Segunda-Feira , 24 Junho 2019
0
0
0
s2sdefault

Uma ilha onde uma esplêndida vegetação nativa se mistura a belas praias com águas calmas e translúcidas, coqueirais, montanhas, lagos. Não se trata do Havaí, Maldivas ou de um lugar fora do país, mas de um destino paradisíaco localizado bem na Baía de Todos os Santos: a Ilha dos Frades. Considerado um local perfeito para relaxar e curtir a natureza, é lá onde está situada a Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe. Bastante famosa e frequentada por turistas principalmente durante o Verão, a praia terá o selo Bandeira Azul renovado no próximo dia 12 pela Foundation for Environmental Education (FEE).

Esta será a terceira renovação da honraria, que certifica a qualidade das principais praias ao redor do mundo. A concessão do selo se dá após avaliações de requisitos de qualidade socioambiental, como segurança, qualidade da água, gestão e educação ambiental. Já foram distribuídos mais de 4.600 selos em todo o planeta, sendo 3.500 somente para praias, marinas e embarcações turísticas e apenas dez delas no Brasil, entre cinco localidades contempladas. São elas Prainha (RJ), Tombo (Guarujá-SP), Governador Celso Ramos (SC) e uma praia fluvial em Florianópolis (SC).

Integrante do território de Salvador, a Ponta de Nossa Senhora faz parte de uma Área de Proteção Cultural e Paisagística (APCP) e, desde 1982, é Reserva Ecológica. Tem belezas naturais preservadas por força da ação do projeto Baía Viva, além da supervisão da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis), que estuda a implantação de um parque natural na região.

Outras praias da capital baiana estão na mira da FEE e são preparadas pelo município para receber a certificação. Ipitanga, Praia do Flamengo e Stella Maris integram o macroprojeto de infraestrutura que está requalificando toda a orla da cidade.

Roteiros - A Ilha dos Frades é considerada um verdadeiro reduto ecológico, em razão de manter uma vasta área de Mata Atlântica. Reza a lenda local que a ilha teria ganhado esse nome por causa de um naufrágio com frades, no século XVI, que acabaram sendo mortos por índios tupinambás que habitavam o lugar.

Entre os monumentos históricos da ilha, destacam-se as ruínas da Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, construída no século XVII; a Igreja Nossa Senhora do Loreto erguida no século XVIII; a Igreja Nossa Senhora do Bom Parto, o Farol da Ilha dos Frades, as ruínas de um lazareto e armazém de quarentena de escravos. Entre as praias famosas, além da de Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe, são as de Loreto, de Panamana, do Tobar e da Viração.

Como chegar – Há duas formas de chegar à Ilha dos Frades. Uma delas é através de escunas que partem do Terminal Náutico do Comércio, em Salvador. Durante a travessia, é possível apreciar uma belíssima vista de várias outras ilhas da Baía de Todos-os-Santos. Esta, por sua vez, foi descoberta pelos portugueses em 1501, e é a maior do país, com 1.230 quilômetros quadrados. Outro acesso à Ilha dos Frades é pegando embarcações no Terminal Marítimo de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador.

0
0
0
s2sdefault