio, reclamação, serviço emergencial, Lei de Acesso à Informação, sugestão e denúncia. 

Os órgãos mais demandados são as secretarias municipais de Saúde (SMS), da Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) e Ordem Pública (Semop), que juntas reúnem 51,14% dos registros.

0
0
0
s2sdefault