Domingo , 19 Novembro 2017

 

Segue em ritmo acelerado a execução do Plano de Requalificação da Rede Municipal de Saúde de Salvador, que prevê recuperar 70% das unidades assistenciais da capital baiana até abril. Ficou pronta a Unidade de Saúde da Família Professor Humberto Castro Lima, em Pernambués, mais conhecida como Pernambuezinho, que passou por intervenções nas estruturas física, hidráulica e elétrica, bem como recebeu novos mobiliários e equipamentos para garantir maior cobertura de atenção básica na região que se expandiu rapidamente nos últimos anos.

POSTOPERNABUES1702

O prefeito ACM Neto entregou a unidade à comunidade, nesta sexta-feira (14), destacando os investimentos feitos no setor e os resultados positivos já alcançados. Este é o 48º equipamento público inaugurado na administração municipal, sendo o terceiro apenas esta semana. "Encontramos os postos de saúde, em sua grande maioria, sem oferecer condições mínimas de atendimentos devido a falta de conservação e manutenção. Ainda no primeiro ano de governo, com a reorganização da rede e contratação de dois mil novos profissionais, conseguimos fazer com que Salvador ocupasse o segundo lugar entre as capitais que mais ampliou o Programa de Saúde da Família no ano passado, ficando atrás apenas de Natal, no Rio Grande do Norte. Uma marca importantíssima e histórica para nossa cidade que em mais de uma década foi classificada como a de pior cobertura do PSF em todo Brasil", comemorou.

Em dezembro de 2012, 13,32% dos soteropolitanos eram cobertos pela estratégia de saúde da família. Já em novembro último, este índice saltou para 22,14%. A meta da Prefeitura é chegar até o final do governo com 50% da população coberta pelo PSF e, para atingir esse número, será dada continuidade a requalificação da estrutura física e contratação de novos profissionais, como a de 1.200 agentes comunitários de saúde.

Além dos investimentos na atenção básica, o prefeito ACM Neto destacou que 2014 também será o ano de reestruturação e ampliação da Rede de Urgência e Emergência, beneficiando cada um dos 12 Distritos Sanitários (DS) com um equipamento 24 horas. Já estão em andamento as construções das UPAs da Av. San Martim, Bonocô, Parque São Cristovão, Barris, Itapuã, Pirajá, Paripe e Valéria. As unidades 24 horas já existentes também passarão por reformas.