Segunda-Feira , 06 Julho 2020
0
0
0
s2sdefault

Famílias beneficiárias do programa Salvador Primeiro Passo receberam das mãos do prefeito ACM Neto cartões de pagamento do auxílio financeiro, em solenidade realizada sob a organização do Parque Social, no Parque da Cidade. Essa é uma ação conjunta das secretarias de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps), Educação (Smed) e Saúde (SMS), e concede apoio financeiro mensal às famílias que não possuem alunos matriculados em creches e pré-escolas da rede pública ou conveniada. Os pagamentos, que serão mensais, já podem ser sacados em agências da Caixa Econômica Federal ou lotéricas.

O investimento mensal no programa será de cerca de R$ 900 mil. Cada família receberá R$ 50 por criança, e o limite é de até três filhos com idade de no máximo cinco anos, podendo ser ampliado no caso de gêmeos. É necessário que a família seja beneficiária do Bolsa Família. A estimativa é que 48 mil crianças estejam dentro do perfil para receber o benefício, mas até o momento 18 mil foram cadastradas. Pais ou responsáveis que retirarem seus filhos da creche e pré-escola ou que residam em locais com vagas disponíveis na rede pública ou conveniada não terão direito ao auxílio. Crianças que completarem cinco anos também deixarão de receber o benefício.

“Esse é um auxilio temporário, concedido até que a Prefeitura tenha condições de oferecer vagas em creches e pré-escolas. Até o final do próximo ano, vamos dobrar a oferta de vagas, saindo de 20 para 40 mil. Sabemos, no entanto, que não dá para fazer tudo de uma vez. O programa é para dar suporte a essas crianças até o momento em que possam estar matriculadas. Sabemos que algumas mães ficam impedidas de trabalhar ou estudar porque não têm com quem deixar seus filhos. Agora elas terão a liberdade de trabalhar ao longo do dia. Nunca se fez um esforço tão grande pela educação infantil”, afirmou o prefeito.

Bruno Reis, secretário da Semps, acrescentou que o benefício está condicionado à participação das crianças em atividades envolvendo as áreas de educação, saúde e assistência social. “Uma vez por mês vamos nos reunir com as mães para saber como está a evolução dessa criança. Nessa ocasião, vamos saber em qual creche está matriculada e fazer o acompanhamento social, educacional e na saúde dessas crianças. E o procedimento para cadastro é muito simples. À medida que as famílias forem se cadastrando, no mês seguinte já pode receber o benefício”, observou, destacando que até o momento cinco mil cartões já foram distribuídos.

O gerente regional da Caixa Econômica Federal, Anselmo Cunha, elogiou os esforços da Prefeitura na concepção do programa. “Sabemos que não é fácil fechar uma folha com mais de 15 mil pagamentos, e mesmo assim não tivemos qualquer problema por conta do grau de organização e da capacidade administrativa da Prefeitura. Poucas capitais do Brasil têm programas desse tipo. Essa é uma demonstração da preocupação social, que promove melhoria na qualidade de vida das pessoas, devendo ser motivo de orgulho e exemplo a ser seguido pelo Brasil. Salvador ganha com esse programa um grande presente”, disse.

O cadastro ainda pode ser feito nas Prefeituras-Bairro Centro/Brotas, Subúrbio/Ilhas, Cajazeiras, Itapuã, Cidade Baixa, Cabula e Pau da Lima, além das escolas municipais Professor Milton Santos (Valéria), Zulmira Torres (Amaralina), Antônio Carlos Magalhães (São Caetano), Roberto Correia (São Marcos) e Gersino Coelho (Cabula). O atendimento pode ser agendado previamente pelo 156 ou pelo www.primeiropasso.salvador.ba.gov.br

 

PRIMEIROPASSO.jpg

 

0
0
0
s2sdefault