Quinta-Feira , 20 Junho 2019
0
0
0
s2sdefault

Salvador criou, nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, 1.598 empregos formais. Os números foram divulgados pela mais recente pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. A cidade foi a capital do Nordeste que mais criou postos formais de trabalho e a sexta do país.  

"Essa á uma notícia excelente nessa semana em que Salvador completa 470 anos. São números que refletem que as ações adotadas pela Prefeitura em investimentos públicos e captação de recursos privados têm dado certo. O programa Salvador 360, que estimula a economia nos mais variados setores, é um dos maiores responsáveis por este resultado", avaliou o prefeito ACM Neto.  

Apenas no mês de fevereiro, foram criados 1.160 postos, 73% do resultado observado no bimestre. Foi o mês em que a cidade recebeu um intenso fluxo de turistas, principalmente em função do Carnaval. Nos últimos 12 meses, foram criados na primeira capital do Brasil 6.754 empregos formais. 

"A aposta que a Prefeitura faz no setor turístico, com investimentos diretos em infraestrutura, além de ações e projetos que despertam o interesse do capital privado, a exemplo da construção do novo Centro de Convenções, vai gerar muitos outros resultados positivos no que se refere a emprego e renda na cidade", disse o secretário de Desenvolvimento e Urbanismo, Sérgio Guanabara.  

Entre os setores que se destacaram na criação de empregos podemos nesses dois primeiros meses do ano estão o de serviços (1.280) e o da Construção Civil (1.117). Em contrapartida, os setores do comércio (-601) e da indústria de transformação (-180) apresentaram os maiores saldos negativos.

0
0
0
s2sdefault