Segunda-Feira , 18 Junho 2018
0
0
0
s2sdefault

Teve fanfarra, grupos culturais e, principalmente, muito sorriso de satisfação vindo de professores, funcionários, mães e alunos de 1 a 5 anos do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Dália de Menezes, em Santa Cruz, que foi entregue completamente reconstruído pela Prefeitura nesta sexta-feira (2). A cerimônia contou com as presenças do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, além do titular da Secretaria Municipal da Educação (Smed), Bruno Barral, demais gestores municipais, autoridades e comunidade escolar.

A diretora da instituição, Valnice do Nascimento, relembrou as dificuldades enfrentadas com a antiga estrutura, a exemplo das infiltrações nos períodos de chuva. Ela salientou que o novo CMEI vai possibilitar continuar com a responsabilidade em oferecer ensino e educação de qualidade aos pequenos. “A partir de hoje, estaremos em um ambiente muito melhor. Só tenho a dizer muito obrigada”, resumiu Valnice.

O prefeito ressaltou que, há mais de cinco anos, Salvador possuía como desafios uma rede física escolar deteriorada e a falta de compromisso em colocar a área de Educação como prioridade. “Era um problema histórico da cidade. As crianças pobres de 1 a 5 anos foram, por muitos anos, condenadas a não ter acesso à creche e pré-escola. Elas só iam ter o primeiro contato com o ensino a partir dos 6 anos. Além disso, os pais e mães não conseguiam sair para trabalhar, por não ter onde deixar os filhos. A Prefeitura resolveu encarar com coragem essa questão e, hoje, inaugura uma nova escola por semana, incluindo creches e pré-escolas”, relatou ACM Neto.

O secretário Bruno Barral completou que, para o setor avançar, é necessário vencer a inércia. “O trabalho continua em ritmo forte para fazer mais e mais entregas como esta na Educação”.

Estrutura e balanço – Com 827 m² de área construída, a nova estrutura passa a atender a 200 crianças de 1 a 5 anos da região. Foram investidos R$ 2,4 milhões no novo CMEI Dália de Menezes, que possui dois pavimentos e conta com dez salas de aula, cozinha, área de serviço, dispensa, lavanderia, sala de freezer, depósito, secretaria, diretoria, seis sanitários para alunos – sendo dois para pessoas com deficiência –, dois sanitários para funcionários, casa de lixo, casa de gás, pátio coberto, solário e playground. Durante o período de obras, o corpo escolar foi transferido para um imóvel alugado no próprio bairro.

De janeiro de 2013 a dezembro de 2017, a Prefeitura já executou obras de construção, reconstrução e reforma em 230 unidades escolares da cidade. O número ultrapassa 50% do total da rede, com com um investimento de quase R$290 milhões. Desde novembro último, a administração municipal tem inaugurado um equipamento por semana. Até março, outras unidades estão previstas para serem entregues no Jardim das Margaridas, Periperi e nas ilhas Bom Jesus dos Passos e de Maré.

Nova praça – Durante a inauguração do CMEI, o prefeito autorizou a construção da praça e da quadra da Rua Nova República, atendendo a um pedido antigo da comunidade. Com intervenção a ser coordenada pela Secretaria Municipal de Manutenção (Seman), serão aplicados quase R$300 mil nos espaços de convivência e lazer, com recursos 100% municipais.

0
0
0
s2sdefault