Quinta-Feira , 17 Outubro 2019
0
0
0
s2sdefault

A edificação do Complexo Turístico Religioso dedicado ao Anjo Bom da Bahia vai passar por intervenções físicas e reparos feitos pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Manutenção (Seman). O complexo abriga o Memorial Irmã Dulce, que reúne mais de 800 peças que ajudam a contar a trajetória da religiosa, o Santuário da Bem-Aventurada, onde está o túmulo dela, e o espaço de gastronomia Dulce Café e a Loja Irmã Dulce. 

As obras começam nesta terça-feira (17), com ordem de serviço a ser assinada no próprio local (o complexo está situado no Largo de Roma), às 9h, pelo vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas, Bruno Reis. Toda a edificação passará por uma revisão da estrutura, da alvenaria, instalação hidráulica, elétrica e do forro. 

Os profissionais da Seman também farão serviços de revestimento, pintura interna e externa, além de ação no batistério e velário do santuário de Irmã Dulce. As intervenções devem durar até o dia 15 de outubro. Toda a fachada do prédio passará por lavagem para a retirada de películas soltas e pintura, ficando mais bonita. 

A obra faz parte de um conjunto de intervenções que ocorrem na Cidade Baixa para implementação do Caminho da Fé e estímulo ao turismo religioso, a exemplo da requalificação da Avenida Dendezeiros e da Colina Sagrada, no Bonfim, cuja primeira etapa já foi entregue e a segunda, na parte baixa, deve ser concluída ainda este mês. 

Visitantes - O complexo turístico religioso de Irmã Dulce tem registrado crescimento no número de visitações, especialmente após o anúncio da canonização do Anjo Bom da Bahia. Em agosto, o movimento triplicou em relação ao mesmo mês do ano passado, somando mais de 14 mil pessoas. 

Além de visitantes de Salvador e de todo o estado da Bahia, o complexo vem recebendo turistas internacionais, principalmente de países como França, Alemanha, Itália e Argentina, segundo informações das Obras Sociais Irmã Dulce.

 

0
0
0
s2sdefault