Sexta-Feira , 18 Janeiro 2019
0
0
0
s2sdefault

Pela sexta vez consecutiva, o projeto  inicia a edição 2019 no próximo sábado (5), em um local inédito: a praia do Farol de Itapuã. A atividade começa às 8h30 e contará com a presença do vice-prefeito Bruno Reis. Promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Cidade Sustentável e Inovação (Secis), e demais parceiros, a iniciativa promove o banho de mar assistido para deficientes físicos e mobilidade reduzida em Salvador.

Com cadeiras anfíbias e acessórios flutuantes, professores e alunos dos cursos de Fisioterapia, Enfermagem e Educação Física da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP) dão assistência às pessoas com deficiência, proporcionando a muitos o banho de mar pela primeira vez. Guardas municipais e salva-vidas também dão reforço à ação.

Os participantes vão contar com um local completamente acessível, já que o Farol de Itapuã foi recentemente requalificado pela Prefeitura e possui estacionamento, módulo de apoio a salva-vidas e rampas de acesso, dentre outros itens. Para o projeto, também são montados uma área para atividades recreativas, banheiros especiais, pistas de acesso, lounges em tendas e o refrescante banho no chuveirão.

Além de Itapuã, que também recebe a iniciativa no dia 12, o ParaPraia será realizado em outro local da cidade com estrutura de acessibilidade: a praia de Ondina, em frente ao Instituto Bahiano de Reabilitação (IBR). Neste caso, as atividades acontecerão aos sábados entre 26 de janeiro e 23 de fevereiro – exceto dia 2 de fevereiro –, também das 8h às 12h.

Crescimento – Nos últimos cinco anos, o projeto atendeu a 1,5 mil banhistas e tem atraído cada vez mais parceiros. Nesta edição, o ParaPraia tem o patrocínio da Braskem e Salvador Shopping, apoio da Cetrel, Itmov e Citelum e produção da Outros 500 Marketing e Nossa Agência Marketing.

Para o titular da Secis, André Fraga, o projeto tem uma importante responsabilidade social. “A importância desse projeto é traduzida na quantidade de atendimentos realizados por edição, que a cada ano aumenta mais. A maior recompensa da Prefeitura é, sem dúvida, a alegria no rosto de cada pessoa que, por alguma limitação física, não consegue tomar um banho de mar. No ParaPraia, estes cidadãos têm a oportunidade de realizá-lo de forma segura, animada e com voluntários preparados”, finaliza.

0
0
0
s2sdefault