Sábado , 23 Março 2019
0
0
0
s2sdefault

Os agentes da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) tiveram muito trabalho nesses quatro dias de operação do Carnaval. Foram feitas 1.774 abordagens, entre motos e carros, dos quais 572 foram autuados, sendo 393 na Lei Seca. Sete motoristas foram encaminhados à delegacia por cometer crime de trânsito porque, no teste do bafômetro, os agentes detectaram um valor superior a 0,34mg de álcool por litro de ar expelido.

Os condutores flagrados nas blitze da Lei Seca tiveram os veículos rebocados, perderam sete pontos e tiveram a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) apreendida, pagam multa no valor de R$ 1.915,40 e são obrigados a arcar com as taxas de reboque e diária no pátio. Para o carro de passeio, a taxa do guincho é de R$ 280,90 e a diária, R$ 44,94. Já para as motos pagam R$ 67,42 (guincho) e R$ 28,20 (diária).

Os carros e motos foram encaminhados ao pátio da Gerência de Transito (Gtran), nos Barris. Os motoristas interessados em retirar o veículo devem se dirigir ao local munidos da Carteira Nacional de Habilitação e do documento do carro. O horário de funcionamento é entre 8h30 e 20h.

Lei Seca – Comete crime o condutor que for flagrado com índice de álcool no sangue superior ao permitido pelo Código Brasileiro de Trânsito, que é de 0,34mg por litro de ar expelido. O motorista com o valor inferior a 0,34mg sofre pena administrativa (não é conduzido para a delegacia).

CARROCARNAVAL.jpg

0
0
0
s2sdefault