Terça-Feira , 12 Novembro 2019
0
0
0
s2sdefault

O combate à evasão na rede municipal de ensino em Salvador ganhou um importante instrumento com o Agente da Educação, projeto que pretende contribuir para a redução do abandono escolar através do fortalecimento do vínculo entre unidade de ensino, família e comunidade. O lançamento da ação foi realizado pela Prefeitura nesta terça-feira (7), em cerimônia no Hotel Fiesta, com as presenças do prefeito ACM Neto, do secretário municipal de Educação (Smed), Guilherme Bellintani, da presidente do Parque Social, Rosário Magalhães, da gerente de Educação da Fundação Itaú Social, Patrícia Mota Guedes, do diretor-presidente do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS), Vandré Brilhante, da comunidade escolar e demais autoridades. Na ocasião, também foi anunciada a seleção de 384 profissionais que atuarão no programa, com inscrições realizadas até o próximo dia 14.

“Estamos lançando hoje o mais importante ato para a transformação da educação em Salvador. O Agente da Educação tem como principal objetivo evitar a evasão escolar, que é um dos maiores dramas enfrentados no país. Com um agente em cada escola, queremos garantir o acompanhamento permanente dos alunos e conseguir resgatá-los a tempo, assim como garantir a integração entre a unidade de ensino e a comunidade”, salientou o prefeito ACM Neto.

De acordo com o secretário Bellintani, a ação é um dos itens integrantes do Programa Combinado e conta com a parceria da Fundação Itaú Social, convênio da ONG Parque Social e coordenação técnica do CIEDS. "Nosso levantamento mais recente revela que até cinco mil crianças abandonam a escola. Com o Agentes da Educação, pretendemos reduzir esse índice já no primeiro ano de atuação. Para fortalecimento desse vínculo, os agentes devem residir na própria comunidade, próximo à escola", ressaltou.

Após resultados positivos obtidos com o projeto-piloto realizado em 11 escolas da rede, a ação será ampliada para as 384 escolas que oferecem Ensino Fundamental II. Para isso, 384 universitários da área de Pedagogia serão contratados para monitorar a frequência escolar dos alunos da rede e o envolvimento da família e da comunidade nas atividades promovidas pela escola. Quando um aluno faltar aula, por exemplo, será o agente da educação o responsável por buscar o diálogo com a família sobre as razões dessa ausência.

O processo de seleção dos agentes será comandado pela ONG Parque Social, cogestora do Agente da Educação junto com a Smed. “Acreditamos que a educação é o principal agente de transformação social e, com esse programa, vamos possibilitar a integração entre a escola e o família, valorizando ainda mais o papel da unidade de ensino. Isso vai contribuir para o aumento do rendimento escolar e para uma Educação de qualidade na cidade”, complementou Rosário Magalhães.

Inspiração – A iniciativa é inspirada no programa Coordenação de Pais (Pais), desenvolvido pela Fundação Itaú Social desde 2009 e realizado em outras quatro localidades do país: a cidade de Santos (SP) e os estados de Goiás, Pará e Espírito Santo. “A experiência piloto realizada em Salvador foi para nós muito gratificante pois, ao contrário de outros locais onde a ação é realizada em apenas algumas escolas, aqui o programa foi universalizado para quase todas as escolas da rede municipal de ensino. A experiência ajudou a adaptar as ações ao contexto da rede. Nessa próxima fase, estaremos na assessoria para formação dos agentes da educação e avaliação da iniciativa”, explicou Patrícia Guedes, da Itaú Social.

Para a estudante de Pedagogia Elba Sena Lopes, de 29 anos e que atua no projeto-piloto realizado na Escola Municipal do Calafate, esta foi uma oportunidade de colaborar com a comunidade onde mora e contou uma experiência que a marcou nesses onze meses de atividade. “Um aluno da 3ª série estava com problemas e, após tentativas de contato por telefone, tive que ir até a casa deste aluno. O trabalho realizado com ele e com a família fez com que ficassem mais próximos e soube que o menino não está faltando mais às aulas”, frisou.

Inscrições – A partir de hoje até o próximo dia 14, estão abertas as inscrições para interessados em se tornar um Agente da Educação. O processo é realizado em três etapas, sendo a primeira o preenchimento da ficha no site www.agentedaeducacao.salvador.ba.gov.br e a apresentação dos documentos necessários. A segunda etapa é composta pela análise dos documentos e os selecionados serão contactados por e-mail para participar da entrevista e dinâmica de grupo, que fazem parte da terceira e última fase da seleção.

Para ser um Agente da Educação, é necessário estar, no máximo, no penúltimo ano do curso de Pedagogia, turno noturno, e morar até 1,5km da escola onde vai atuar, além de possuir habilidade de comunicação e ter habilidade em estabelecer parcerias nos âmbitos interno e externo da escola.

 

AGENTE.jpg

0
0
0
s2sdefault