Sexta-Feira , 22 Setembro 2017

 

Com atividades iniciadas na década de 1960, o antigo posto comunitário foi completamente requalificado e transformado na Unidade de Saúde da Família (USF) Bom Juá, a ser entregue pela Prefeitura nesta quarta-feira (16), às 9h30, na Praça Eunápolis de Queiroz, s/n (fim de linha do bairro). A cerimônia contará com as presenças do prefeito ACM Neto e do secretário municipal da Saúde (SMS), José Antônio Rodrigues Alves, dentre outras autoridades.

 

Com investimento de R$600 mil, a unidade conta com quatro equipes de Saúde da Família e outras quatro de Saúde Bucal para atender cerca de 16 mil pessoas da região. Totalmente climatizada, a estrutura física é composta por 11 consultórios de atendimento médico, enfermagem e odontológico, além de sala de vacina, câmara de vacina, curativo, dispensação de medicamentos, testes rápidos de hepatite B, sífilis e HIV, dentre outros ambientes.

 

Além do atendimento clínico, a USF também promoverá programas como os de combate à hipertensão arterial, diabetes, tuberculose e hanseníase. A população contará com serviços de vacinação, coleta de material para exames laboratoriais, marcação de consultas e exames, visitas domiciliares e dispensação de medicamentos, dentre outros.

 

A USF Bom Juá é uma das 16 unidades que compõem o Distrito Sanitário São Caetano/Valéria, com população estimada de 282.718 habitantes. Todas elas receberam investimentos e melhorias da Prefeitura na estrutura física e funcional nos últimos quatro anos e meio.

 

No futuro, outras quatro novas unidades vão aumentar ainda mais a cobertura na área de Atenção Básica na região, com incremento de 15 equipes. São elas as USFs Capelinha de São Caetano, Teotônio Vilela, San Martins II e Pirajá, com investimento superior a R$4,6 milhões. Com isso, a população da região deverá passar a ter cobertura de 64,68% de Atenção Básica de Saúde.

 

História – As atividades de atendimento médico na unidade foram iniciadas em 1968, através de parceria firmada entre a Prefeitura, a Associação Centro Social Fraternidade Baiana e a Opera Fraternità, entidade mantedora de origem italiana. De 1974 até 2011, foi mantida a parceria da SMS mediante a cessão de pessoal para a associação, com vistas a manter os serviços de saúde.

 

Em 2014, o espaço da Associação foi doado à Prefeitura, o que possibilitou a realização de melhorias significativa do prédio para a implantação e funcionamento da USF Bom Juá. Toda a estrutura da unidade segue as normas determinadas pelo Ministério da Saúde.