Segunda-Feira , 18 Dezembro 2017

O Morar Melhor, programa que já investiu mais de R$ 50 milhões de recursos próprios na reforma de 12.557 unidades habitacionais, foi apresentado nesta sexta-feira (17) a representantes do governo do Estado de Alagoas. Na oportunidade, as ações, números e experiências dos técnicos na execução do programa foram apontadas.

Acompanhado da superintendente de Projetos Sociais, Vanessa Martins, o superintendente de Políticas de Habitação de Alagoas, Geraldo Leão, falou das intenções do governo em implantar algo com os mesmos moldes. "Estamos aqui para obter conhecimento e interagir com a área técnico-social desse programa que é tido como referência nacional. Vamos ponderar e confrontar os pontos positivos e negativos com o programa de melhoria do Governo do Estado de Alagoas que está sendo formatado com o mesmo princípio para reduzir nosso déficit habitacional qualitativo", explicou.

Após a reunião, que contou com a participação do secretário de Infraestrutura e Obras Públicas, Almir Melo, da diretora de Habitação e Regularização Fundiária, Larissa Moraes, e das coordenadoras que atuam no projeto, Elaine Menezes e Claudia Cavalcanti, foram realizadas visitas nos bairros da Liberdade e Pau da Lima, locais já beneficiados com a requalificação de imóveis.

O Programa - A meta do Morar Melhor é de ampla cobertura nos 160 bairros e três ilhas de Salvador. O objetivo do programa é resgatar a cidadania e autoestima da população contemplada, prestar assistência técnica nas áreas de arquitetura e construção civil, além de oferecer moradia mais digna.

Dentre os serviços previstos no Morar Melhor estão a pintura e reboco da fachada, troca de esquadrias, instalações sanitárias, recuperação ou substituição de telhado. O programa é inédito no país e permite que os beneficiados escolham suas prioridades para execução da obra.