Domingo , 21 Outubro 2018
0
0
0
s2sdefault

Com subsídio da Diretoria de Geotecnologia da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), Salvador passou a contar com ferramentas tecnológicas que auxiliam na execução de obras em espaços públicos. Além dos drones, que ajudam no mapeamento e levantamento de alguns dados da topografia da cidade, um aplicativo que informa o status das obras em andamento em tempo real para a equipe da Desal está funcionando em fase de teste na requalificação da Praça dos Eucaliptos, no Caminho das Árvores. O objetivo é promover economia de tempo e dinheiro, mas também facilitar a elaboração de obras específicas para crianças, idosos e deficientes, por exemplo. 

O presidente da Desal, Marcilio Bastos, certifica que com os resultados serão positivos a partir dos dados coletados com o uso da tecnologia. “Com as ferramentas, teremos uma noção exata da dimensão da área que terá intervenção, analisando as camadas de informação, como: áreas de interesse, informações socioeconômicas, bases de dados e análises espaciais. Isso influencia diretamente na economia do tempo e do dinheiro público. A Desal já fazia esse trabalho ouvindo as pessoas e, agora, com a inteligência geográfica, temos dados estatísticos que nos certificam e nos dão confiança para a tomada de decisão”, acrescenta Marcílio Bastos. 

O investimento nessa área, de acordo com o diretor de geotecnologia da Desal, José Ricardo Negrão, é muito importante por facilitar a elaboração de projetos e a execução dessas ações. “O objetivo é realizar a topografia do terreno através de drones. Isso é um indicador de uma evolução tecnológica da ciência chamada fotogrametria convencional. Dentro das principais mudanças que ocorrerão na Desal com o uso de geotecnologias aliado ao uso de drones estão: diminuição de custos, facilidade de operação, logística e também aumento exponencial de produtividade”, disse. 

A serviço do poder público – Pensando nos avanços que a Prefeitura está investindo por meio da Diretoria de Geotecnologia, a Desal desenvolveu um curso para os funcionários no próximo dia 15 de outubro, às 14h, com uma infraestrutura de dados atualizada e moderna, que possibilita a aplicação e o desenvolvimento de métodos de análise e favorece a disponibilização e o uso dos dados gerados, de forma integrada e inteligente. 

O curso tem como principal objetivo capacitar ou preparar seus colaboradores que estejam iniciando uso de softwares aplicados em geotecnologia, e também para aqueles que querem ampliar seus conhecimentos nos processos de criação de base de dados geográficos e edição de mapas temáticos. Faz parte do treinamento o detalhamento das ferramentas de criação e edição de dados, edição de feições compartilhadas, modelagem de atributos tabulares, criação de projetos com dados obtidos através do Sistema de Posicionamento Global, e etc. 

A primeira turma será formada por funcionários da Desal. Em seguida, o curso será aberto para outras entidades e secretarias do município.

0
0
0
s2sdefault